conecte-se conosco


Medicina e Saúde

Pessoas vacinadas contra covid-19 podem infectar outras, diz OMS

Publicado

Maioria dos ensaios clínicos mostram que imunizantes protegem apenas contra o desenvolvimento de formas graves da doença

A cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, afirmou nesta sexta-feira (12) em entrevista coletiva que algumas pessoas vacinadas contra a covid-19 ainda podem contrair o vírus e, mesmo que não adoeçam, correm o risco de infectar outras.

“Se você tiver a vacina e contrair a doença, a carga viral é muito menor, portanto as chances de infectar outras pessoas também podem ser menores”, afirmou Soumya. “Até sabermos mais, é importante que todos, mesmo que estejam vacinados, continue mantendo medidas de segurança: uso de máscaras, lavagem frequente das mãos e manter um distanciamento seguro.”

A maioria dos ensaios clínicos mostrou que as vacinas protegem contra o desenvolvimento de formas graves da doença, mas não é certo que elas previnam completamente a infecção. “Nossa compreensão disso está evoluindo à medida que os diferentes estudos surgem.”

Também estão em andamento estudos sobre imunidade após a infecção pelo vírus. A OMS recebeu relatos de pessoas sendo contagiadas pela segunda vez com uma das novas variantes.

O que é certo, segundo Soumya, é que após contair a covid-19, o paciente desenvolve anticorpos que duram ao menos seis meses. Além disso, é criada uma resistência celular contra células potencialmente afetadas, que, embora mais difícil de medir, pode durar anos.

Leia mais:  Covid-19: 'soquinho' traz menos risco de contágio que aperto de mão?
publicidade

Medicina e Saúde

Estado amplia número de leitos para enfrentamento da Covid-19

Publicado

O Governo do Espírito Santo entregou, nesta sexta-feira (05), mais 36 leitos para o enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). A entrega faz parte da segunda fase de expansão da política de “Leitos para Todos”. São dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 26 de enfermaria disponibilizados no Hospital Vitória (antigo Hospital Praia do Canto), localizado na Capital. O valor do contrato é de aproximadamente R$ 2 milhões para vigência de 60 dias.

“A partir de amanhã, todos esses leitos estarão regulados para nossa Central de Vagas para atendermos exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19. São mais dez vagas de UTI e 26 leitos de enfermaria. Estamos fazendo esforços gigantescos para estarmos sempre um passo adiante do vírus. Muitos estados estão em colapso por falta de leitos. O Espírito Santo não é uma ilha e não estamos imunes a isso, mas vamos chegar a 900 leitos de UTI no final de abril. Somos o Estado com o maior número de leitos por habitante”, afirmou o governador Renato Casagrande, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Segundo o subsecretário de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde, Gleikson Barbosa, a ampliação desta sexta-feira (05) faz parte da segunda fase da expansão do Leitos para Todos. “Ampliando mais leitos exclusivos para o atendimento à Covid-19 no Estado e atender à população capixaba”, afirmou.

Leia mais:  Obesidade Infantil causa consequências à saúde do coração
Continue lendo

Medicina e Saúde

Estado recebe 48.200 novas doses para vacinação contra a Covid-19

Publicado

Na madrugada desta quarta-feira (03) o Espírito Santo recebeu mais uma nova remessa de vacinas da Coronavac (Sinovac/Butantan) para a Campanha de Vacinação contra a Covid-19. Foram entregues ao Estado 48.200 doses.

Para essa nova remessa, o Estado fará o envio de imunizantes para 30,5% da primeira dose (D1) de idosos de 80 a 84 anos, totalizando a cobertura de 80,5% deste público, e mais 65% de doses para a D2 de idosos de 90 anos e mais.

Os imunizantes estão na Central Estadual de Frio para organização e cadastramento, que ocorrerá na manhã desta quarta-feira (03). A previsão é de que a distribuição da D1 aos municípios da Região Metropolitana da Grande Vitória aconteça ainda nesta quarta-feira (03) à tarde, já o envio às regionais de saúde Norte, Sul e Central será a partir desta quinta-feira (04).

Para as próximas remessas, a Secretaria da Saúde (Sesa) aguarda a confirmação da data e do quantitativo de doses por parte do Ministério da Saúde.

Leia mais:  Ministério da Saúde estima vacinação cinco dias após aval da Anvisa
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana