conecte-se conosco


Internacional

Presidente argentino anuncia teste positivo para covid-19 após vacina

Publicado

Alberto Fernández, que tem 62 anos, disse que espera confirmação da infecção por outro exame, mas avisou que está bem de saúde

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou na madrugada deste sábado (3) que testou positivo para covid-19 em um teste de antígeno que fez após registrar sintomas compatíveis com a doença. A confirmação da infecção ocorre mais de um mês após receber a segunda dose da vacina.

“No final de hoje [sexta-feira], depois de apresentar um recorde de febre de 37,3 e uma leve dor de cabeça, fiz um teste de antígeno cujo resultado deu positivo”, relatou Fernández por meio de sua conta no Twitter. Em seguida, informou que aguarda o resultado de um exame PCR, que confirmará que a doença.

O presidente, que completou 62 anos nesta sexta-feira (2), foi isolado de forma preventiva e esclareceu que está “bem fisicamente”.

“Embora eu gostasse de terminar meu aniversário sem essa notícia, também estou de bom humor”, garantiu. 

Presidente vacinado

O presidente argentino completou o ciclo de duas doses da vacina Sputnik V, do laboratório russo Gamaleya – a primeira recebida no dia 21 de janeiro e a segunda no dia 11 de fevereiro, disseram à AFP fontes presidenciais.

“Embora estejamos aguardando a confirmação pelo teste de PCR, já estou isolado, cumprindo o protocolo em vigor e seguindo as orientações do meu médico pessoal”, acrescentou o presidente.

O teste de antígeno é uma detecção rápida por swab (cotonete) nasal ou da garganta, mas é menos sensível que o teste molecular ou PCR.

“Entrei em contato com as pessoas com quem me encontrei nas últimas 48 horas para avaliar se elas constituem um contato próximo para que possam se isolar”, disse Fernández.

A Argentina enfrenta uma segunda onda de coronavírus com uma escalada contínua de infecções.

Segundo dados oficiais, o país sul-americano, de 44 milhões de habitantes, tem mais de 2,3 milhões de infecções e 56.023 mortes por covid-19.

O presidente pediu à população extrema cautela diante da doença. “Peço a todos que se preservem seguindo as recomendações atuais. É claro que a pandemia não passou e devemos continuar nos cuidando”, recomendou.

Leia mais:  Forte terremoto atinge Japão e gera alerta de tsunami
publicidade

Internacional

Depois de expulsar Universal, governo de Angola suspende TV Record no país

Publicado

O governo de Angola suspendeu a programação da TV Record no país por “inconformidades” em relação aos requisitos legais para o exercício da atividade jornalística em Angola. O ministério alega por exemplo “que a empresa Rede Record de Televisão (Angola), Limitada, que responde pela TV Record África, tem como diretor-executivo um cidadão não nacional”.

A suspensão vem no rastro da expulsão da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) daquele país, após denúncias de pastores e fiéis.

A IURD é comandada por Edir Macedo, brasileiro que se autointitula ‘bispo’. Ele atualmente vive entre Miami (EUA) e São Paulo.

As polêmicas envolvendo a IURD já atingem a Argentina, que também vem estudando a possibilidade de expulsar a igreja e Portugal, onde uma série de reportagens mostrou um escandaloso esquema de adoção ilegal de crianças.

Leia mais:  OMS não classifica coronavírus como pandemia, mas é emergência
Continue lendo

Internacional

Gato é capturado após tentativa de introduzir drogas em presídio

Publicado

Substâncias ilícitas foram amarradas com pano junto ao corpo do felino, para serem distribuídas em centro penitenciário do Panamá

O gatinho acima foi capturado por autoridades panamenhas após tentar introduzir drogas no Centro Penitenciário Nova Esperança, na província de Colón. O “Narcogato”, como ficou conhecido, foi surpreendido por agentes penitenciários e policiais ainda do lado de fora da prisão, que comporta cerca de 1.700 detentos.

As substâncias ilícitas foram amarradas com tiras de pano ao redor do corpo do felino. Em entrevista ao canal Telemetro, o promotor Eduardo Rodríguez disse que gato possivelmente transportava cocaína, crack e maconha.

A engenhosidade dos criminosos fez com que o Ministério Público do Panamá anunciasse nas redes uma força-tarefa, que investigará o uso de animais na transferência de drogas para dentro presídio em questão.

Até o momento, as autoridades suspeitam que os bichos usados nessa modalidade são atraídos por meio de alimentos.

Andrés Gutiérrez, diretor do Sistema Penitenciário do Panamá, afirmou que apreensões do tipo são baseadas nos esforços para evitar que substâncias ilegais e itens proibidos cheguem aos presídios do país.

“Não vamos baixar a guarda”, disse ao jornal Panamá América, “e assim manter um ambiente adequado para o desenvolvimento de programas de ressocialização.”

Quanto ao “Narcogato”, fontes do governo local afirmam que ele foi entregue aos cuidados de uma fundação de defesa dos animais.

Aparentemente, ele não sofreu nenhum ferimento durante a operação de resgate e passa bem.

Leia mais:  Forte terremoto atinge Japão e gera alerta de tsunami
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana