conecte-se conosco


Segurança

Pai da vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane, é assassinado no interior de Minas Gerais

Publicado

O crime aconteceu na noite de domingo e foi confirmado nesta segunda-feira pela assessoria de imprensa do prefeito Lorenzo Pazolini

O pai da vice-prefeita de Vitória, Capitã Estéfane, foi assassinado a facadas no interior de Minas Gerais. O crime aconteceu na noite de domingo (3) e foi confirmado na noite de segunda-feira (4) pela assessoria de imprensa do prefeito Lorenzo Pazolini.

Partidos definem vices em Vitória, Cariacica e Vila Velha para eleições  municipais | A Gazeta

Capitã Estéfane ao lado do prefeito de Vitória Lorenzo Pazolini.

O crime aconteceu na cidade de Goiabeira, onde o pai da vice-prefeita morava. Segundo a assessoria de Pazolini, Estéfane foi ao município mineiro resolver questões burocráticas referentes à liberação do corpo e ao sepultamento.

Por meio de nota, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que a perícia esteve no local para realizar os levantamentos iniciais e os materiais, que teriam sido usados no crime, foram apreendidos. A motivação será apurada pela Delegacia de Polícia Civil em Conselheiro Pena. 

Leia mais:  Advogado é baleado durante tentativa de assalto na Serra
publicidade

Segurança

Policial militar é preso suspeito de matar a esposa na frente da filha em Vitória

Publicado

Em nota, a Polícia Civil informou que o militar foi conduzido ao Plantão Especializado da Mulher e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil

Um policial militar foi preso em flagrante suspeito de matar a esposa, de 49 anos, após uma briga na noite de domingo (11), no bairro Jardim da Penha, em Vitória. O crime aconteceu dentro do apartamento do casal e na frente da filha deles,  de 11 anos. 

Vizinhos contaram que ouviram gritos de socorro e, logo em seguida, houve um disparo de arma de fogo. Após isso, segundo eles, a filha do casal correu pelas escadas, pedindo ajuda para socorrer a mãe. 

Assim que a Polícia Militar chegou ao local do crime, constatou que a mulher havia sido assassinada com um tiro no rosto e já estava sem vida. 

Em nota, a Polícia Civil informou que o militar foi conduzido ao Plantão Especializado da Mulher (PEM) e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e em razão de ser praticado contra mulher em contexto de violência doméstica e familiar, majorado por ter sido praticado na presença da filha da vítima. 

Ele ficará preso no presídio da Polícia Militar, em Maruípe.

Leia mais:  Operação Verão 2020/21 terá reforço de policiamento e ações para segurança sanitária no Estado
Continue lendo

Segurança

Três pessoas são detidas após denúncia de aglomeração e som alto

Publicado

Durante a confusão, o dono da caixa de som tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial

Três pessoas foram detidas após uma confusão no bairro Nova Carapina 1, na Serra. A Polícia Militar informou que recebeu uma denúncia de aglomeração e som alto na região, e assim que chegou ao local, a equipe se deparou com cerca de 20 pessoas ouvindo música em uma rua.  

Uma delas, segundo a polícia, se apresentou como dono de uma caixa de som que estava sendo usada, se exaltou e desobedeceu a ordem de desligar o aparelho. Após o ocorrido, o grupo foi para uma casa e o som, novamente, foi ligado. Desacatando os policiais, o dono do aparelho teria dito ainda que dentro da residência ninguém desligaria o som. 

A polícia deu voz de prisão e exigiu que o homem saísse da residência. Diante disso, segundo a PM, o homem pediu que os moradores agredissem os policiais para evitar a prisão. Durante a confusão, o dono da caixa de som ainda tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial.

Assim que os policiais entraram na casa, dois homens tentaram jogar copos de vidro em direção à eles, além do dono da casa também ter jogado uma garrafa de vinho contra a equipe. Os policiais então fizeram disparos de arma não letal, mas o suspeito não se rendeu e pegou até um facão. 

Depois de tanta confusão, a polícia conseguiu conter o homem, que precisou ser levado para hospital por conta de ferimentos. Em seguida, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional da Serra. Duas pessoas que se envolveram na briga também acabaram detidas. 

A Polícia Civil informou que o conduzido de 37 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de resistência e desacato, pagou fiança estipulada pela autoridade policial e vai responder em liberdade. Os outros dois foram autuados por resistência, assinaram Termo Circunstanciado e vão responder em liberdade.

Leia mais:  Número de assaltos a ônibus aumenta 16% no ES em 2020
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana