conecte-se conosco


Mundo Cristão

Papa “autoriza” MST a invadir propriedades da Igreja Católica

Publicado

Em meados dos anos 90, o Incra estimava que as terras da Igreja católica no Brasil eram suficientes para abrigar 22 mil famílias de sem-terra

Os católicos apostólicos romanos têm na figura do papa a representação de Deus na Terra. Por esse dogma, reconhece-se a infalibilidade no exercício desse cargo eclesiástico. A palavra do sumo pontífice, portanto, tem um peso e uma importância cruciais na definição da fé católica. Mario Bergoglio sabe muito bem disso. Só não tem papas na língua.

O bispo de Roma, desde que assumiu seu pontificado, já se notabilizou por discursos que fazem a falecida teologia da libertação parecer pregação de um calvinista. Em suas declarações oficiais, o papa Francisco vem causando perplexidade em seus seguidores mais conservadores – e calafrios, nos mais ortodoxos.

Fiel ao seu esforço em criar placas tectônicas nos alicerces da Santa Sé, Francisco resolveu ir além do que está sacramentado até em termos sociológicos ou econômicos na civilização terráquea. Para o líder do Vaticano, “a tradição cristã nunca reconheceu como absoluto e intocável o direito à propriedade”.

A frase foi proferida numa recente conferência internacional franciscana. E vai além: “o direito de propriedade é um direito natural secundário, derivante do direito que todos têm que nasce da destinação universal dos bens criados”. 

É de se imaginar o alvoroço que tal testemunho causa no mundo secular. Neste, a Igreja Católica talvez seja a instituição criada por seres humanos que mais terras e riquezas acumulou durante os últimos milênios. Por volta do século 7, já era a maior proprietária em todo o mundo. Hoje, em seu nome, há um latifúndio de terreno incalculável, espalhado por todos os continentes em que missões católicas levaram sua palavra e lavraram, literalmente, suas escrituras.

Aqui no Brasil, o novo catecismo franciscano tem solos férteis para prosperar. Basta que o MST ou os movimentos de sem-teto ouçam o chamamento do papa e invadam (ocupem?) as propriedades (ou direitos secundários) que a Igreja Católica detém neste país continental.  Em meados dos anos 90, o Incra estimava que as terras do santo papa no Brasil eram suficientes para abrigar 22 mil famílias de sem-terra. Amém.

Leia mais:  “A pandemia não alterou os planos de Deus”, diz pastor Mario Rui Boto
publicidade

Mundo Cristão

Governador acompanha visita da imagem de Nossa Senhora da Penha ao Hospital Dr. Jayme

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, ao lado da primeira-dama, Maria Virgínia Casagrande, participou, na manhã de sábado (10), da visita da imagem de Nossa Senhora da Penha ao Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, no município da Serra. Na área externa da unidade, foi realizada uma celebração em homenagem aos enfermos e vítimas do novo Coronavírus (Covid-19) e também aos profissionais de saúde, presidida pelo arcebispo de Vitória, Dom Dario Campos. O hospital é referência no Espírito Santo para tratamento da doença.


A celebração foi restrita devido às medidas de biossegurança para evitar o contágio do vírus e contou com a presença da direção do hospital, de profissionais da saúde e familiares dos pacientes. A vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, e o prefeito da Serra, Sérgio Vidigal, também acompanharam a celebração.


Casagrande pontuou a importância do alimento espiritual nesse momento de pandemia que vivemos:

“Estamos em uma jornada longa. É muito bom receber hoje as bênçãos de Nossa Senhora da Penha, que está descendo o monte e vindo ao Hospital Dr. Jayme dos Santos Neves, que é o nosso hospital referência no tratamento da Covid-19. Muitas pessoas se entristeceram aqui e viram seus entes partirem, mas muitos se alegraram, pois muitos foram salvos no Jayme. Que Nossa Senhora da Penha dê resistência aos profissionais de saúde e que nós, que estamos governando, tenhamos senso de justiça. Obrigado a todos por estarem aqui neste momento, nos fortalecendo espiritualmente”, afirmou o governador.


O arcebispo de Vitória comentou a visita da imagem de Nossa Senhora da Penha ao hospital que é referência no enfrentamento à Covid-19.

“Estamos hoje no Hospital Dr. Jayme com Nossa Senhora da Penha para que possamos encontrar todos os profissionais da saúde, para que a Virgem da Alegria possa pousar seus olhos em todos eles. Um olhar materno, compassivo, que se volta a todos os doentes e suas famílias; a todos que se foram e de seus familiares que padecem da perda e vivem seu luto. Importante ressaltar que a dureza do trabalho tem deixado marcas profundas nos profissionais de saúde. Esgotamento mental, espiritual e também a perda de colegas. A Virgem desce a montanha do Convento para todos os hospitais do Espírito Santo”, declarou Dom Dario Campos.

Leia mais:  “A pandemia não alterou os planos de Deus”, diz pastor Mario Rui Boto
Continue lendo

Mundo Cristão

Luiz Hermínio convoca oração pelo Brasil: “Vamos orar até que algo aconteça”

Publicado

O pastor Luiz Hermínio, fundador da igreja MEVAM, iniciou na segunda-feira (5) uma campanha de oração pelo País, incentivando os cristãos brasileiros a intercederem usando a bandeira do Brasil.

De acordo com Hermínio, em um vídeo publicado nas redes sociais, as instruções da campanha de oração vem “debaixo de uma instrução do Senhor, de uma diretiva dos céus”.

“Vamos orar até que algo aconteça! A nação brasileira pertence ao Senhor!”, declarou o pastor.

As instruções da campanha de oração são formadas por 5 pontos principais, que são:

1. Compre uma bandeira do Brasil;

2. Levante um altar na sua casa e ore pelo Brasil;

3. Leve a bandeira com você quando for buscar a Deus nos cultos, montes e vigílias;

4. Publique uma foto ou vídeo de sua família orando com a bandeira. “Não com o objetivo de mostrar o que você está fazendo, mas incentivar outras famílias a fazer o mesmo”, Hermínio explica;

5. Ore até que algo aconteça no Brasil.

Em um momento de clamor, o pastor orou: “Brasil, que nasça o teu filho chamado Justiça. Que a Justiça do Senhor reine sobre o solo desta nação. Ó Brasil, dos filhos deste solo és mãe gentil”.

 

Leia mais:  Igreja se une a projeto social liderado por Michelle Bolsonaro para ajudar pessoas

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana