conecte-se conosco


Política Nacional

Pacheco assume Presidência nesta sexta pela 1ª vez devido a viagens de Bolsonaro, Mourão e Lira

Publicado

Presidente do Senado fica à frente do Executivo enquanto Bolsonaro cumpre agenda na Guiana. Mourão viajou ao Uruguai, e Lira está em Nova York

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), assume nesta sexta-feira (6) de forma interina a Presidência da República. É a primeira vez que o senador mineiro fica à frente do Palácio do Planalto.

Terceiro na linha sucessória, Pacheco ficará à frente do Executivo porque o presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), estão em viagens ao exterior.

Bolsonaro tem agenda nesta sexta-feira em Georgetown, na Guiana, com previsão de retornar a Brasília no final do dia.

Mourão está desde quinta-feira (5) em Montevidéu, no Uruguai, onde terá encontro com a vice-presidente daquele país, Beatriz Argimón, nessa sexta. Mourão retorna no sábado (7) a Brasília.

Já Lira, que viajou para Nova York, nos Estados Unidos, não divulgou sua agenda de compromissos.

Durante entrevista na quinta-feira (5), Rodrigo Pacheco disse que cumprirá “a obrigação constitucional” de assumir o Executivo, mas que não terá nenhuma agenda presidencial nem assinará medidas porque estará na função por “um período muito curto”.

Leia mais:  Ministro no Estado: Rose acerta vinda do ministro Tarcísio de Freitas ao ES no dia 28

Eleições

Mourão e Lira viajaram para o exterior porque planejam concorrer nas eleições de outubro. Mourão é pré-candidato a uma vaga no Senado pelo Rio Grande do Sul, enquanto Lira tentará a reeleição como deputado federal por Alagoas.

Pela legislação, se eles assumirem a Presidência neste período pré-eleitoral, mesmo que por um dia, só poderão concorrer ao cargo de presidente em outubro

Já Pacheco está na metade do mandato de Senador e não pretende disputar as eleições.

A situação deve se repetir entre 6 e 10 de junho, quando Bolsonaro deve ir a Los Angeles, nos Estados Unidos, para participar da nona Cúpula das Américas, a convite do presidente norte-americano, Joe Biden.

Bolsonaro na Guiana

Bolsonaro realiza nesta sexta-feira a viagem à Guiana que estava prevista para janeiro deste ano. Na ocasião, após visitar o Suriname, o presidente cancelou a agenda em razão da morte da mãe, Olinda, aos 94 anos, no interior de São Paulo.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, Bolsonaro visita a Guiana a convite do presidente Mohamed Irfaan Ali, com quem terá reuniões em Georgetown para discutir temas como comércio, infraestrutura, energia e cooperação em defesa e segurança. Os presidentes também participarão de uma cerimônia de Troca de Atos Internacionais.

publicidade

Política Nacional

Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo terão que devolver R$ 10 milhões aos cofres públicos

Publicado

A 8ª Câmara Criminal do Rio fixou em R$ 10 milhões a quantia que o ex-governador Sérgio Cabral e a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo terão que pagar a título de reparação dos prejuízos causados aos cofres públicos no período que vai de 19 de agosto de 2008 a 03 de abril de 2014.

Os dois foram condenados no ano passado pelo crime de peculato pelo uso particular de helicópteros do Governo do Estado para transporte de familiares, funcionários, políticos e amigos. O valor ainda sofrerá atualização monetária e juros de mora de um por cento ao mês contados desde abril de 2014.

Leia mais:  Sergio Moro pede a Guedes crédito de R$ 1 bilhão para segurança
Continue lendo

Política Nacional

Mario Frias sofre infarto e é levado para UTI de hospital em Brasília

Publicado

Segundo boletim médico, o ex-secretário de Cultura está internado na UTI sem previsão de alta

O ex-secretário especial de Cultura Mario Frias foi internado na noite de segunda-feira (4), com quadro de “infarto agudo do miocárdio”. Frias divulgou um boletim médico nas redes sociais que informa que foi necessário que ele passasse por um cateterismo com retirada de trombos.

Ele está internado na UTI do Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, em Brasília. Não há previsão de alta. Por conta do estado de saúde, ele informou que cancelou a agenda dos próximos dias.

Frias tem 50 anos e já foi internado em outras ocasiões para passar por procedimentos no coração. Em 11 de dezembro de 2020, o ex-ator fez um cateterismo de emergência após sentir mal-estar. Ele precisou refazer o procedimento em maio de 2021.

O cateterismo cardíaco pode ser realizado para diagnosticar ou tratar doenças do coração. O procedimento é feito com a introdução de um catéter na artéria do braço ou da perna, até o coração.

Leia mais:  Bolsonaro atualiza regras sobre convocação de militares da reserva

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana