conecte-se conosco


Segurança

PM e Corpo de Bombeiros fazem buscas após denúncia de cadáver na região de Ourimar

Publicado

Uma testemunha informou que o corpo encontrado na região de mata seria do motoboy desaparecido no condomínio Ourimar

Na manhã desta quarta-feira (11) a Polícia Militar recebeu a denúncia de que teria um cadáver na região de Ourimar, na Serra. Uma testemunha chegou a afirmar que o corpo que estava no local seria do motoboy desaparecido desde a última segunda-feira (9).

A ação envolveu uma equipe da Polícia Militar e outra do Corpo de Bombeiros. A primeira denúncia foi recebida pela PM e indicava que um cadáver teria sido abandonado em uma região de mata entre os bairros Ourimar e Vila Nova de Colares. Mas, ao chegarem no local, os policiais não encontraram nada.

Uma segunda denúncia, agora recebida pelo Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), indicava a presença de um cadáver próximo a uma estação elevatória de esgoto que fica atrás do condomínio Ourimar. Os policiais foram até a região, mas por ser de difícil acesso, acionaram o Corpo de Bombeiros. O terreno era instável e devido às condições do solo, existia a possibilidade do corpo estar enterrado. Após as buscas, nada foi encontrado.

Leia mais:  Pais de criança morta em Vila Velha são presos e autuados por estupro de vulnerável com morte e tortura

As equipes vasculharam o espaço por mais de uma hora e disseram que, possivelmente, será necessária a ajuda de cães farejadores para encontrar o suposto corpo.

Por telefone, a equipe do Cidade Alerta, da TV Vitória/Record TV, conversou com a esposa do motoboy Emerson Arruda Vieira. Ela contou que uma testemunha entrou em contato com a família e disse que o motoboy estaria morto atrás do condomínio Ourimar, local onde foi visto pela última vez.

publicidade

Segurança

Mulher é espancada após flagrar relação sexual do companheiro com amiga dela em festa

Publicado

O caso aconteceu no bairro Morada da Barra, em Vila Velha. Segundo a polícia, as agressões aconteceram depois que a mulher flagrou o companheiro e a amiga

Uma mulher de 39 anos foi espancada pelo companheiro após flagrar o homem tendo relação sexual com uma amiga dela, durante uma festa de aniversário, no bairro Morada da Barra, em Vila Velha

De acordo com a Polícia Militar, após flagrar o ato, a vítima foi tirar satisfação. No entanto, o homem de 34 anos não ficou envergonhado, muito menos pediu desculpas. Ele ficou nervoso e partiu para cima da companheira. 

Ainda segundo informações da polícia, ele teria dado socos no nariz, chutes, e a jogado no chão. A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou, o homem já não estava no local. 

Buscas foram feitas na região, mas ele não foi encontrado. Segundo a polícia, a mulher foi levada para um Pronto Atendimento da região e, após receber atendimento, foi liberada.

Leia mais:  Polícia procura homem que torturou gato com vergalhão em Linhares
Continue lendo

Segurança

Guarda municipal de Vitória é preso por furtar picanha e chocolate suíço em supermercado na Serra

Publicado

Inspetor foi pego no estacionamento com itens importados escondidos em uma bolsa

Um inspetor da Guarda Municipal de Vitória foi preso na tarde desta terça-feira (09) por furtar produtos importandos num supermercado no Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. Por meio das câmeras de vídeo, ele foi flagrado depositando sorvetes americanos, chocolates suíços e uma peça de picanha numa bolsa, enquanto circulava pelos corredores, como um cliente habitual. 

Segundo a assessoria do supermercado, ele foi abordado pelos seguranças particulares quando saiu da área de compras e estava no estacionamento se preparando para deixar o local.

A Polícia Militar foi acionada e o inspetor foi levado para a Delegacia Regional da Serra, onde a ocorrência está em andamento. Ele entregou, ainda, uma pistola, que utiliza em seu serviço. 

Numa pesquisa de preços no site do supermercado, é possível constatar que os produtos que o homem furtou totalizam uma compra de R$ 600. 

O inspetor recebeu R$ 7 mil de salário em julho. 

Prefeitura de Vitória afasta o inspetor por 120 dias

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que o inspetor foi afastado de suas funções por 120 dias e foi aberto um processo administrativo disciplinar para apuração dos fatos, com ampla defesa e o devido processo legal.

Leia mais:  Homem é atacado pelo ex-marido da namorada e quase tem braço decepado por foice

Ressalta ainda que os fatos narrados não representam a postura dos agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória, instituição que goza de credibilidade e que tem prestado relevantes serviços à sociedade capixaba.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana