conecte-se conosco


Entretenimento

O Rei e o show que não esqueci

Publicado

Por Maciel de Aguiar

Roberto Carlos, o maior fenômeno musical dos últimos 60 anos — antes de comandar a maior revolução sociológica do Brasil —, enfrentou inúmeras dificuldades, superou incontáveis obstáculos e, no início da carreira, fez shows em muitas cidades do interior do país, assim como, após a fama de ”Rei da Música Popular Brasileira”, realizou centenas de grandes espetáculos que marcam indelevelmente a memória de milhares de pessoas.

Nascido em Cachoeiro de Itapemirim, Sul do Estado do Espírito Santo, em 19 abril de 1941, onde, aos nove anos, ”resolveu ser cantor” — após se apresenar na ZYL-9 Rádio Cachoeiro, em um domingo de fevereiro de 1950 — ao voltar para casa, com um punhado de balas que havia ganho na vitoriosa apresentação, disse à mãe, Dona Laura Moreira Braga, que ”não queria ser médico”.

Aos 14 anos, foi viver com uma tia, em Niterói, RJ, de onde, quase todos os dias, saía para atravessar de balsa a Baía da Guanabara e tentar se apresentar nas rádios da Cidade Maravilha.

Em 1959, aos 18 anos, conseguiu um emprego na Boite Plaza, em Copacabana, onde ”cantava de tudo e imitava João Gilberto”, o criador da ”Bossa Nova”.

Em seguida, gravou o primeiro LP, com músicas inéditas de autoria de outro capixaba, igualmente inventivo e seu conterrâneo, Carlos Imperial, que o lançou e profetizou: ”Você não vai imitar mais ninguém. Será imitado!”

E, com enorme talento, dedicação e possível proteção imaterial, o jovem Roberto Carlos saiu cantando por todos os lugares onde era chamado, criando uma legião de apaixonados fãs, mudando comportamentos, ditando moda e quebrando paradigmas.

Roberto Carlos se apresentou em várias cidades dos mais distantes estados do Brasil, e, em uma delas — Belém, no Pará —, apaixonado por carros e velocidade, tirou a Carteira Nacional de Habilitação/CNH, indicando o hotel onde estava hospedado como o seu endereço residencial.

Em 19 de abril de 2021, o ”REI” ROBERTO CARLOS — o mais importante cidadão da História do Estado do Espírito Santo e o maior artista brasileiro de todos os tempos — fará 80 ANOS e, por certo, receberá justas homenagens e celebrações em reconhecimento por sua imensurável importância para a Música Popular Brasileira e por se manter, por mais de meio século, como um dos maiores cantores românticos da música universal.

Como escrevi, de 1969 a 2019, o livro ROBERTO CARLOS AS CANÇÕES QUE VOCÊ FEZ PRA MIM — entrevistei dezenas de artistas, intelectuais, religiosos, empresários, autoridades e demais cidadãos do povo, sobre as histórias das 50 canções mais emblemáticas interpretadas pelo ”Rei”, que se converteram em fundo musical da vida de milhares de ouvintes —, estou realizando outro grande desafio: RECOLHER FOTOGRAFIAS E DEPOIMENTOS SOBRE OS SHOWS DE ROBERTO CARLOS NOS ÚLTIMOS 60 ANOS, antes e após a fama, para criar um amplo e inédito panorama da tragetória do cantor que influenciou milhões de pessoas e criou uma legião de admiradores.

Seguem algumas fotos inéditas de Roberto Carlos, em shows por onde passou no início da carreira, e, caso você queira enviar o seu depoimento sobre quando o ”Rei” se apresentou em sua cidade — mandando uma fotografia e ou contando a sua história relacionada com uma canção ”robertiana”, com a qual você mantêm relações sentimentais, sociológicas e ou afetivas —, escreva para mim no endereço eletrônico: [email protected]

A foto de Roberto Carlos em um show em sua cidade e seu depoimento sobre este momento inesquecível em sua vida poderão fazer parte de um documentário que estou escrevendo para uma emissora de televisão e que, também, será divulgado por várias rádios e jornais no Brasil, Estados Unidos e países da América Latina, mas não esqueça de autorizar a divulgação da foto, assim como de seu depoimento, e dizer onde e quando o show foi realizado.

Participe da celebração dos 80 ANOS DO REI ROBERTO CARLOS e reviva algumas das ”tantas emoções” que marcaram indelevelmente a vida de milhares de pessoas no Brasil e no mundo.

Maciel de Aguiar
Escritor das barrancas do lendário rio que o gentio chamou de Kiri-Kerê.

Leia mais:  Marcius Melhem processa Dani Calabresa e pede R$ 200 mil de indenização por danos morais
publicidade

Entretenimento

Agnaldo Timóteo deixa R$ 8 milhões para filha de criação, irmãos do cantor querem anular testamento

Publicado

O valor deixado para a filha do cantor corresponde a metade dos R$ 16 milhões deixados pelo artista

Um mês antes de morrer por complicações da Covid-19, aos 84 anos, Agnaldo Timóteo fez um testamento deixando metade do seu patrimônio, avaliado em R$ 16 milhões, para a filha Keyty Evelyn, de 14. A menina foi criada pelo cantor desde os 2 anos de idade e se tornou sua maior herdeira. Ainda de acordo com a vontade do músico, os outros 50% dos bens terão que ser divididos entre dois afilhados (10% cada um) e dois dos seus seis irmãos.

Na época, Agnaldo nomeou como inventariante e também tutor da menina em sua ausência o seu advogado, Sidney Lobo Pedroso, amigo do cantor há 45 anos. Apesar do amor que tinha pela filha, a adoção não chegou a ser formalizada enquanto o músico ainda estava com vida. No fim do ano passado, depois de sofrer um AVC e ficar quase dois meses internado em São Paulo, ele solicitou ao advogado que desse entrada no processo de adoção, o que ocorreu em janeiro.

Em vídeo enviado por ele ao seu advogado em 23 de dezembro, o cantor pede que Sidney Lobo legalize oficialmente Keyty como sua filha e a cita como sua herdeira.

“Dr. Sidney, essas fotos que eu mandei para você, são da minha filha, que eu adoro desde março de 2008, quando a conheci, na porta do meu gabinete, ao lado da mãe, quando eu era vereador em São Paulo. Preciso legalizá-la para que ela seja Keyty Evelyn Timóteo. Ela já tem um documento como minha herdeira, mas quero que ela seja minha filha oficial. Gostaria que você providenciasse tudo. Ela é a razão da minha vida”, disse o cantor nas imagens (assista abaixo).

A ação da adoção corre em segredo de justiça em São Paulo, mas o Ministério Público, provisoriamente, já deu um parecer favorável para a guarda da menina, determinando que o advogado do cantor seja o tutor de Keyty, conforme o desejo de Agnaldo em testamento.

Agnaldo Timóteo com a filha Keyty, que hoje está com 14 anos

Irmãos contestam

Acontece que os irmãos do cantor querem pedir a anulação do testamento, alegando que Agnaldo estava confuso na época em que manifestou o seu desejo sobre a partilha de bens. A irmã Ruthinete chegou a apresentar uma declaração de um médico em que diz que o cantor estava desorientado, sem ter como responder pelos seus atos. Ela ainda pediu que fosse nomeada inventariante do cantor, mas a Justiça negou.

“Como inventariante, só quero que a vontade de Agnaldo seja respeitada, me colocando como tutor da menina, para que eu cuidasse dela até os 18 anos”, diz o advogado do cantor. “O primeiro pedido do Agnaldo foi que eu fosse o tutor da Keyty. Tutor voluntário, eu não recebo um centavo para ser tutor dela. Ele me deixou também como inventariante. Ao mesmo tempo, abrimos uma ação de testamento para saber quem são os beneficiados”, explica.

A filha de Agnaldo está atualmente em São Paulo com avó materna. Uma amiga do cantor, que frequenta a casa dele há 25 anos, relata o descaso de Ruthinete, irmã do artista, com a menina após a morte do músico. “Ela disse a seguinte frase: ‘A Keyty tinha vindo do lixo, e pro lixo ia voltar’. Essa menina era tudo na vida do Agnaldo, e isso me deixou muito triste”, diz a testemunha.

Sobrinho e ex-assessor de Agnaldo Timóteo, Timotinho conta que Keyty nunca foi aceita pelos irmãos do cantor. Ele chama atenção ainda para o fato de que se Ruthinete conseguir anular o testamento e for concedido a adoção póstuma da menina, Keyty poderá herdar 100% dos bens do artista, e não só a metade.

“Os irmãos de Agnaldo nunca aceitaram a menina. E agora, depois de todo esse episódio de saber que ela tem direito a 50% do patrimônio dele, e que, possivelmente, concluída a adoção, ela, possivelmente, pode levar 100% dos bens, os irmãos estão querendo dificultar”, diz ele.

Entre os bens deixados pelo cantor estão uma casa na Barra da Tijuca, um apartamento em Vila Valqueire, ambos na Zona Oeste do Rio, um imóvel em São Paulo, uma sala comercial em Copacabana, além de alguns carros e direitos autorais.

 

Leia mais:  Roberto Carlos chega a posto de vacinação dirigindo o próprio carro

Continue lendo

Entretenimento

Huck prepara o aviso: renova com a Globo e desiste de candidatura

Publicado

Nos interiores da Globo, incluindo-se por aí alguns dos principais setores, já existe a certeza que Luciano Huck irá renovar o seu contrato.

Só uma questão de dias. Está “nos finalmentes”.

Ao mesmo tempo, pessoas muito próximas também garantem que ele, Luciano, desistiu da política ou de se candidatar no ano que vem.

Talvez numa ocasião.

E que seu próximo destino será as tardes do domingo, como se imaginava e com o “Caldeirão” mesmo, em um formato um pouco diferente do atual. Chance até de exibição ao vivo.

Há o entendimento, inclusive, que essa comunicação, a de continuar na televisão e desistir da eleição, irá acontecer ao mesmo tempo. Na mesma hora.

A melhor maneira para isso é que ainda está sendo buscada.

Por isso, vindo a acontecer, colocará um ponto final em mais dois suspenses: um, de ordem política, e, outro, que vem desde o anúncio da saída do Faustão.

Leia mais:  Ex-Ministro diz que Carlinhos Maia pode responder por crime sanitário
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana