conecte-se conosco


Segurança

Operação Estado Presente prende 26 pessoas e apreende seis armas de fogo na região noroeste

Publicado

Policiais militares e civis realizaram, nessa quarta-feira (10), a quinta fase da Operação Estado Presente. As ações aconteceram na região noroeste do Estado e, ao todo, 26 pessoas foram presas em cumprimentos de mandados e em flagrante.

A operação contou com a presença do secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, que participou de policiamento ostensivo no município de Pinheiros, acompanhado dos comandantes locais. O objetivo da ação é aumentar a sensação de segurança para a população local.


Em Colatina, um indivíduo foi detido pelo descumprimento de medida protetiva de urgência. Já em Ecoporanga, foram realizadas cinco prisões, sendo quatro por homicídio e uma por estupro.


No município de Barra de São Francisco, as equipes prenderam três pessoas pelo crime de homicídio. Uma arma de fogo calibre .38 e munições também foram apreendidas. Em Pancas, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Ao todo, mais de 230 policiais militares e civis foram empenhados na operação. O secretário Alexandre Ramalho destacou o empenho dos policiais da região e ressaltou a integração importante para melhores resultados.

“Conseguimos retirar homicidas, armas de fogo e outros criminosos de circulação. Esse é o objetivo da Operação Estado Presente e também do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, que no seu eixo policial faz o monitoramento constante da criminalidade. A região noroeste é muito importante e sempre temos um olhar voltado para os municípios que apresentam alterados índices de violência. Esperamos aumentar ainda mais essa sensação de segurança das pessoas que residem nessa área e empenho não vai faltar desses excelentes policiais que ali atuam”, afirmou Ramalho.

Reunião integrada

Leia mais:  6° BPM divulga resultados operacionais de março

Na manhã desta quinta-feira (11), o coordenador do programa Estado Presente em Defesa da Vida, o secretário de Estado Economia e Planejamento, Álvaro Duboc e o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, conduziram uma reunião de alinhamento com os comandantes de área em Colatina.

No encontro foram apresentados os dados de cada município, resultados de produtividade e discutidas ações de auxílio e melhoria dos trabalhos de policiamento na região.

Segundo Duboc, em reuniões de alinhamento com os comandos das forças de segurança é feita a aproximação da gestão estratégica da área operacional. “Aprofundamos o conhecimento sobre desafios e iniciativas de cada Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) e, dessa forma, podemos revisar o planejamento do Programa Estado Presente em Defesa da Vida”, disse.

publicidade

Segurança

Suspeito de homicídio na Bahia é preso enquanto trabalhava no Aeroporto de Vitória

Publicado

O homem responde pelo crime de homicídio qualificado na cidade de Teixeira de Freitas

A Polícia Federal prendeu, na noite de sexta-feira (22), um foragido da Justiça da Bahia que estava trabalhando em obras na área do Aeroporto de Vitória.

O homem responde pelo crime de homicídio qualificado na cidade de Teixeira de Freitas. Por conta disso, havia um mandado de prisão preventiva decretado contra ele. 

A Polícia Federal informou que faz verificações de antecedentes criminais das pessoas que atuam nas áreas controladas do aeroporto da capital capixaba.

O foragido havia sido contratado dois dias antes. Ele não resistiu à ordem de prisão dos policiais e disse: “Vocês me acharam, né?”. 

Se condenado pelo Tribunal do Júri, o homem pode receber uma pena de até 30 anos.

A equipe de reportagem entrou em contato com a Zurich Airport Brasil, que administra o Aeroporto de Vitória, para saber como aconteceu a contratação do suspeito, mas ainda não obteve retorno. 

O posicionamento será acrescentado assim que for enviado. 

Leia mais:  Solenidade alusiva aos 40 anos do 4º BPM é marcada pela entrega das primeiras medalhas “Convento da Penha”
Continue lendo

Segurança

Ação da Sefaz apreende 23 pneus de caminhão vendidos sem nota fiscal

Publicado

Uma ação dos auditores fiscais da Secretaria da Fazenda (Sefaz) apreendeu 23 pneus de caminhão que estavam sendo vendidos sem nota fiscal. Os produtos apreendidos foram avaliados em R$ 40 mil e foram recolhidos de lojas nos municípios de Serra, Cariacica, Aracruz e Linhares.

“Existe a suspeita de que as irregularidades nessas lojas estejam acontecendo desde o ano passado. Agora iniciaremos uma auditoria para avaliar todo o estoque das empresas, o que pode aumentar a quantidade de irregularidades encontradas e, consequentemente, o valor das autuações”, disse o auditor fiscal da Receita Estadual, Huesley Anderson Campos.

A ação aconteceu na última terça-feira (19). Após as apreensões, as empresas serão autuadas pelas mercadorias encontradas sem documento fiscal e demais inconsistências que porventura sejam identificadas

Leia mais:  Irmão de um dos traficantes mais procurados do ES é preso
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana