conecte-se conosco


Cidades

Plataforma gratuita de educação financeira leva orientações para organização de finanças

Publicado

Conteúdo direcionado ao orçamento familiar já está disponível para ser acessado por meio de aplicativo e site

Organizar a vida financeira familiar é fundamental para gerir o orçamento doméstico, traçar metas, evitar dívidas indesejadas e estar preparado para lidar com as emergências e crises econômicas.

Para auxiliar as famílias impactadas pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), a conquistar uma vida financeira saudável e estimular o empreendedorismo, a Fundação Renova e a Menver, empresa de gestão de negócios, lançaram o site e o aplicativo Menver Educação Financeira.

As plataformas oferecem conteúdos educativos com aulas e dicas para as famílias lidarem melhor com o dinheiro, por meio de organização das finanças, controle dos gastos, formas de investimentos e mudanças de hábitos. O acesso é gratuito e exclusivo para as famílias com cadastro na Fundação Renova. O aplicativo está disponível na loja de aplicativos de celular com sistema Android ou pelo site www.menvereduca.com.

“Esta é mais uma ferramenta importante para apoiar as famílias, juntamente com uma série de cursos, cartilhas e seminários já disponibilizados”, diz Roberto Ruggeri, analista de Economia e Inovação da Fundação Renova.

As famílias devem fazer um cadastro para ter acesso a todos os conteúdos. A cada semana serão inseridos dois novos vídeos. Os dois primeiros já disponíveis têm como temas “Introdução à educação financeira” e “Como se manter nesse momento de crise”. Dentro da plataforma, também há um canal para esclarecimento de dúvidas.

Sobre a Fundação Renova

A Fundação Renova é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos, constituída com o exclusivo propósito de gerir e executar os programas e ações de reparação e compensação dos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão.

A Fundação foi estabelecida por meio de um Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC), assinado entre Samarco, suas acionistas Vale e BHP, os governos federal e dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de uma série de autarquias, fundações e institutos (como Ibama, Instituto Chico Mendes, Agência Nacional de Águas, Instituto Estadual de Florestas, Funai, Secretarias de Meio Ambiente, dentre outros), em março de 2016.

Leia mais:  Governo do Estado entrega nova rodovia entre Ecoporanga e Ponto Belo
publicidade

Cidades

Homem morre e sete pessoas ficam feridas em grave acidente na BR-101

Publicado

Uma das pistas precisou ser interditada e o tráfego está seguindo em sistema pare e siga

Um homem morreu e outras setes pessoas ficaram feridas após se envolverem em um grave acidente, no início da tarde deste sábado (23). A colisão envolvendo dois veículos de passeio, ocorreu na altura do km 232,3 da BR 101, em Fundão

De acordo com o Centro de Controle Operacional da Eco101, concessionária responsável pela administração da via, a vítima fatal era motorista de um dos veículos envolvidos no acidente. O homem morreu no local.  

Dentre os feridos, três pessoas foram encaminhadas para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, uma para o Hospital Infantil, também na capital, e outras três para o Hospital São Camilo, em Aracruz. 

Ambulâncias, viatura de inspeção e guincho da Eco 101, além da Polícia Rodoviária Federal, Samu, Corpo de Bombeiros, perícia da Polícia Civil e IML foram acionados para dar apoio a ocorrência. 

Ainda não há informações sobre como o acidente ocorreu. Uma das pistas precisou ser interditada e o tráfego está seguindo em sistema pare e siga.

Leia mais:  Campanha solidária: mais de 2700 crianças do ES recebem presentes do Papai Noel dos Correios
Continue lendo

Cidades

Navio encalhado é retirado de Porto em Aracruz

Publicado

A operação aconteceu na noite de sexta-feira (22); a embarcação, carregada de celulose, seguia para Singapura

O navio mercante Saga Morus, carregado de celulose e que havia encalhado ao tentar uma manobra de saída do Porto de Barra do Riacho, em Aracruz, foi retirado do local na noite de sexta-feira (22). 

A embarcação seguia para Singapura e, segundo a Capitania dos Portos do Espírito Santo, assim que houve o anúncio do encalhe, foram deslocadas duas equipes até o local, sendo uma por terra e outra por via marítima. 

A análise da Capitania concluiu que o navio não oferece risco à navegação. Também não foram encontrados indícios de danos estruturais ou vazamento de resíduos poluentes. Os tripulantes passam bem.

Em razão do acidente, foi instaurado inquérito administrativo para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do ocorrido. 

Segundo o site Marine Traffic, o navio tem bandeira de Hong Kong e atracou em Portocel na última quarta-feira (20), vindo do Porto de Vila do Condé, no Pará.

Leia mais:  Região Central: Hospital João dos Santos Neves recebe novos leitos
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana