conecte-se conosco


Segurança

Pagamento por aproximação: dicas para você se proteger de golpes

Publicado

Os cartões de crédito e débito que possuem a modalidade de pagamento por aproximação são cada vez mais utilizados pelos brasileiros, é uma modalidade de pagamento que mais cresce no Brasil. O número de operações feitas por aproximação aumentaram 8 vezes entre 2021 e 2022. Mas para você se beneficiar dessas transações mais rápidas é preciso tomar alguns cuidados.

O pagamento por aproximação é uma facilidade a mais oferecida pelos bancos e fintechs para facilitar nossa vida no momento de realizar uma compra usando um cartão, seja ele de débito ou crédito. Essa tecnologia é chamada de Contactless, em outras palavras, os cartões com essa tecnologia possuem um chip que funciona através de ondas eletromagnéticas, basta aproximar o cartão da maquininha que o pagamento é concluído, e na maioria das operações sem a necessidade de digitar uma senha. Fique atendo a isso!

Se você usa o aplicativo do seu banco, ative as notificações

Além de ficar de olho no extrato, você pode ativar as notificações do aplicativo para ser avisado sempre que uma nova compra é realizada. Assim, você consegue identificar rapidamente quais compras são suspeitas e, se for uma operação que você não fez, “corra” e providencie o bloqueio do cartão imediatamente com o seu banco.

Não deixe de conferir o valor antes de confirmar a transação

O pagamento por aproximação faz com que as transações sejam mais dinâmicas e muitas vezes esquecemos de conferir o valor antes de efetuar o pagamento. É ou não é verdade? Dobre a sua atenção nesta etapa! Quando usamos a senha para confirmar o pagamento temos a oportunidade de conferir o valor da compra, pois o valor aparece o tempo todo na tela da maquininha. Mas nas transações por aproximação na maioria das vezes a maquininha não pede para digitarmos a senha e nem lembramos de conferir o valor. Solicite sempre a sua via impressa para uma conferência futura.

Tenha atenção redobrada onde você guarda o cartão

Fique atento(a) com o lugar onde você deixa seu cartão, pois ele pode ser usado por qualquer pessoa sem sua autorização.

Leia mais:  PRF apreende 18 tabletes de crack com casal que estava com bebê de seis meses em carro na Serra

Fique atendo na distância entre o cartão e a maquininha

Com a tecnologia Contactless o pagamento pode ser feito em uma distância de até 4cm entre o cartão e a maquininha. Por isso, é indicado manter o cartão afastado até que você possa conferir o valor da transação. Na maioria dos casos a maquininha emite um som quando a leitura do cartão foi concluída.

É seguro pagar com aproximação do celular?

Essa operação também pode ser feita por aparelhos de celular que possuem tecnologia NFC, você pode fazer pagamentos no crédito ou débito apenas aproximando seu celular na maquininha do estabelecimento.

Utilizar um celular nesse tipo de operação é tão seguro quanto usar o cartão, mas mesmo assim é necessário ter atenção nos detalhes antes de efetuar o pagamento. As dicas a seguir servem para as duas modalidades de pagamento por aproximação, tanto com o celular quanto com cartão.

Não deixe da realizar uma conciliação das suas transações no extrato da sua conta

Com os aplicativos de cartão ou de instituições financeiras você não precisa mais esperar a fatura chegar para conferir as compras que realizou no último mês. Aproveite para conferir seu extrato periodicamente para ter certeza que você autorizou todas as transações listadas no extrato.

Bloqueie imediatamente o cartão em caso de perda ou roubo

Se você for assaltado ou perdeu o cartão, prossiga para o bloqueio do cartão pelo aplicativo, e informe ao seu banco sobre o ocorrido, o quanto antes. Assim, você se resguarda de possíveis “dores de cabeça” no futuro.

Como informar o meu banco de uma compra que não reconheço?

Se você tomou todos os cuidados acima, mas, mesmo assim, foi vítima de alguma fraude envolvendo compras por aproximação, a primeira providência é registrar Boletim de Ocorrência numa delegacia de polícia. Aliás, o comunicado à polícia deve ser feito inclusive quando você perceber o desaparecimento do cartão seja por qual motivo for. Em seguida, procure se comunicar imediatamente com o seu banco pedindo o bloqueio imediato do cartão e solicite o estorno do valor. Se houver negativa, o ideal é procurar os órgãos de defesa do consumidor. O último recurso é a Justiça.

Leia mais:  Estudante de medicina mata pai e mãe a facadas na Praia da Costa, em Vila Velha

Ah, não você não sabe o número?!?! Dá um Google aí com o nome do seu banco que normalmente aparece um número do SAC no resultado da busca. Normalmente para a sua segurança seu cartão será cancelado imediatamente e você receberá uma nova via em até 15 dias úteis. Um detalhe muito importante, o prazo máximo para realizar a contestação é de no máximo 45 dias após a data da compra, na maioria dos bancos.

É possível desativar a modalidade por aproximação?

Sim. A modalidade de pagamento por aproximação pode ser cancelada a qualquer momento, bastando, para isso, solicitar à sua instituição bancária que o serviço seja desabilitado.

Existe um limite definido para compras por aproximação?

O limite para pagamentos por aproximação orientado pelo Banco Central é de R$ 200,00 sem a solicitação de uma senha.

Investir em segurança é sempre um excelente caminho

Golpistas aproveitam da distração dos portadores do cartão e levam com eles uma máquina escondida, já comandada com um valor abaixo de R$ 200,00 e chegam o mais perto possível da bolsa de uma mulher ou do bolso de um homem, com a máquina previamente programada com uma compra de valor inferior e conseguem apropriar-se indevidamente do valor.

Atualmente, existem diversos bloqueadores de sinal que funcionam como capas para os cartões e evitam que eventuais golpes possam ocorrer enquanto o cartão estiver guardado em uma carteira ou bolsa, por exemplo.

Em resumo:

  • É seguro pagar com aproximação do celular? Sim!
  • Confira o valor antes de confirmar a transação.
  • Fique de olho na distância entre o cartão e a maquininha.
  • Acompanhe o extrato das suas transações.
  • Ative as notificações do aplicativo.

Bom, é um desafio muito grande, concorda comigo? Mas se você foi vítima de algum tipo de golpe não deixe de denunciar. Fique com o seu radar ativado para qualquer operação duvidosa.

publicidade

Segurança

Edital para novos delegados da PCES será publicado nesta quarta-feira (06)

Publicado

Serão ofertadas 40 vagas, com salário inicial de R$ 12.413,15.

O Governo do Estado, por meio da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) anunciou, na tarde desta terça-feira (05), a realização do concurso público para o cargo de delegado de Polícia Civil. O edital do certame será lançado nesta quarta-feira (06) e serão ofertadas 40 vagas para o cargo, com salário inicial de R$ 12.413,15.

As inscrições serão abertas às 10 horas desta sexta-feira (08) e prosseguem até as 18 horas do dia 29 de julho, no horário oficial de Brasília, Distrito Federal.

O concurso público será organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e contará com sete fases, sendo elas:

· Provas objetivas
· Provas discursivas
· Exame de aptidão física
· Exame de sanidade física e mental
· Exame psicotécnico
· Prova oral
· Avaliação de títulos e comprovação do cumprimento do tempo mínimo de prática forense ou em atividade policial, sindicância da vida pregressa e curso de formação profissional.

Leia mais:  Advogado é baleado durante tentativa de assalto na Serra

O candidato precisa preencher os seguintes requisitos para ingresso no cargo:

· Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Direito, devidamente registrado e fornecido por uma instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC);
· Comprovação de, no mínimo, três anos de prática forense, após a conclusão do curso de Direito, ou de, no mínimo, três anos de atividade policial, em qualquer instituição de segurança pública prevista no artigo 144 da Constituição Federal, devidamente comprovada.

O delegado de polícia tem como atribuições executar tarefas de polícia administrativa e judiciária, por meio de diligências e investigações para elucidação de infrações penais. Com salário inicial de R$ 12.413,15 e uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, sujeito a plantões ordinários e extraordinários.

O edital e demais informações sobre o concurso estarão disponíveis na página: http://www.cebraspe.org.br/concursos/pc_es_22_delegado

Continue lendo

Segurança

Pacotes falsos: agente de turismo é preso por aplicar golpes de viagens no ES e no Rio de Janeiro

Publicado

As investigações apontam que mais de 40 pessoas foram vítimas do agente de viagens que atuava em Marataízes, no Sul do Espírito Santo

Um agente de turismo, de 31 anos, foi preso no bairro Acapulco, em Marataízes, no Sul do Espírito Santo. Segundo a polícia, o homem teria ofertado, por meio de uma agência de viagens, falsos pacotes de excursões para pessoas do Espírito Santo e do Rio de Janeiro com valores abaixo do mercado.

A prisão foi realizada, na última segunda-feira (27), em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. As investigações da Polícia Civil apontam que mais de 40 pessoas foram vítimas do homem.

O titular da Delegacia de Marataízes, delegado Renato Barcellos, disse que diversos procedimentos investigativos foram abertos para apurar os golpes praticados pelo suspeito.

Além disso, segundo a polícia, o suspeito tem diversas petições protocoladas por advogados e várias reclamações no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES) sobre os pacotes de viagens ofertados para clientes e que não foram realizados. 

Leia mais:  PRF apreende 18 tabletes de crack com casal que estava com bebê de seis meses em carro na Serra

De acordo com o delegado, o homem aplicava o mesmo golpe desde 2019. 

“Os pacotes ofertados abaixo do valor de mercado eram comprados por terceiros, sem nenhuma garantia de que seriam cumpridos. O suspeito ofertava as viagens aos clientes com base na cotação do dia, referente a milhas que são comercializadas livremente em sites da internet. Antes de efetivar as compras, os clientes pagavam pelo valor indicado, porém, quando os compradores iriam de fato adquirir essas milhas correspondentes à viagem prometida pelo valor flutuante, já pago por eles, já havia subido ou as milhas tinham sido vendidas a outros negociantes”, explicou.

O suspeito, segundo o delegado, mesmo sabendo da probabilidade de frustração do acordo com as vítimas, mantinha os clientes no erro. As vítimas só descobriam o golpe no dia do embarque.

“O passo seguinte do investigado era tentar, por alternativas mais baratas, até que os clientes desistissem ou aceitassem outros pacotes totalmente diversos do que ele oferecia, uma vez que já estavam vulneráveis, obtendo, dessa forma, vantagem em cima das transações efetuadas pelas vítimas”, acrescentou o delegado.

Leia mais:  Suspeito morre após ataque à viatura da Polícia Militar em Cariacica

O suspeito mantinha uma agência de viagens no bairro Cidade Nova, em Marataízes, e tinha o registro de pessoa jurídica no cartório. Além disso, segundo a polícia, a empresa tinha redes sociais, por onde mantinha contato com os clientes e fazia propagandas para atrair a atenção deles. 

Após o suspeito ser detido, o estabelecimento teve as atividades encerradas e foi encaminhado um ofício ao Instagram para a suspensão da conta.

O suspeito, de acordo com a polícia, vai responder pelo crime de estelionato. Ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Marataízes e está a disposição da Justiça.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana