conecte-se conosco


Brasil

Porta de avião abre durante voo e é segurada por passageiros no norte do Brasil; assista ao vídeo

Publicado

Para fechar a porta, uma pessoa se colocou para fora da aeronave, sendo sustentada por um cinto, alegou passageiro

A porta de um avião de táxi aéreo abriu durante um voo entre a cidade do Jordão, interior do Acre, e a capital Rio Branco na última quinta-feira (14). Com o susto, os passageiros tiveram que segurar a porta para mantê-la fechada até a hora do pouso no aeroporto da capital acriana.

A aeronave transportava cerca de 12 pessoas, entre passageiros e dois tripulantes, mas ninguém ficou ferido, de acordo com informações do portal g1.

O voo saiu às 12h30 do Jordão e pousou na capital às 14h.

Imagens registradas dentro da aeronave mostram as pessoas segurando a porta e puxando alguns cabos até o pouso.

O piloto desligou um dos motores e continuou o voo com apenas um, o que é previsto no manual do fabricante da aeronave, alegou o engenheiro aeronáutico e representante da Empresa Rio Branco Táxi Aéreo, comandante Ricardo Lima.

“Creio que ficaram segurando a porta por uns 20 minutos. Quando a porta se abriu, um dos cabos bateu na hélice e, não sei se foi o vento ou a hélice, quebrou um dos cabos, ficando essa porta suspensa pelo outro cabo. O rapaz foi lá e, quando puxou [a porta] veio o cabo solto também. Duas pessoas ficaram puxando de um lado e outras duas do outro”, explicou o passageiro.

 Além disso, ele alegou que a empresa não prestou esclarecimentos ou ofereceu apoio aos passageiros depois do pouso. “A empresa não explicou o que aconteceu, se foi algo grave, se o avião poderia ter caído, se era uma falha aceitável. Nem uma água com açúcar ofereceram, nada”, disse.

EMPRESA DE TÁXI AÉREO SE MANIFESTA

O comandante Ricardo Lima afirmou que ainda não se sabe o que ocasionou o rompimento de um dos cabos, mas garantiu que todos os procedimentos foram feitos. A empresa investiga o que aconteceu no incidente.

O comandante destacou também que já foi trocada a hélice e feita manutenção na aeronave. O avião já está disponível para voo novamente.

Leia mais:  Mulheres vítimas de violência terão curso de educação financeira

publicidade

Brasil

Bebê passa mal e família morre em acidente de carro ao tentar socorrê-lo

Publicado

A mãe, de 32 anos, chegou a ser socorrida e levada na ambulância do município para uma unidade de saúde, mas também não resistiu aos ferimentos

O capotamento de um carro deixou três pessoas da mesma família mortas em Jaraguari (MS) – a 55 km de Campo Grande, na tarde da última quinta-feira (30). Entre as vítimas, havia uma bebê de 3 meses, segundo a Polícia Civil.

A família estava a caminho do posto de saúde da cidade, quando o motorista perdeu o controle do veículo na MS-244. De acordo com a Polícia Civil, a família estava na cidade há cerca de três meses, onde o casal trabalha em uma fazenda.

Conforme apurado, enquanto o pai trabalhava, o recém-nascido começou a passar mal. Desesperados, o casal saiu correndo a caminho de uma unidade de saúde. No caminho, o condutor perdeu o controle da direção e o carro acabou capotando.

A polícia informou que com o impacto da batida o bebê acabou arremessado pela janela traseira. Ele e o pai, de 34 anos, morreram no local do acidente.

Leia mais:  Santander lança campanha de renegociação e oportunidades de acesso a crédito para dar fôlego financeiro aos clientes

A mãe, de 32 anos, chegou a ser socorrida e levada na ambulância do município para uma unidade de saúde, mas também não resistiu aos ferimentos.

Dinâmica do acidente está sendo investigada — Foto: Reprodução

Além do bebê, as vítimas do acidente também possuem uma filha, de 12 anos. A menina estava na escola, no momento da capotagem, por isso não estava no veículo.

Segundo apurado pela reportagem, ela ficará com parentes, em Rio Verde de Mato Grosso.

Perícia foi acionada e a dinâmica do acidente está sendo investigada.

Continue lendo

Brasil

Preço médio da gasolina cai 3,5% nos postos com efeito do ICMS

Publicado

Segundo a ANP, litro do combustível foi de R$ 7,390 para R$ 7,127; já o diesel tele leve queda, de R$ 7,568 para R$ 7,554

Os preços dos combustíveis registraram queda nos postos na semana, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), divulgado nesta sexta-feira (1º). Os valores já refletem a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados.

O valor médio da gasolina caiu 3,5%, de R$ 7,390 para R$ 7,127. O etanol recuou 3,07%, passando de R$ 4,873 para R$ 4,723. Já o preço médio do diesel teve leve queda, de R$ 7,568 para R$ 7,554 (0,18%). 

Na semana anterior, os combustíveis havia registrado aumento, com o diesel superando o preço da gasolina pela primeira vez, após reajuste nas refinarias, de 5,2% na gasolina e de 14,2% no diesel, no último o dia 17. 

Numa tentativa de abaixar os preços nos posto, os impostos federais foram zerados, e o ICMS (tributo estadual) passou a ser limitado a 18%. Lei sancionada no dia 23 de junho pelo presidente Jair Bolsonaro fixou um teto para a cobrança do imposto sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicações e transporte urbano. 

Leia mais:  Agente da PF conhecido como 'hipster da Federal' leva tiro e morre em fazenda de Goiás

Alguns estados constestaram, alegando que a lei federal prejudica o orçamento estadual, dada a importância do ICMS para a arrecadação, e por isso esperam reverter a determinação no STF. Outros já anunciaram a redução, como São Paulo, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana