conecte-se conosco


Política e Governo

“O governador já fez o que deveria fazer. Agora é com o PT”, diz presidente do PSB capixaba

Publicado

O dia 15, também conhecido como amanhã, tem sido tratado por algumas lideranças socialistas como o “Dia D” da pré-campanha ao governo do Estado. Isso porque se encerra o prazo estabelecido pela presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, e pela cúpula nacional do PSB para resolverem os impasses entre os dois partidos em alguns estados.

Aqui, caberá ao PT decidir se retira a pré-candidatura do senador Fabiano Contarato e apoia o governador Renato Casagrande (PSB) ou se vai para o embate contra o socialista – que ainda não admitiu ser candidato à reeleição, mas isso é mero detalhe – pelo comando do Palácio Anchieta. A decisão agora caberia apenas ao PT, após o PSB entender que já teria feito sua parte.

“Eles (PT) colocaram como prazo o dia 15, então estamos deixando bem à vontade. O governador tomou a decisão, já disse qual é o voto dele e deixou bem claro. Ele já tinha falado em quem votaria antes, mas agora é uma decisão partidária. Agora é a Executiva nacional e a Executiva estadual do PT se entenderem e tomarem a decisão. Da nossa parte, nós resolvemos”, disse o presidente do PSB capixaba, Alberto Gavini.

O dirigente partidário citou o fato do governador ter dito, em entrevistas após um evento no Palácio Anchieta ontem (13), que votaria no Lula para presidente da República. Casagrande é secretário-geral do PSB e segue, assim, uma decisão do seu partido que tem o vice (o ex-governador Geraldo Alckmin) na chapa de Lula.

Segundo Gavini, a declaração de voto de Casagrande seria o aceno combinado na última reunião entre o governador e o PT para ter o partido em seu projeto. No último dia 6, Casagrande recebeu a cúpula petista capixaba na Residência Oficial da Praia da Costa (Resof) para tratar dos palanques nacional e estadual.

Na reunião, Casagrande teria sido mais incisivo e pragmático na questão de apoiar Lula no Estado. No entendimento dos socialistas, duas candidaturas do mesmo campo dividiriam votos e levaria a disputa para o segundo turno.

Leia mais:  Na UTI, prefeito de Aracruz responde bem ao tratamento contra covid-19

Em entrevista para o programa “De Olho no Poder com Fabi Tostes”, o presidente do PCdoB capixaba, Neto Barros, disse que o governador já tinha definido ser um eleitor de Lula, mas tinha resistência em ser militante no primeiro turno. “O que ele disse pra gente – e isso tem mais de um mês, muita coisa mudou – é que não seria um militante, mas um eleitor no primeiro turno. Já no segundo turno seria militante. Mas a chance de vitória do Lula no primeiro turno é clara ”, disse Neto.

“Não depende mais de uma conversa nossa, tudo que estava proposto para o PSB fazer, o PSB fez. Tudo que nós podíamos fazer aqui no Estado para mostrar que seria importante juntar todos os partidos, nós apresentamos. Tanto o PSB quanto o governador. Ele (Casagrande) fez a demonstração que deveria fazer, dando um indicativo para juntar as forças progressistas. Seria bom que o PT se juntasse a gente”, disse Gavini.

PALANQUE MÚLTIPLO

Questionado, porém, se a declaração de voto do governador em Lula representaria a formação de um palanque exclusivo de apoio ao petista, Gavini descartou. “O governador sempre fala que o palanque dele será múltiplo. Claro, não tem condições de ser o palanque de Bolsonaro, mas o palanque será múltiplo”, explicou Gavini citando como exemplo partidos que fazem parte da base aliada do governo e tem presidenciáveis na disputa, como o PDT, com Ciro Gomes, e MDB e PSDB, que devem apoiar Simone Tebet à Presidência.

“A palavra final agora é do PT. Não depende mais do PSB. Mas, nós estamos juntos. Se não for possível caminhar com a gente, não tem problema. Não vamos brigar por causa disso”, disse Gavini.

E AGORA, PT?

A presidente do PT no Estado, Jackeline Rocha, foi procurada ontem pela coluna para comentar a manifestação do governador e se o partido já tinha tomado uma decisão. Ela, porém, não retornou aos contatos da coluna. Outras lideranças petistas disseram que não havia ainda uma decisão. O senador Fabiano Contarato também silenciou sobre o assunto.

Leia mais:  Dólar dispara e passa de R$ 5,70; Bolsa despenca 7% após demissão de Moro

Após a reunião do último dia 6, estaria marcada uma conversa entre Jackeline, Gleisi e Lula e, o resultado dessa conversa seria repassado para o diretório estadual petista e para o PSB. Ainda que internamente haja a data-limite para resolver o imbróglio capixaba, o PT tem, pela legislação eleitoral, até o final do prazo das convenções (05 de agosto) para definir se vem para as eleições com candidatura própria ou não.

Já é sabido que a decisão deve sair de um entendimento entre as executivas, mas algumas lideranças petistas capixabas estão resistindo em abrir mão da candidatura própria. O aceno do governador tem como objetivo ajudar na costura de um consenso.

E AGORA, PP E PSDB?

PP e PSDB já demonstraram ter dificuldades em estar no mesmo palanque que o PT. O PP apoia Bolsonaro à reeleição e faz parte da base de sustentação do governo federal. Aqui no Estado o partido apoia Casagrande, mas quer ter protagonismo, como por exemplo, indicar o nome ao Senado.

Questionado se PP poderia desembarcar da “casa grande” do governador, Gavini descartou. “Não, eu conversei com Marcus Vicente (presidente estadual da legenda) e não tem nada disso. O que tem é Evair de Melo (deputado e vice-líder do governo Bolsonaro) que faz uma oposição a gente. A maioria do PP apoia Bolsonaro, mas apoia o Renato (Casagrande) também”.

Já o PSDB, Gavini cita como também parte da base aliada e da “frente ampla” a ser liderada por Casagrande, mas o presidente estadual do ninho tucano, Vandinho Leite, em entrevista anterior à coluna, não crava esse apoio, não. O partido também quer protagonismo e está conversando com outros pré-candidatos ao governo também.

FOI CALCULADO?

O governador Renato Casagrande declarou voto em Lula ontem, dia 13, justamente o número de urna do petista.

publicidade

Política e Governo

Governador Renato Casagrande testa positivo para covid-19

Publicado

O chefe do Executivo estadual explicou que fez o teste após sentir alguns sintomas

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, testou positivo para a covid-19. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (4), através das redes sociais.

O chefe do Executivo estadual explicou que fez o teste após sentir alguns sintomas. Casagrande destacou ainda que está com o ciclo vacinal completo e vai manter as agendas de forma virtual.

“Após sentir alguns sintomas, testei e recebi o resultado positivo para COVID-19. Estou com o ciclo vacinal completo e seguirei todas as orientações médicas. Por isso, manterei minhas agendas e compromissos como governador de forma virtual.”

Leia mais:  Espírito Santo terá primeiro Centro de Distribuição de REVSOL
Continue lendo

Política e Governo

Governador entrega reforma de escola e anuncia novos investimentos na Serra

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, inaugurou, nesta sexta-feira (1º), a reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Marinete de Souza Lira, no bairro Feu Rosa, na Serra. Ainda no município, o governador anunciou o repasse de recursos do Fundo Cidades para a realização das obras de macrodrenagem, reabilitação de vias e implantação do binário do bairro Jardim Limoeiro.

As intervenções na tradicional Escola Marinete de Souza Lira foram realizadas em todo bloco pedagógico, além da construção de uma quadra poliesportiva coberta. Com investimento de R$ 9,3 milhões, a reforma e a ampliação contemplaram 16 salas de aula, entre outros espaços educacionais, como salas e laboratórios, além da urbanização da área externa para criação de áreas de vivência para os estudantes. Serão beneficiados 1.430 alunos da unidade.

“Quem conheceu essa escola sabe que construímos um paraíso aqui em Feu Rosa. Falo para toda a comunidade escolar: não deixem de sonhar. Enquanto estivermos no governo, vamos trabalhar para que os sonhos de vocês se tornem realidade. Quando vemos uma escola como essa, ofertando educação de qualidade para todos, sabemos que os resultados estão sendo alcançados. Nosso Ensino Médio é o melhor do Brasil. Tenho alegria em investir na educação. Se tivermos continuidade das políticas públicas, ninguém segura esse Estado”, afirmou o governador.

Na ocasião, foram entregues ainda 40 chromebooks para dois dos laboratórios da unidade escolar. A iniciativa faz parte de uma ação entre a Secretaria da Educação (Sedu) e a Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), que contempla as escolas que ofertam a Educação de Jovens e Adultos (EJA) Profissional no âmbito dos territórios do Programa Estado Presente em Defesa da Vida. Ao todo, serão entregues, nessas unidades escolares, 1.700 chromebooks, totalizando um investimento de R$ 3,85 milhões.

Leia mais:  Ministro da Justiça e Segurança Pública acompanha ações do Programa Estado Presente em Defesa da Vida

“O desenvolvimento econômico passa pelo chão de uma escola. Se a escola tiver um ensino forte, vamos ter um município e um Estado forte com emprego e desenvolvimento. A educação é a bandeira de todos, mas na hora de investir na área, não o fazem. Hoje vemos como a educação do nosso Estado e da Serra estão sendo fortalecidas. Se você andar nas escolas privadas deste Estado, não vai ver uma estrutura como esta que está sendo entregue aqui hoje. E foi na Serra, no bairro Feu Rosa, um dos bairros mais estigmatizados, que o governador escolheu para termos a melhor escola do Estado”, declarou o prefeito da Serra, Sérgio Vidigal.

Mais investimentos

A agenda oficial incluiu o anúncio do repasse de recursos do Fundo Cidades para o Fundo Municipal de Investimentos da Serra. Os recursos serão destinados a execução das obras de macrodrenagem, reabilitação de vias e implantação do Binário de Jardim Limoeiro. Além do bairro, os moradores das regiões de Carapina e Laranjeiras devem ser beneficiados pelas obras. Outros R$ 500 mil serão aplicados na elaboração da carteira de projetos estruturantes.

Leia mais:  Governo do Estado lança programa Nota Premiada Capixaba

Toda a intervenção será feita na área que envolve as proximidades da Rodovia ES-010 e Avenida Norte-Sul, corredor de transporte coletivo que interconecta 59 bairros, com aproximadamente 224 mil habitantes.  Além de garantir a melhoria no tráfego de veículos, as intervenções vão garantir mais segurança para pedestres e ciclistas, com a implantação de ciclovias. Já as obras de macrodrenagem visam mitigar os problemas de alagamentos e inundações nos períodos de chuva intensa que afetam, em especial, a região de Jardim Limoeiro.

“É um motivo de alegria estar aqui em Jardim Limoeiro para anunciar um investimento significativo quanto este, ajudando o município a realizar uma ação importante para a mobilidade – não apenas para a Serra, mas para toda a Região Metropolitana. Estivemos ontem no Parque das Gaivotas e no início desta semana em Carapina, sempre com entregas. Isso é um sinal que queremos ver a Serra cada vez mais desenvolvida. Estamos fazendo a ampliação da Avenida Abido Saadi, os Contornos de Jacaraípe e Nova Almeida, além de obras em escolas, saúde, esporte e outras áreas. Trabalhar é nossa obrigação, mas o fazemos com muita alegria em poder fazer o bem para as pessoas”, pontuou o governador Renato Casagrande.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Júnior Abreu (Esportes e Lazer) e Maria Emanuela Pedroso (Economia e Planejamento); os deputados estaduais Alexandre Xambinho, Bruno Lamas e Vandinho Leite; além de vereadores, moradores e lideranças da região.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana