conecte-se conosco


Camisa 10

Otimista para reação no sábado, Aldo diz que não volta aos penas

Publicado

Antes de luta no sábado, Aldo garante permanência nos galos: “Estou muito bem na categoria”

José Aldo estará em ação no próximo sábado para sua 36ª luta na carreira, mas apenas a terceira na categoria peso-galo. O ex-campeão peso-pena do UFC enfrentará Marlon Vera no último card de 2020, no UFC Apex, em Las Vegas, e já avisou que, independentemente do resultado, seu futuro é mesmo na categoria até 61kg. Em duas lutas, foram duas derrotas.

O “Campeão do Povo” estreou na categoria em dezembro de 2019, quando perdeu para o também brasileiro Marlon Moraes, numa decisão dividida em Las Vegas. Depois, mesmo vindo de derrota, enfrentou o russo Petr Yan pelo cinturão vago dos galos e foi nocauteado no último round, em julho, na Ilha da Luta.

José Aldo enfrentará Marlon Vera no UFC deste sábado — Foto: Evelyn Rodrigues

– Sobre a primeira luta que fiz (nos galos), ganhei claramente, não tem nem discussão. Levei a luta para todo mundo julgar e todo mundo deu a minha vitória. No Sherdog aparece “derrota”, mas não vejo assim. E a última acabei lutando pelo título, almejei grande e acertei grande, isso faz parte, fiz uma grande luta com Petr. Hoje em dia não me vejo voltando aos penas. Com tudo que possa acontecer, estou muito bem na categoria, me sentindo forte para essa categoria, então não passa pela minha cabeça hoje mudar de novo e subir para os penas – disse o lutador.

Mas, vindo de derrota numa luta pelo cinturão, José Aldo dessa vez entrará no octógono sem ter o título fixamente em mente. Ele sabe que não terá essa chance de novo imediatamente. Agora, ainda que a meta seja essa, o foco é apenas no próximo passo.

José Aldo vem de derrota para Petr Yan, em luta pelo cinturão no UFC 251, em julho, na Ilha da Luta — Foto: Getty Images

– Não me vejo ganhando e falando em disputar cinturão ou algo do tipo, isso nem está na minha mente. Tenho é que vencer, fiz minha carreira em cima de vitórias, e é isso que busco sempre, sempre estar vencendo. Desde que entrei no esporte sempre vou procurar isso (…). Não faço nenhuma expectativa de pensar no cinturão. Primeiramente tenho que vencer, vencer, vencer, e lá na frente ver o que vou conseguir. Sábado tenho o Marlon e tenho que vencê-lo, e depois vai chamar outro, e outro, e depois disso vejo o que acontece.

Se hoje lutasse no peso-pena um duelo sem cinturão, José Aldo poderia bater até 66,2kg. Agora, no peso-galo, seu limite para o confronto no sábado é 61,7kg. A diferença é de 4,5kg. Conhecido por sempre sofrer para chegar ao peso-galo quando lutava na categoria mais pesada onde foi dominante por muitos anos, Aldo garante que a decisão mais acertada foi ter descido de peso. O sofrimento, segundo ele, diminuiu.

– Para a minha saúde foi ótimo ter baixado, a alimentação fica mais sadia, como coisas boas, isso te dá uma energia boa para treinar melhor, fazer grandes performances. Foi uma coisa que só me ajudou, diferente do que todo mundo imaginava, que seria uma coisa bem difícil, que ia sofrer pra caraca, mas não, pelo contrário, tive muito mais facilidade de bater o peso nos galos que nos penas.

Aldo também assumiu a culpa por fazer do corte de peso sempre um suplício para ele e para quem lhe acompanhava nas lutas.

– Era muito mais culpa minha, nem tanto do treinador, da médica, de todo mundo, era muito mais minha mesmo, de não querer perder peso e manter como sempre fiz. Estava ótimo também (ganhando títulos), então não via como baixar de peso. Mas logo que comecei a me alimentar melhor, que fui à nutricionista e ela passou toda a dieta, tive muito mais qualidade de vida.

José Aldo, 34 anos, garante que a dieta é baseada em coisas que já gosta de comer, sem nenhum grande sacrifício. Há apenas algumas limitações no dia a dia, como comer massa à noite.

– Como de tudo, a dieta é baseada naquilo que gosto, que sempre comi. Apenas quando fecha uma luta começo a fazer uma dieta mais rigorosa, mas continuo comendo coisas boas, que sempre comi. Eu comia massa todo dia, mas tive que evitar um pouco mais. Durante o dia, no almoço, posso almoçar minha massa normalmente, mas à noite não, dou uma segurada.

Leia mais:  COI admite cancelar Olimpíada se pandemia da covid-19 não melhorar

publicidade

Camisa 10

Kleber Andrade será palco de jogos pela Copa do Brasil Sub-17 e Copa ES durante esta semana

Publicado

Principal palco esportivo do Espírito Santo, o Estádio Estadual Kleber Andrade, em Cariacica, vai receber três jogos de futebol durante esta semana. A primeira partida já acontece nesta terça-feira (21), às 15 horas, entre Porto Vitória e Atlético Mineiro, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil Sub-17.

A equipe capixaba chega para a disputa confiante, após vencer os dois confrontos contra o São Raimundo, de Roraima. A primeira partida, disputada também no Kleber Andrade, terminou com o placar de 3 a 0 para o Porto Vitória. Já o segundo jogo, disputado no estádio Canarinho, teve o placar de 2 a 1.

O segundo jogo contra a equipe mineira está marcado para a próxima terça-feira (28), às 16 horas, no Sesc Alterosas, em Minas Gerais. Quem avançar para as semifinais pega o vencedor da partida entre São Paulo e Fluminense.

Copa ES

Na quinta-feira (23) e no domingo (26) as partidas serão válidas pela terceira rodada da Copa Espírito Santo, sempre com início as 15 horas.

O primeiro jogo, pelo Grupo A, será entre Vilavelhense e Porto Vitória. A equipe de Vila Velha lidera a competição com seis pontos, enquanto o Porto Vitória, que ocupa a quinta colocação, tem uma vitória e uma derroa.

A segunda partida será válida pelo Grupo B. Vice-lanterna com apenas um ponto ganho, o Aster recebe o Real Noroeste, segundo colocado do grupo com quatro pontos.

Vacinação

Além dos jogos, o Klebão vai receber durante esta semana um mutirão de vacinação contra a Covid-19, organizado pela Prefeitura de Cariacica. A imunização coletiva acontecerá no sábado (25), das 8  às 17 horas. O agendamento para vacinação deve ser feito diretamente pelo site da prefeitura.

Leia mais:  COI admite cancelar Olimpíada se pandemia da covid-19 não melhorar
Continue lendo

Camisa 10

Cristiano Ronaldo leva golpe de quase R$ 2 mi no cartão de crédito

Publicado

Agente de viagens de Portugal deu golpe no craque do Manchester e em outros jogadores e personalidades do futebol mundial

Uma agente de viagens foi acusada e condenada em Portugal por aplicar um golpe de cerca de 288 mil euros (equivalente a quase R$ 1,8 milhões) no cartão de crédito do craque Cristiano Ronaldo.

Além dos atletas e de um empresário de jogadores, duas empresas que a mulher prestava serviço também devem ser ressarcidas. Segundo a imprensa portuguesa, a mulher usava as empresas para ressarcir as viagens não realizadas pelos atletas 

De acordo com informações publicadas na imprensa portuguesa, a golpista trabalhava em uma agência de viagens que faz atendimentos especiais para jogadores de futebol e grandes personalidades que precisam de condições especiais para viajar com a família.

Como oferecia esse serviço, a mulher tinha acesso aos cartões de Cristiano Ronaldo e outras personalidades do futebol.

Com a confiança dos jogadores, em um período de três anos, entre 2007 e 2010, a mulher desviou da conta bancária de Cristiano Ronaldo o pagamento para cerca de 200 viagens que ele nunca fez.

Ainda de conforme a imprensa portuguesa, a mulher foi para os bancos dos réus em 2017, e foi condenada a pena de quatro anos, além de ter sido obrigada a ressarcir todo prejuízo financeiro que ela deu para as vítimas.

Além de Cristiano Ronaldo, a agente de 53 anos deu golpe em outros jogadores portugueses, como Nani e Manuel Fernandes. Esses dois teriam sofrido prejuízo de cerca de 350 mil euros (equivalente a R$ 2,1 milhões) 

Além de Cristiano Ronaldo, a agente de 53 anos deu golpe em outros jogadores portugueses, como Nani e Manuel Fernandes. Esses dois teriam sofrido prejuízo de cerca de 350 mil euros (equivalente a R$ 2,1 milhões).

Na época que estava sendo vítima de golpes, o craque português estava na primeira passagem pelo Manchester United e, no período, trocou o time inglês pelo Real Madri, em uma das mais caras transferências no futebol mundial.

Leia mais:  Paratletas capixabas são homenageadas em palestra do presidente do COB no ES
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana