conecte-se conosco


Segurança

Policial que faz segurança de senador é espancado em Vitória

Publicado

Ele estava na capital capixaba para fazer a segurança do senador Marcos do Val, mas estava de folga no domingo e quis participar de uma festa clandestina

Um policial do Senado Federal, que estava em Vitória para fazer a segurança de um senador, acabou espancado no Morro da Garrafa, em Vitória. Ele queria participar de uma festa clandestina no local, mas foi reconhecido por traficantes. Depois de baterem nele, os suspeitos, que estavam armados com uma submetralhadora, devolveram os pertences roubados.

O morro fica na região da Praia do Suá. O policial do Senado, de 37 anos, foi espancado por volta das 22h30 deste domingo (14). Ele está hospedado há dois dias em um hotel da região e contou para a polícia que subiu o morro para um momento de diversão.

O policial estava de folga e resolveu ficar em um bar, tomando cerveja. Foi quando ele viu várias pessoas subindo para o Morro da Garrafa e resolveu perguntar o que estava acontecendo e se era tranquilo ir até o local. Ao receber uma resposta positiva, ele resolveu ir junto. No entanto, já na parte alta, teve uma surpresa nada agradável. 

A vítima foi abordada por vários homens armados, que o reconheceram como policial e acabaram o agredindo com vários socos, chutes e coronhadas. Os suspeitos roubaram a arma e todos os pertences. Ele conseguiu se livrar e correr novamente para baixo, onde pediu ajuda no Pronto-Atendimento da Praia do Suá.

Devido às agressões, ele ficou com a cabeça bastante machucada e precisou ser transferido para um hospital. Cerca de duas horas depois, um homem apareceu no P.A. e devolveu os pertences, com exceção das munições. Ele disse ao policial que as pessoas do morro não queriam confusão com ninguém.

O policial estava em Vitória para fazer a segurança do senador Marcos do Val, que só soube do que aconteceu na manhã desta segunda-feira (15). “Ele estava em horário de folga. Eu estava na minha residência. Assim que eu soube, fiz contato com o chefe da polícia do Senado que me contextualizou, disse que ele estava em um hotel próximo ao morro. Ao entrar na comunidade, ele foi abordado por traficantes que estavam com fuzis e metralhadoras. Pediram a identificação, aí não teve jeito, ele acabou se identificando e houve a agressão”, disse.

O rapaz teve alta do hospital e, segundo o senador, está bem. “Ele só lembra que correu. Ele está bem, super tranquilo. Pediu desculpas pelo ocorrido”, afirmou Do Val. A arma do policial já está com a Polícia Civil e deve ser retirada pela própria vítima, que voltará para Brasília nos próximos dias. 

Leia mais:  Prefeitura e Delegacia de Proteção à Mulher lançam projeto para combater violência contra mulheres
publicidade

Segurança

Motorista morre carbonizado em grave acidente na BR-101

Publicado

Outras duas pessoas foram socorridas com ferimentos e encaminhadas ao hospital

Um motorista morreu e outros dois ficaram feridos em um grave acidente seguido de incêndio na madrugada deste domingo (24), no km 339 da BR-101, em Guarapari .

A colisão envolvendo um carro, um caminhão e uma carreta aconteceu por volta de 01h.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista do Corolla teria tentado fazer uma ultrapassagem na curva e colidiu de frente com a carreta, atingindo também um outro caminhão que tentava ultrapassar. Diante disso, os três automóveis pegaram fogo.

O motorista do Corolla morreu no local, carbonizado. Os outros dois condutores dos caminhões, segundo o Corpo de Bombeiros, foram socorridos para unidades de saúde de Cachoeiro de Itapemirim e para a UPA de Guarapari.

Em nota, a Polícia Civil informou que não houve conduzidos à Delegacia Regional de Guarapari, envolvidos no acidente. O fato seguirá sob investigação da Delegacia de Infrações Penais e Outras (Dipo) de Guarapari.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado para os familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

Por conta do acidente, a pista foi interditada nos dois sentidos durante a madrugada.

 

Leia mais:  Presos padrasto e mãe de menina de 6 anos que foi espancada e estuprada no ES

Continue lendo

Segurança

Suspeito de homicídio na Bahia é preso enquanto trabalhava no Aeroporto de Vitória

Publicado

O homem responde pelo crime de homicídio qualificado na cidade de Teixeira de Freitas

A Polícia Federal prendeu, na noite de sexta-feira (22), um foragido da Justiça da Bahia que estava trabalhando em obras na área do Aeroporto de Vitória.

O homem responde pelo crime de homicídio qualificado na cidade de Teixeira de Freitas. Por conta disso, havia um mandado de prisão preventiva decretado contra ele. 

A Polícia Federal informou que faz verificações de antecedentes criminais das pessoas que atuam nas áreas controladas do aeroporto da capital capixaba.

O foragido havia sido contratado dois dias antes. Ele não resistiu à ordem de prisão dos policiais e disse: “Vocês me acharam, né?”. 

Se condenado pelo Tribunal do Júri, o homem pode receber uma pena de até 30 anos.

A equipe de reportagem entrou em contato com a Zurich Airport Brasil, que administra o Aeroporto de Vitória, para saber como aconteceu a contratação do suspeito, mas ainda não obteve retorno. 

O posicionamento será acrescentado assim que for enviado. 

Leia mais:  Operação contra lavagem de dinheiro é realizada no Espírito Santo e em outros três estados
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana