conecte-se conosco


Segurança

Pai é condenado a 28 anos de prisão por matar filha após disputa de herança

Publicado

O juiz Luís Gustavo Esteves Ferreira, que presidiu o júri, fixou ao condenado pena de 28 anos de reclusão. O réu não poderá recorrer em liberdade

A 1ª Vara do Júri de São Paulo condenou um homem por feminicídio praticado contra a filha na última quinta, 22. Segundo os autos, em fevereiro de 2017, ele atirou contra a moça na presença dos netos, em razão de conflitos causados pela disputa por parte de imóvel onde a vítima morava, herança da mãe.

O juiz Luís Gustavo Esteves Ferreira, que presidiu o júri, fixou ao condenado pena de 28 anos de reclusão. O réu não poderá recorrer em liberdade. As informações foram divulgadas pelo TJ-SP.

Ao definir a pena, o juiz destacou as circunstâncias e as consequências do crime, frisando que o pai violou medida protetiva consistente em “evitar maior proximidade com a apontada vítima”. Segundo o magistrado, a postura revelou “audácia criminosa e completo desrespeito às instituições regularmente constituídas”.

“Além disso, uma vez que foram extrapolados os ortodoxos consectários decorrentes do delito, não se pode ignorar as nefastas consequências do crime que deixou órfãos três filhos menores da ofendida, que atualmente são criados pela respectiva irmã mais velha (também órfã), uma jovem que, na época do crime, tinha apenas 20 (vinte) anos de idade”, escreveu ainda o juiz.

Leia mais:  Unidades prisionais fazem doação de brinquedos a crianças
publicidade

Segurança

Após “noitada” em boate, empresário tenta fugir sem pagar a conta e acaba na delegacia

Publicado

Homem de 44 anos foi preso pela Polícia Militar. A confusão aconteceu em Vila Velha

A confusão começou durante a madrugada desta quinta-feira (10), em uma boate localizada no bairro Parque das Gaivotas, Vila Velha. O empresário, de 44 anos, foi detido pela Polícia Militar e levado na manhã de hoje para o DPJ do município.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o homem chegou ao estabelecimento com dois amigos. Na hora de ir embora, ao receber a conta, não aceitou fazer o pagamento. A PM informou ainda que o homem ficou agressivo, bateu a mão no balcão e deixou uma funcionária assustada. Mesmo com a presença de seguranças do local, ela acionou a polícia. 

Os amigos do empresário pagaram a conta e foram embora. Ainda assim, segundo os policiais, ele insistiu em dizer que não pagaria a consumação e tentou fugir do estabelecimento. Foi quando os militares deram voz de prisão. O homem resistiu e acabou detido.

Os policiais relataram também que homem estava alcoolizado e por conta da resistência a prisão, bateu com a cabeça no chão e precisou ser encaminhado ao hospital antes de ir para o DPJ. Os funcionários da boate estiveram hoje cedo na delegacia, porém preferiram não falar sobre o que aconteceu.

A Polícia Civil informou que o suspeito assinou um termo circunstanciado por outras fraudes e foi liberado após assumir o compromisso de comparecer em Juízo. A Casa de Entretenimento não quis se posicionar sobre o ocorrido e se limitou a dizer que o fato não foi de grande proporção. Nós não conseguimos fazer contato com o o homem que causou a confusão.

Leia mais:  Unidades prisionais fazem doação de brinquedos a crianças
Continue lendo

Segurança

Com apoio da cadela Kira, PM de Barra de São Francisco apreende drogas e dinheiro

Publicado

Durante patrulhamento tático, com apoio da cadela Kira, policiais do 11º BPM localizaram pontos utilizados por criminosos como esconderijos de entorpecentes.

Na ocasião foram apreendidos dois menores responsáveis pelo tráfico e encontrado 25 buchas de maconha, 15 pedras de crack e R$ 70,00 em dinheiro.

Os infratores e os materiais encontrados foram conduzidos para a 14º Delegacia Regional de Barra de São Francisco.

Leia mais:  OAB-ES pede liberação de presos devido à pandemia
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana