conecte-se conosco


Cidades

Parque Estadual da Pedra Azul passa por melhorias e reformas

Publicado

O Parque Estadual da Pedra Azul (PEPAZ), localizado no município de Domingos Martins, está passando por reformas para melhor atendimento ao público. No momento, todas as unidades de conservação do Espírito Santo encontram-se fechadas, devido à pandemia provocada pelo novo Coronavírus (Covid-19) no mundo. No entanto, os servidores do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) estão preparando melhorias no local.

Uma delas é a melhoria das trilhas, com a produção de novas placas que vão trazer informações de árvores, fisionomias da Mata Atlântica, além de curiosidades. “Estamos fazendo melhorias, pois identificamos a necessidade de trilhas mais interpretativas para promoção da educação ambiental. Assim, haverá uma proximidade maior com o turista que visita a unidade de conservação, tendo maior conexão”, considera a bióloga e técnica do PEPAZ, Tamires Mutz.

O percurso total da trilha do Parque Estadual da Pedra Azul possui três quilômetros e meio até as piscinas naturais. Ao longo da trilha, o Iema está construindo decks para acesso ao mirante e há um deck especificamente que é estratégico, pois fica na base de uma pedra, permitindo que o visitante possa tirar foto embaixo na Pedra do Lagarto, num cenário de pura beleza.

“Vamos fazer outro deck, no mirante do Forno Grande, de onde se tem a vista para o Parque Estadual do Forno Grande (PEFG), no município de Castelo. Há também outro deck que já está sendo elaborado, que é um mirante virado para a Pedra Azul, localizado na Trilha das Orquídeas”, revela Tamires Mutz.

Novas placas

A trilha do PEPAZ, embora seja uma só, com 3,5 quilômetros, possui várias denominações e variedades. Assim, o Iema irá colocar placas informando a distância percorrida para o visitante ter noção do quanto já foi alcançado. Outras placas estão sendo reformadas, com explicações sobre o local, fauna, flora, mirantes e tipo de solo.

O atrativo principal da trilha do PEPAZ são as piscinas naturais, localizadas ao lado da Pedra Azul, onde as pessoas podem se banhar. Acima dessa região, há os mirantes para que os visitantes tirem fotos.

“Estamos planejando terminar todo esse trabalho até outubro deste ano, pois será o aniversário do PEPAZ e do PEFG. Irão completar 60 anos devido ao decreto que os transformou em unidades de conservação, em 31 de outubro de 1960. Antes, eram reservas florestais. Por sua vez, em janeiro de 2021, serão comemorados os 30 anos do PEPAZ, pois foi quando ele ficou definido como Parque Estadual”, informa Tamires Mutz.

Saiba mais:

O Parque Estadual da Pedra Azul (PEPAZ) foi criado para proteger amostras significativas dos ecossistemas regionais, que se destacam pelas formações rochosas de granito e gnaisse (Lei Estadual n° 4.503/91). Abriga um dos mais importantes cartões postais do Estado, a Pedra Azul, que possui 1.822 metros, além da Pedra das Flores, com 1.909 metros de altitude, e o detalhe interessante é a Pedra do Lagarto unida à Pedra Azul.

Trilhas interpretativas: guiadas ou autoguiadas, são recomendadas e utilizadas em interpretação ambiental por oferecerem oportunidades de um contato direto com o ambiente natural, direcionado ao aprendizado e à sensibilização.

Reserva Florestal: áreas protegidas, cujas definições podem variar de acordo com a legislação local. São áreas de importância para a preservação da vida selvagem, flora, fauna ou características geológicas e outras de especial interesse, as quais são reservadas e gerenciadas para sua conservação ética e para favorecer o estudo e a pesquisa em condições favoráveis.

Unidade de Conservação: áreas com características naturais relevantes, criadas e protegidas pelo Poder Público com objetivos de conservação. 

Parque Estadual: denominação dada às unidades de conservação de proteção integral da natureza, quando criadas na esfera administrativa estadual.

Leia mais:  Portal amplia acesso às informações sobre as condições da bacia do rio Doce
publicidade

Cidades

Previsão é de chuva forte e temporais nesta semana no ES

Publicado

A chuva também vem acompanhada por fortes rajadas de vento e descargas elétricas, que podem ocasionar queda de árvores

Após um fim de semana de sol e calor – o que era muito esperado por grande parte dos capixabas – a previsão é de que o tempo volte a ficar instável nos próximos dias no Espírito Santo. Chuva forte e temporais são previstos para o estado.

De acordo com o Climatempo, um sistema de baixa pressão que se forma na costa do Sudeste do Brasil pode evoluir a um ciclone subtropical. Isso vai favorecer a formação de nuvens carregadas e espalhar chuva forte e temporais no estado capixaba.

A previsão é de que a semana comece com chuva no estado e sobre a região da capital, com grandes volumes acumulados e alto risco para transtornos como alagamentos, transbordamentos e deslizamentos de encostas.

A chuva também vem acompanhada por fortes rajadas de vento e descargas elétricas, que podem ocasionar queda de árvores.

Para esta segunda-feira (06), pancadas devem se concentrar nos períodos da tarde e da noite, mas não são esperados grande volumes. Já na terça-feira (07), a chuva ganha força e pode ocorrer a qualquer hora do dia, em todo o estado.

Para a quarta-feira (08) são esperados fortes temporais, inclusive na Grande Vitória, já no início do dia. A chuva vai persistir até o fim da semana, de forma expressiva. 

Leia mais:  Municípios do ES podem voltar para o risco moderado nas próximas semanas, diz secretário
Continue lendo

Cidades

Sesport faz entrega da reforma de campo society no bairro Barcelona, na Serra

Publicado

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, esteve na noite desta sexta-feira (03), na Serra, onde fez a entrega da reforma de campo society do bairro Barcelona. A obra, orçada em R$ 324.404,14, é fruto de um convênio entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport), e a Prefeitura Municipal da Serra.

O equipamento ocupa um espaço de 1837,44 metros quadrados e recebeu drenagem e substituição de grama natural por grama sintética, com altura mínima de 44 milímetros, com estabilizantes de cor e proteção ultravioleta, inclusive grama branca para linhas demarcatórias. O campo também recebeu a instalação de novas traves em tubo de aço galvanizado com rede, dois bancos de reservas com cobertura de policarbonato em formato de arco e calçada.

Localizado na praça do bairro Barcelona, a obra substitui o antigo campo, que era de grama natural, mas já estava “careca”, ou seja, com uma série de falhas. Com a reforma, o gramado vai atender às exigências da Confederação Brasileira da modalidade 7 Society, podendo receber até mesmo competições da modalidade.

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, comentou a importância da intervenção. “Durante a pandemia, em nenhum momento o Governo do Estado, por meio da Sesport, deixou de investir em infraestrutura esportiva. E este campo é mais uma prova disso. Uma obra que vai beneficiar toda essa região, proporcionando esporte, saúde e lazer para os moradores, afastando também crianças e adolescentes das drogas e da violência e os aproximando do esporte”, destacou.

Leia mais:  ES Solidário entrega mais de 700 cestas verdes a instituições capixabas
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana