conecte-se conosco


Moda e Beleza

Olheira – O que é, causa, tratamento e como evitar

Publicado

Nem sempre é possível evitar a olheira, apesar disso certos cuidados diários diminuem os sinais. Por exemplo, não fumar e usar protetor solar.

Existem vários tipos de olheiras, dentre elas, as amarronzadas. Elas são provocadas pelo excesso de melanina. Olheira nada mais é que a concentração anormal de vasos sanguíneos ou melanina embaixo da pálpebra inferior. Elas podem ser genéticas. Outro tipo de olheiras comuns, são as azuladas ou roxas. Conforme, essas se originam dos vasos sanguíneos que irrigam a região.

Além disso, elas podem aumentar o tamanho, seja por motivos genéticos ou factuais. Como a pele da região é fina, qualquer que seja a alteração vascular ou da pigmentação fica bem evidente. A rinite ou sinusite são as mais atingias pelas olheiras vasculares. Entretanto, não se engane, elas também podem surgir depois de uma noite maldormida.

Pessoas com anatomia que diminui o volume da gordura local, sofrem com essa falta, o que, portanto, provoca um sombra aprofundada. A idade também favorece o surgimento das olheiras.

Diferença entre olheiras e inchaço

O fato de ela não mudar de cor, porém deixar a região inchada, o que dá aparência de cansaço é o inchaço. São as bolsas infra-palpebrais que são formadas a partir da gordura que existe normalmente ao redor dos olhos. Com o passar dos anos, embora, a musculatura perde parte do se tônus, o que faz liberar essa gordura, formando a bolsa.

Por isso é mais comum nos idosos. Porém, o acúmulo de líquidos também causa inchaço. As olheiras podem, também, serem mistas, ou seja, se formando a partir de componentes variados já citados.

Prevenção e como tirar

Na verdade, nem sempre é possível evitar as olheiras, mas cuidados diários diminuem os sinais. Por exemplo, não fumar e usar protetor solar. Usar hidratantes específicos para a área dos olhos e evitar ficar coçando também ajuda. Além, é claro, de ter uma boa noite de sono. Quanto antes começar a prevenir, mesmo que genética, menos evidente ela se tornará.

A maioria dos cremes vendidos tem uma ação majoritária clareadora, o que funciona apenas para olheiras que são formadas a partir do acúmulo de melanina. Então, se você possui olheiras vasculares ou a bolsa, utilizar compressas geladas fazem melhor efeito.

Tudo porque a circulação local é diminuída, daí o inchaço e vasos tendem a diminuir. Mas não deixe muito gelada, pois pode acabar queimando, já que a pele é muito sensível. As que surgem pelo déficit de gordura ou formato facial, devem ser resolvidas no consultório, com procedimentos específicos. O ideal é procurar um dermatologista.

Tipos de olheiras

Olheiras: O que é, como tratar e evitar

Olheiras: O que é, como tratar e evitar

Olheira vascular: São as olheiras com coloração azulada, roxa ou vermelha e surgem pela má circulação do sangue, após noites ruins de sono ou pessoas que possuam a pele muito clara e fina.

Olheira pigmentar: O excesso de melanina provoca esse tipo de olheira. É caracterizado, portanto, por manchas marrons e são mais comuns em pessoas com a pele negra.

Olheira profunda: Devido a falta de volume na região ocular, esse tipo de olheira surge. É o que chamam de “olho fundo”, e surge, todavia devido à genética ou quem perdeu um preenchimento natural da área ao envelhecer e perder uma quantidade excessiva de peso.

Olheiras mistas: O tipo mais comum, que nada mais é que a mistura dos outros tipos citados acima.

O que causa

Muitas são as causas do surgimento das olheiras. Elas variam de acordo com cada tipo. Enfim, as causas são: Hereditariedade, acúmulo de vasos, má circulação, noites ruins de sono, excesso de melanina, tabagismo, consumo de álcool e drogas, doenças respiratórias, estresse, foto proteção inadequeada e a própria estrutura óssea do rosto. Além do próprio envelhecimento.

As olheiras em crianças também existem e é principalmente causado por genética. Outro fator são os problemas alérgicos e outras patologias que causam congestão na face, dificultando a circulação.

Enfim, quando a olheira já estiver de forma persistente, sem apresentar nenhum tipo de melhora, gerando incômodo e desconforto, procure um dermatologista.

Tratamento

Variam bastante sobre o tipo de olheira. Em olheiras vasculares, por exemplo, é indicado conversar com o dermatologista sobre luz intensa pulsada, lasers, drenagem linfática, ou preenchimento com ácido hialurônico. Em farmácias, procure por cremes com cafeína, que ajudam a ativar a circulação.

Já as pigmentares requerem o uso de peelings de ácido tioglicólico, lasers e cosméticos que contenham alfa arbutin. As profundas necessitam de ácido hialurônico. As mistas, aliás, devem ser discutidas com o médico responsável para um tratamento personalizado.

Normalmente são indicados mas de um tipo de tratamento, para se complementarem. Não dá pra afirmar qual o mais eficaz, já que cada problema varia de forma individual. Em casos mais raros, a cirurgia de remoção de excesso de pele ajuda a diminuir as olheiras.

A tatuagem para olheiras é uma técnica estético-reparativa. É feita como a tatuagem convencional, usando o mesmo método, contudo, a diferença é que como a região a ser aplicada é mais sensível, exige cuidados maiores.

Receitas caseiras e dicas para tirar olheira

Olheira: O que é, como tratar e evitar

Se as suas olheiras forem superficiais, são, primordialmente, mais fáceis de tratar, confira algumas dicas a seguir:

Compressa de água fria; Sachê de chá de camomila gelado: a camomila contribui, inegavelmente, para a melhora da circulação nas olheiras, deixe atuar por 10 minutos; Rodelas de pepino: O pepino melhora a tonicidade dos vasos locais e dos aspectos das olheiras; Gazes embebidas em leite: Como possui ácido lático, ele hidrata, renova e clareia a pele. Bata 100 ml de leite com mamão papaia e aplique na região por 15 minutos, lavando bem, em seguida; Massagens na região, com babosa, ou óleo de coco, amêndoas e essencial de menta; Usar máscaras de argila.

Leia mais:  Biquínis e fendas: Lívia Andrade arrasa nos looks primavera-verão

publicidade

Moda e Beleza

Aprenda a lavar o rosto do jeito certo

Publicado

Conheça os quatro tipos de pele existentes e os seis principais passos para higienizar corretamente o rosto para tê-lo sempre limpo e saudável

A higienização diária do rosto é fundamental para manter uma pele sempre linda, jovem e saudável. Esse processo pode parecer simples, mas não é. A rotina skincare requer um passo a passo a ser seguido para que sua pele não fique oleosa e propensa a acne, cravos e espinhas.

Para te ajudar nesse processo, conversamos com a médica dermatologista Barbara Carneiro e reunimos as principais dicas de como fazer a higienização da pele do rosto da maneira correta e eficaz. Antes, é preciso que você saiba qual é o seu tipo de pele com base na SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Reconheça abaixo!

Fontes consultadas:

Dra Barbara Carneiro, dermatologista e membro da Associação Brasileira de Medicina Estética e Sociedade Portuguesa de Medicina Estética (CRM-SP 202968). Entrevistada em: outubro, 2021
SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia): [internet]. Acesso em: outubro, 2021

Fonte: R7.

Leia mais:  Maquiagem de Ano-Novo: 6 ideias com as principais tendências de make
Continue lendo

Moda e Beleza

Joias de luxo, Shein e carrões: modelo do ES vira fenômeno na China

Publicado

Beatriz Schwan trabalha até 20 horas por dia. Após quase 2 anos morando em Shangai, hoje, ela é uma das modelos mais requisitadas em todo o Oriente

Beatriz Schwan trabalha até 20h por dia na China. De domingo a domingo. A quase 12 horas à frente do horário de Brasília, em Shangai, a modelo capixaba comemora: “Nem os grandes mercados da moda internacional, como Milão, Paris e Nova York, estão tão aquecidos quanto a China está. A produção no Oriente é muito diferente, o chinês está em um outro nível de ser”.

Na rotina da jovem de 24 anos de idade do outro lado do mundo é comum pegar um avião, chegar a uma cidade cenográfica e fotografar. Aliás, esse é um dos diferenciais de ser modelo na China. O país oriental possui municípios, sim, delimitados, que são construídos “só” para agências trabalharem com publicidade. “Tem tudo normal, restaurantes, cafeterias, supermercados, lojas… Mas quando você abre, como se fosse entrar, é tudo de mentira. E são cidades enormes que são construídas só para isso”, completa.

A captura das imagens é tão enorme quanto os cenários, como ela mesma confidencia: “Geralmente são vários fotógrafos, grua, imagens aéreas e drones que as produções posicionam para fazer as fotos”.

Beatriz deixou o Espírito Santo há quase dois anos para morar na China. De lá para cá, fotografou para as maiores labels do mundo todo: a famosa Shein, Harry Winston, de joias de luxo, Nissan, Gap, Tommy Hilfiger e Ellassay.

Por enquanto, não pensa em sair de lá. “Para mim está sendo maravilhoso. Meu fluxo de trabalho aqui é maior. Eu tenho que considerar isso. A carreira de modelo está mais duradoura, mas é uma oportunidade que muita gente queria ter e não tem. Porque não é todo mundo que consegue estar aqui, fazendo o que eu estou fazendo. E tenho vontade de conhecer outros países, mas eu amo a China e penso em ficar aqui por enquanto”, adianta.

No Brasil, Beatriz é agenciada pelo booker Anderson Bonella, da Andy Models, de Vila Velha. Segundo ela, o profissional a aconselhou a dar uma desacelerada e avaliar, sim, a possibilidade de trabalhar em outros países para diversificar a carta de trabalhos.

Sobre fazer tanto sucesso na Ásia, Beatriz avalia: “Os clientes me conhecem, minha agência me ajuda muito. Muito modelo vem para cá e só quer ficar 3 meses, não leva tão a sério… E eu entendo que eu trabalho com isso, que isso é a minha empresa, confio nisso. É uma qualidade de vida muito boa que eu tenho aqui. E tem a questão de a conta bancária crescer, né? (Risos)”.

Com Beatriz a trajetória foi mais ou menos assim, só que a dedicação foi integral. “Minha primeira vez (na China) foi em 2019. Passei 3 meses e voltei ao Brasil. Aí depois vim para cá em março do ano passado e aqui estou há um ano e 7 meses. Vim para ficar sem data para voltar, mas a pandemia trouxe oportunidade também. Os modelos que já estavam aqui não podiam sair e os de fora não podiam entrar, então todos os trabalhos foram demandados para a gente. E eu percebi que em outros mercados internacionais a moda não teve tanta força como aqui”, pondera.

“Acho que o sucesso que faço aqui também se dá pela aparência física, que os orientais valorizam muito. Eles gostam de cabelo escuro, sobrancelha marcada, o olho não tão redondo, a pele muito branca…”, enumera.

O próximo grande plano da capixaba é, definitivamente, aprender a falar chinês fluentemente. “Eu sei o básico, mas, Nossa Senhora, só consigo me comunicar. Quero fazer aulas para aprender direito, que será muito bom para o dia a dia aqui”, termina.

Leia mais:  Capixaba cria marca moda praia para os homens, com peças para lá de originais
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana