conecte-se conosco


Cidades

Novo mapa de risco começa a valer neste domingo em todo o Espírito Santo

Publicado

O município de Boa Esperança passa a integrar a lista com risco alto para o coronavírus

As cidades de risco alto vão ter que adotar medidas de restrição em atividades econômicas, principalmente no comércio

Doze municípios do Espírito Santo vão estar enquadrados como risco alto a partir deste domingo (24). Isso porque o governo vai considerar novas variáveis para classificar os municípios como de risco leve, moderado, severo ou extremo. 

Os municípios são: Presidente Kennedy, Marataízes, Alfredo Chaves, Afonso Cláudio, Viana, Cariacica, Serra, Vitória, Vila Velha, Santa Teresa, Fundão e Boa Esperança. As cidades terão que adotar medidas de restrição em atividades econômicas, principalmente no comércio. 

Nesses municípios, a atividade econômica funciona de forma parcial. O comércio, por exemplo, só é autorizado a funcionar de segunda a sexta, em um sistema de alternância entre os segmentos.

Variáveis

A nova matriz de risco levará em consideração, além do coeficiente de incidência do coronavírus nos municípios — quantidade de casos confirmados — e do percentual de leitos ocupados, que já são considerados na atual matriz, a taxa de letalidade da doença, o índice de isolamento e o percentual de pessoas acima dos 60 anos.

Cada uma dessas variáveis terá um peso na classificação da ameaça nos municípios. O coeficiente de incidência terá peso de 50%, as taxas de letalidade e de isolamento, 20% cada uma, e o percentual de idoso, 10% de peso. Com base nisso, será feito um cálculo matemático que estabelecerá o nível de ameaça do coronavírus em cada cidade.

Além disso, o fator de vulnerabilidade, que é a taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19, seria levado em consideração na hora de definir a situação do município nessa nova matriz de risco. Uma taxa de ocupação de até 50% é considerada adequada; entre 51% e 80% de ocupação, há uma situação de alerta; de 81% a 90%, o grau de vulnerabilidade é considerado crítico; e acima de 91%, entre-se no chamado plano de crise, podendo-se adotar medidas mais rígidas nas cidades com risco extremo.

Leia mais:  Tempestade atinge a Grande Vitória e leitores registram pontos de alagamento
publicidade

Cidades

Inscrições para o Pré-Enem Digital terminam nesta quinta-feira (25)

Publicado

Os alunos que desejam participar do processo seletivo para o Pré-Enem Digital têm até esta quinta-feira (25) para fazer a inscrição por meio deste link: https://forms.gle/3hGprJwX9DRidRuc6. Podem se inscrever os estudantes da 3ª série do Ensino Médio, matriculados no Ensino Regular; no Integrado à Educação Profissional (EMI); nas 2ª e 3ª etapas da Educação de Jovens e Adultos (EJA); nos Centros e Núcleos Estaduais da Educação de Jovens e Adultos (CEEJA/NEEJA), no ano de 2021; e os concludentes da 3ª etapa da EJA do ano de 2020.

O curso estará disponível em formato on-line, por meio do programa EscoLAR, com aulas transmitidas ao vivo de forma síncrona, permitindo a interação entre alunos e professores. Os estudantes poderão optar por assistir às aulas presencialmente na escola, ou em suas casas na modalidade on-line. 

Para a classificação do candidato serão considerados os seguintes critérios: ter cursado os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), ou equivalente, em escola pública; ter cursado todo o Ensino Médio, ou equivalente, em escola pública; ter inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais (CADúnico); e residir em região atendida pelo Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

Também será considerada a reserva de vagas que obedecerá à distribuição de 30% para pretos, pardos e indígenas (PPI), 10% para pessoas com deficiência (PcD) e 10% para concludentes da EJA Ensino Médio 2020.

O resultado será divulgado após as 17 horas do dia 05 de março, no site da Secretaria da Educação (Sedu).

Confira o Edital nº 04/2021

Dúvidas: entrar em contato com a Gerência de Ensino Médio, pelo telefone (27) 3636-7850.

Leia mais:  Combate ao novo Coronavírus: CartãoGV ganha versão pré-paga
Continue lendo

Cidades

Estado recebe nova remessa de vacinas contra a Covid-19 nesta quarta-feira (24)

Publicado

O Espírito Santo recebeu, na manhã desta quarta-feira (24), 61 mil doses de vacinas para dar continuidade à imunização contra a Covid-19. São 38 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford e 23 mil doses da Coronavac (Sinovac/Butantan). Para essa nova remessa, o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização, definiu o envio de 100% de doses para completar a imunização de idosos de 85 a 89 anos, mais 24% da população de 80 a 84 anos e 8% para trabalhadores da saúde. O quantitativo enviado obedece a critérios de proporcionalidade das populações dos grupos prioritários.


As doses serão encaminhadas à Central Estadual de Rede de Frio, localizada em Vitória, para cadastramento. A previsão de distribuição aos municípios da Região Metropolitana e envio às regionais de saúde da região Norte, Sul e Central é para esta quinta-feira (25).

Para o esquema de aplicação, o Estado seguirá a orientação do Ministério da Saúde de uso de todas as primeiras doses da AstraZeneca/Oxford, com a garantia de envio da segunda dose posteriormente, uma vez que tem intervalo de 12 semanas, mais a orientação de guardar a segunda dose da Coronavac para aplicação em intervalo de até quatro semanas.

Público da primeira fase de vacinação

O Ministério da Saúde definiu como público prioritário da primeira fase da Campanha de Vacinação trabalhadores da saúde; pessoas maiores de 60 anos residentes em instituições de longa permanência; pessoas maiores de 18 anos com deficiência residentes em Residências Inclusivas; indígenas aldeados; e idosos acima dos 75 anos.

Devido ao cenário de escassez de vacinas no Brasil, o Estado pactuou com os municípios medidas por meio da Comissão Intergestores Bipartite, visando a garantir a vacinação de forma ordenada aos trabalhadores da saúde e aos idosos, com resoluções de escalonamento dos grupos até a sua totalidade. Para os demais grupos foram garantidos 100% da vacinação ao total da sua população, tanto da primeira quanto da segunda dose.

No momento, o Estado apresenta 81% da população de trabalhadores da saúde imunizada e antecipou, desde o último dia 17 de fevereiro, a vacinação de idosos de 85 a 89 anos. Em relação aos idosos, a orientação aos municípios é, de acordo com a Resolução CIB Nº013, ao atingir 90% da imunização de um grupo, ampliar a vacinação para o grupo seguinte, em conformidade com os cenários de disponibilidade da vacina.

Leia mais:  Disputa acirrada para a Prefeitura de Aracruz
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana