conecte-se conosco


Entretenimento

Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morre no Rio aos 68 anos após contrair Covid-19

Publicado

Cantor tinha feito um transplante de medula em setembro, para tratar de um linfoma, e no mês passado foi internado com Covid-19. Artista estava na banda desde sua formação, no início da década de 1980.

O cantor Paulo César Santos, o Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morreu na noite desta segunda-feira (14), aos 68 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Copa D’or, na Zona Sul do Rio, onde fazia tratamento para se recuperar de complicações da Covid-19.

A informação da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da banda e pela unidade de saúde. O hospital disse ainda que não tem autorização da família para divulgar mais detalhes. Em mensagem enviada ao G1, a assessoria do Roupa Nova informou que o artista “já não estava mais infectado [com coronavírus], porém, em decorrência do vírus, outros fatores complicaram”.

Paulinho foi diagnosticado com coronavírus enquanto se recuperava de um transplante de medula óssea que havia feito em setembro para tratar um linfoma – no procedimento, foram utilizadas as próprias células do paciente, que respondeu bem ao tratamento. No entanto, em novembro, ele precisou ser novamente internado, desta vez com Covid-19.

Em uma postagem nas redes sociais mais cedo nesta segunda, a banda tinha informado que o quadro de saúde do artista era delicado.

Trajetória

Nascido no Rio em 1952, Paulo César Santos se apresentava em bailes cariocas antes de se juntar à banda Os Famks, nos anos 1970. O grupo depois mudaria o nome Os Motokas, antes de receber o nome definitivo, Roupa Nova, após assinar um contrato de gravação, já na década de 1980.

Paulinho, do Roupa Nova, internado com Covid-19, tem quadro delicado - Quem  | QUEM News

Sua voz se tornou uma das principais marcas da banda. Paulinho faz os vocais principais em hits como “Canção de verão”, “Sensual”, “Volta pra mim”, “Asas do prazer” e “Meu universo é você”.

Foi também percussionista do grupo, além de autor de músicas como “Assim como eu” e “Fora do ar”, ao lado de outros integrantes.

Com Serginho Herval, Kiko, Nando, Ricardo Feghali e Cleberson Horsth, ajudou a transformar o Roupa Nova em fenômeno já no início dos anos 80.

O grupo se consagrou a partir do segundo disco da carreira, lançado em 1982, com a clássica “Clarear”, que se tornou tema da novela “Jogo da vida” (TV Globo).

Era o início de uma trajetória que transformaria o Roupa Nova em recordista de trilhas de novelas, com mais de 30 músicas selecionadas para tramas de TV.

Com o grupo, Paulinho já dividiu os vocais com nomes como Ivete Sangalo, Zélia Duncan, Elba Ramalho, Zezé di Camargo e Luciano e artistas internacionais, como a banda de Soul americana The Commodores.

Paulinho deixa dois filhos: Pepê, baterista da banda Jamz, revelada no programa SuperStar (TV Globo), e a cantora Twigg.

Leia mais:  BBB 20: Chega a 1 bilhão de votos o paredão entre Prior, Manu e Mari
publicidade

Entretenimento

Companheira de Paulinho do Roupa Nova briga na Justiça por herança

Publicado

Elaine Soares Bastos Mendes entrou com ação solicitando reconhecimento de união estável com cantor, que morreu há pouco mais um mês; ela alega que os filhos do artista a deixaram de fora do inventário; Twigg, primogênita de Paulinho, afirma que não procede a alegação da ex-companheira do pai

A psicóloga e advogada Elaine Soares Bastos, de 52 anos, companheira de Paulinho, vocalista do grupo Roupa Nova que morreu há um mês e quatro dias depois de complicações da Covid-19, entrou na Justiça contra Twigg de Souza Santos e Pedro Paulo Castor dos Santos, filhos do músico, a fim de solicitar o reconhecimento de união estável com Paulinho. Elaine afirmou que os os dois não a incluíram no inventário sobre a questão da divisão de bens do vocalista do Roupa Nova. A notícia foi dada em primeira mão pelo portal Grande Tijuca, do Rio.

“Soube que eles abriram o inventário logo depois da morte do pai, no dia 16 de dezembro, na 7ª Vara da Comarca da capital, e não me incluíram. Desde o início, queria fazer tudo de forma consensual, não queria, nem quero, briga nem confusão. Vivi durante 16 anos com o Paulinho uma vida marital. Nosso acervo de fotos de viagens já mostra. A vida do Paulinho era eu e ele era a minha vida. Ele era totalmente dependente emocionalmente de mim e eu também dele”, afirmou.

Elaine afirmou que vivia para o músico, por quem era apaixonada. “O Paulinho me chamava de ‘namorada’. Sou dependente dele no IRPF desde 2006 e já dei entrada no INSS para ter direito à pensão. O que estou fazendo é uma regulamentação de união estável, mas os filhos dele estão dificultando porque querem que eu vá para a rua, virar mendiga”, afirmou.

A psicóloga disse estar extremamente abalada com a perda do companheiro e que está vivendo à base de remédios psiquiátricos. “Tudo o que fiz foi por amor e faria novamente. O Paulinho começou com o linfoma em 2017. Em agosto do ano passado, foi internado no CHN (hospital em Niterói) para fazer o transplante. Fiquei 33 dias com ele no hospital. Quando ele teve alta, pegou Covid-19. E eu também. A maior preocupação dele era como ia ficar o meu padrão de vida, ele queria montar algo para mim. Fiquei muito surpresa por não ter sido incluída no inventário porque não esperava. Fiquei 16 anos casada com ele. Estou vivendo o meu luto. Só saio de casa para ir ao psiquiatra e volto”, falou.

 

Leia mais:  Coluna Social - Jornal do Norte
Continue lendo

Entretenimento

Após flagra, Gusttavo Lima revela tentativa de retomar casamento com Andressa Suita

Publicado

A responsável pelo flagrante foi Alice de Jesus, fã dos artistas e que também curtia dia de sol em Angra

O domingo, dia 17, foi de comemoração para os fãs de Gusttavo Lima e Andressa Suita! Isso porque, um flagra dos dois juntos em um iate em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, deu o que falar na internet!

Fã flagra Gusttavo Lima e Andressa Suita juntos em Angra dos Reis | OFuxicoApós a imagem viralizar, Gusttavo Lima se pronunciou sobre o encontro com e ex-esposa e mãe de seus filhos, confirmando que está tentando retomar o casamento.

– Ela está aqui do meu lado. Leo. Vou ser bem sincero. Ela é a mãe dos meus filhos. Mulher que eu mais amo neste mundo. Ainda é muito cedo para falar em volta. Convidei Andressa para passar um fim de semana comigo, e ela veio. Em nome dos nossos filhos, resolvemos nos encontrar, disse ele em entrevista a Leo Dias.

A responsável pelo flagrante foi Alice de Jesus, fã dos artistas e que também curtia dia de sol em Angra. Nas redes sociais, ela publicou uma série de fotos com os dois e afirmou que teve a aprovação de Suita para divulgar as imagens.

– Juro que não sabia que ia ter essa repercussão toda por causa dessa foto. Falei para a Andressa que se ela quisesse eu não ia postar a foto dela, só a nossa com o Gusttavo Lima. Postei stories só com o Gusttavo e os dela cortei porque até então os dois estavam lá no privado, bonitinhos… Mas ela falou que não tinha problema. E postei. Já mandei mensagem para ela e pedi desculpa. Mas não é segredo para ninguém que todos nós, fãs deste casal, estamos torcendo para que eles voltem, contou ela no Instagram Stories.

Andressa e Gusttavo anunciaram o fim do casamento, que já durava há cinco anos, em outubro de 2020. Os dois são pais de Gabriel e Samuel. Dois meses após o término, eles assinaram o divórcio.

Gusttavo Lima estaria em Angra dos Reis negociando a compra de uma ilha no local. As propriedades variam entre cinco milhões e podem chegar a custar 16 milhões de reais.

Leia mais:  Coluna Social - Jornal do Norte
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana