conecte-se conosco


Cidades

Prefeitura de Vitória quer comprar 400 mil doses da vacina Butantan

Publicado

O prefeito Lorenzo Pazoloni assinou ofício neste domingo (28), manifestando interesse pelas doses

Nesta semana, o Instituto Butantan anunciou a produção de um imunizante 100% nacional, a Butanvac. Com isso, o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini, assinou, neste domingo (28), um ofício ao diretor do Instituto, Dimas Tadeu Covas, manifestando a intenção de comprar 400 mil doses da vacina. 

A vacina Butanvac

Na sexta-feira (26), o Butantan disse que a tecnologia da vacina é de baixo custo, e dentre as etapas, está a multiplicação do vírus, condições de cultivo, ingredientes, adaptação aos ovos, conservação, purificação, inativação do vírus, escalonamento de doses, estudos clínicos e regulatórios.

A produção será 100% brasileira, no entanto, uma parceria com o Hospital Mount Sinai, nos Estados Unidos, foi feita para que a tecnologia americana seja utilizada na fabricação do imunizante. A parceria internacional tem papel na concepção da tecnologia e no suporte técnico para o desenvolvimento do imunobiológico

A expectativa é que os ensaios clínicos de fases 1 e 2 em humanos comecem em abril, o que ainda precisa de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo o governo, os resultados dos testes pré-clínicos realizados com animais se mostraram “promissores”, o que permitiria evoluir para estudos clínicos em humanos.

A produção-piloto do composto já foi finalizada para aplicação em voluntários humanos durante os testes. Os resultados da pesquisa clínica em humanos vão determinar se a vacina é segura e tem resposta imune capaz de prevenir a covid-19.

A previsão do diretor-presidente, Dimas Covas, é que será possível entregar a vacina brasileira ainda este ano.

Leia mais:  Palestra on-line para empreendedores avalia os impactos dos tributos na lucratividade
publicidade

Cidades

Escola de Vitória realiza roda de conversa on-line sobre violência contra mulher

Publicado

A Escola Estadual de Ensino Médio (EEEM) Arnulpho Mattos, localizada em Vitória, promoveu uma live pelo Google Meet, a fim de problematizar e dialogar sobre a violência contra a mulher. A ação educativa faz parte do projeto “Conversas Filosociológicas: vozes femininas em foco”, que tem como objetivo um diálogo maior e interdisciplinar sobre temáticas relevantes da área de humanas.  

O encontro contou com a exibição de um curta-metragem sobre violência doméstica, o “Dentro de Casa”, seguido de considerações da atriz Cinthia Caetano, protagonista do curta, e de Adriane Nunes, professora da Rede Estadual e coordenadora do Cineclube Valente, que apoiou a ação. 

Além de abordar a violência contra a mulher, Cinthia Caetano falou sobre a experiência na gravação do curta e Adriane Nunes destacou a importância do cinema e do cineclubismo para a educação. Também foi realizado um debate com a participação dos estudantes sobre o tema. Entre os assuntos abordados estavam a preocupação com o aumento nos casos de violência contra a mulher no período da pandemia e também as dificuldades de as vítimas denunciarem os agressores. 

“As palestrantes chamaram atenção para os traços culturais que envolvem esse tipo de violência e a necessidade de desnaturalizar essas práticas. Destacamos ainda o fato de que não só meninas, mas também os meninos estarem assistindo a live, demonstrando sensibilidade e disposição para aprender. O momento terminou com uma apresentação surpresa de Cinthia Caetano, cantando uma música relacionada ao assunto, que sensibilizou a todos”, disse a pedagoga da Escola Arnulpho Mattos, Eliane Saiter Zorzal. 

Leia mais:  Palestra on-line para empreendedores avalia os impactos dos tributos na lucratividade
Continue lendo

Cidades

Prefeitura de Barra de São Francisco segue firme com a meta de lavar as ruas da cidade diariamente

Publicado

As ruas de Barra de São Francisco estão sendo lavadas por funcionários da Secretaria de Limpeza e Serviços da prefeitura com o carro pipa. A lavagem de ruas tem por objetivo manter a cidade sempre limpa para evitar contrair doenças respiratórias, entre outras.

“Nossa meta é a de manter as ruas da cidade limpas, para tanto precisamos da colaboração da população no sentido de não jogar lixo e entulho nas ruas e rios de nossa cidade”, disse o prefeito Enivaldo dos Anjos.

Leia mais:  Passa de 3 mil o número de desalojados pelas chuvas no Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana