conecte-se conosco


Mundo Cristão

Onda anticristã no Canadá já registra 45 igrejas incendiadas por terroristas

Publicado

Uma evidente campanha anticristã está em marcha no Canadá, com o registro de 45 igrejas incendiadas. Alguns dos templos foram completamente consumidos pelo fogo.

A onda de ataque a igrejas, em especial católicas, começou após a descoberta de centenas de túmulos de crianças indígenas em terrenos de templos católicos erguidos em território dos povos nativos canadenses.

Descoberta de novas covas clandestinas indígenas aumenta revolta no Canadá  e igrejas são incendiadas - Brasil 247

Conforme relatado pelo portal Charisma News, terroristas responsáveis pelos ataques são entusiastas extremistas da ideologia marxista, com o propósito de amedrontar cristãos canadenses que se mantém fiéis ao exercício da fé.

“Incendiar igrejas não é uma solidariedade conosco, povos indígenas. Como eu disse, não destruímos os locais de culto das pessoas”, disse Jenn Allan-Riley, ministra pentecostal assistente da Living Waters Church durante uma entrevista coletiva na semana passada.

Federação Anarquista 🏴 Notícias anti-capitalistas e informações  anti-fascistas

“Estamos preocupados com o incêndio e destruição de igrejas, trazendo mais conflitos, depressão e ansiedade para aqueles que já estão com dor e luto”, acrescentou Jenn, referindo-se ao escândalo das centenas de túmulos.

Ao todo, 17 dos 45 templos de igrejas evangélicas e católicas atacados sofreram danos por incêndio ou foram totalmente queimados.

O portal canadense The Counter Signal relatou os incêndios e o vandalismo em seis províncias e nos Territórios do Noroeste. Alguns dos ataques ocorreram no coração do território da Primeira Nação.

A Real Polícia Montada do Canadá disse que está investigando os incêndios nas igrejas para ver se eles possuem ligação entre si.

Os terroristas também têm atacado igrejas sem ligação com a Igreja Católica Romana. Na semana passada, o prédio que abrigava a Igreja House of Prayer Alliance na cidade de Calgary, província de Alberta, foi incendiado.

O chefe do batalhão, Keith Stahl, disse à emissora CBC News que o fogo foi confinado à parte externa do prédio, mas o interior sofreu fortes danos pela fumaça. A polícia acredita que o incêndio foi intencionalmente feito, mas não tem suspeitos.

“Nós somos refugiados. Escapamos do Vietnã para vir aqui e obter mais liberdade, para viver, e nós consideramos que seja um bom país, mas agora isso ocorreu à nossa igreja. Talvez não seja seguro viver aqui no Canadá em comparação com o Vietnã”, declarou o pastor Thay Nguyen, líder da The Calgary Vietnamese Alliance Church, uma das igrejas atacadas.

Leia mais:  Local da morte de George Floyd vira ponto de evangelização e ação sobrenatural de Deus
publicidade

Mundo Cristão

Silas Malafaia critica silêncio da mídia sobre fé de Rayssa Leal e Ítalo Ferreira

Publicado

O pastor Silas Malafaia usou sua conta oficial no Twitter na segunda-feira (27) para criticar o silêncio da mídia acerca da fé cristã dos ícones olímpicos brasileiros: a skatista Rayssa Leal e o surfista Ítalo Ferreira. Para o pastor, se os dois atletas promovessem a agenda progressista haveria “ampla divulgação”.

“A imprensa cretina, parcial, que apoia o lixo moral! Se Rayssa e Ítalo falassem que apoiam a causa LGBTQI+ ou se tivessem uma relação homo, isso teria ampla divulgação. Como os fundamentos deles são cristãos, isso não interessa divulgar. Inescrupulosos!”, escreveu o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (Advec).

Com apenas 13 anos de idade, Rayssa conquistou o Brasil e levou a medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio. De família cristã, a pequena faz questão de dedicar suas inúmeras vitórias a Deus. Antes de partir para o Japão, ela recebeu oração na Igreja Batista de Imperatriz, no Maranhão, que frequenta junto com os pais e irmãos. De acordo com o pastor Jefferson Dantas, a família “sempre pede oração antes das grandes competições”.

Família de Rayssa frequenta a Igreja Batista de Imperatriz Foto: Reprodução

Primeiro campeão olímpico da história do surfe, Ítalo Ferreira levou o ouro nos Jogos de Tóquio após muito treino e propósito de oração, às 3h da madrugada. De acordo com o medalhista, sua trajetória no Japão foi marcada pela frase “diz amém que o ouro vem”.

“Tá lá do lado da minha cama essa frase que eu falei no início [“diz amém que o ouro vem”]. Todo dia eu orei às 3h da manhã, pedi a Deus que ele realizasse meu sonho. E tá aí, meu nome está escrito na história do surfe […] Eu acreditei até o final, treinei muito nos últimos meses, e Deus realizou meu sonho. Só tenho agradecer a Deus, em primeiro lugar, por me dar a oportunidade de fazer o que eu amo, ajudar as pessoas, ajudar a minha família”, declarou o atleta, em entrevista ao Sport TV.

Italo Ferreira comemora ouro olímpico no surfe - Foto: Reprodução

Italo Ferreira comemora ouro olímpico no surfe – Foto: Reprodução

Em 2019, ao ganhar o título de campeão mundial da World Surf League (WSL), o surfista fez questão de, durante sua carreata da vitória, parar diante de uma igreja em Natal a fim de levar seu prêmio ao altar. Na ocasião, Ítalo se ajoelhou e orou para agradecer a Deus.

Leia mais:  Covid-19: cristãos vão às ruas do Peru para pedir reabertura das igrejas fechadas há 7 meses
Continue lendo

Mundo Cristão

Olimpíadas de Tóquio: missionários evangelizam e oram por atletas nos bastidores

Publicado

“Achei que me tornar um campeão olímpico seria o melhor momento da minha vida, mas tive uma sensação de vazio depois de ganhar uma medalha de ouro”. Foi assim que se sentiu Jason, um atleta que conquistou o ouro no wrestling durante os Jogos Olímpicos.

Enquanto alguns lidam com a frustração de não conseguir medalhas, outros lutam com outras questões pessoais. É por isso que o movimento Atletas em Ação (um ministério da Cruzada Universitária para Cristo – CRU), está presente em Tóquio, cuidando dos atletas que representam seus países nos Jogos Olímpicos de 2021.

Além de orar e discipular os atletas olímpicos, os capelães do Atletas em Ação estão distribuindo Bíblias em quatro idiomas diferentes. A “Bíblia do Atleta Luta e Triunfo” foi projetada para ter, além das Escrituras, testemunhos e devocionais.

À medida que os atletas recebem essas Bíblias e ouvem o Evangelho, suas vidas são impactadas. Foi o que aconteceu com Jason.

“Não sabia que havia coisas melhores na vida do que ganhar medalhas de ouro”, disse Jason. “Agora sei que não há outra coisa na vida que seja mais gratificante do que um relacionamento com Jesus Cristo.”

Impacto nos bastidores

Um dos capelães que tem feito a diferença no mundo do esporte é o africano Magloire Pilabana. Desde o lançamento do Atletas em Ação no Togo, ele serviu como capelão do time de futebol do Togo na Copa do Mundo, no Campeonato Mundial de Atletismo na Alemanha e nos Jogos Olímpicos de Londres e Rio de Janeiro.

“Comecei o ministério com jogadores profissionais de futebol. Tenho visto muitos jogadores de futebol virem a Cristo e serem batizados”, conta Magloire.

Recentemente, Magloire teve a oportunidade única de se juntar à seleção nacional de futebol do Togo. O resultado de sua atuação foi incrível: um homem que estava envolvido na feitiçaria pediu a ele uma oração e se entregou a Jesus. Ele está sendo discipulado por Magloire e sua equipe de ministério.

Convidado para servir como capelão em um torneio em Camarões, Magloire também viu muitos jogadores, e até mesmo um membro da federação de futebol, aceitarem Jesus. Muitos jogadores chegaram a queimar seus amuletos para renunciar suas antigas crenças.

Além disso, Magloire distribuiu uma tradução francesa da Bíblia para todos os jogadores, técnicos e oficiais da federação. “Toda a equipe, funcionários e jornalistas receberam uma Bíblia”, afirma. “Mais de 50% dos jogadores não são crentes, mas todos eles receberam uma Bíblia.”

Leia mais:  Papa Francisco dá alerta aos fiéis: ‘Desliguem a televisão e abram a Bíblia’
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana