conecte-se conosco


Camisa 10

Pressionada, diretoria do Flamengo anuncia demissão do técnico Rogério Ceni

Publicado

No jogo contra a Chapecoense, neste domingo, pela 11ª rodada do Brasileirão, a equipe mais uma vez será comandada por Maurício Souza

O relógio marcava quase 3 horas da manhã quando a diretoria do Flamengo anunciou o fim da passagem de Rogério Ceni pelo clube. Os dirigentes fizeram longa reunião na Gávea, invadindo a madrugada, e cederam às pressões de conselheiros e torcedores que cobravam a saída do técnico pela falta de padrão e confiança apresentadas pela equipe.

Depois de duas derrotas seguidas no Brasileirão e de um áudio vazado de Roberto Drummond, analista do departamento de scout, detonando a postura de Ceni com sua “arrogância” e o “descaso”, dizendo que o técnico era “uma pessoa ruim” para com os profissionais do clube, a situação ficou insustentável. Apesar de o Flamengo anunciar a saída do funcionário, desta vez não houve respaldo ao treinador.

Nesta semana, Ismael Rescalvo, técnico do Emelec, do Equador, já havia revelado ter sido procurado pelo clube carioca, em mais um indício do processo de fritura de Ceni na Gávea. Mesmo “bancando” seu comandante, o clube já pesquisava possíveis substitutos no mercado. O novo comandante deve ser anunciado o mais breve possível.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que não continuará com Rogério Ceni à frente do time principal. O Clube agradece pelos serviços prestados e deseja sucesso nos próximos desafios”, postou o Flamengo às 2h46, num desfecho que todos já imaginavam assim que a reunião foi convocada às pressas numa sexta-feira tumultuada.

No jogo contra a Chapecoense, neste domingo, pela 11ª rodada do Brasileirão, a equipe mais uma vez será comandada por Maurício Souza, que já “quebrou galho” nas férias do time titular e quando Rogério Ceni foi diagnosticado com a covid-19.

Rogério chegou ao Flamengo em novembro de 2020. De cara, eliminação na Copa do Brasil para o São Paulo com duas derrotas. Conseguiu, porém, erguer o título do Brasileirão, mesmo perdendo o jogo final. Ainda ganhou o Carioca e a Supercopa do Brasil. Sai com um desempenho de 59% de aproveitamento e sem jamais agradar a torcida e os dirigentes.

O nome de Renato Gaúcho é o mais cotado para a vaga. Mas os diretores terão de convencer o presidente Rodolfo Landim, que jamais quis abrir mão de Ceni e gostaria de ver um novo estrangeiro na direção flamenguista.

Leia mais:  Mais atletas chegam ao Santos de Barra de São Francisco para a estreia da Copa Norte
publicidade

Camisa 10

Campeão no Rio, Thiago Braz ganha o bronze no salto com vara

Publicado

Brasileiro garantiu sua segunda medalha em Olimpíadas ao saltar 5,87 m. Sueco Armand Duplantis confirma favoritismo e leva o ouro

Campeão olímpico no Rio de Janeiro, em 2016, Thiago Braz garantiu a medalha de bronze no salto com vara em Tóquio 2020. A final ocorreu nesta terça-feira (3). O brasileiro, que se classificou ao saltar 5,75 m na etapa classificatória, conseguiu ir até os 5,87 m, ficando atrás somente do recordista mundial Armand Duplantis, da Suécia, que confirmou o favoritismo ficando com o ouro. O norte-americano Christopher Nilsen levou a prata.

Thiago começou bem e acertou, em seu salto inicial, os 5,50 m. Na sequência, tentou 5,70 m e chegou a passar na primeira tentativa, porém, um toque acabou derrubando o sarrafo. Na segunda tentativa, ultrapassou a barra. 

Para 5,80 m, o brasileiro falhou na primeira tentativa. Na segunda, foi bem e se credenciou para saltar os 5,87 m, que acertou de primeira.

Na tentativa para 5,92 m, de 14 competidores restavam apenas Christopher Nilsen (EUA), Thiago Braz (BRA), Renaud Lavillenie (FRA) e Armand Duplantis (SUE), franco-favorito. Na primeira execução, o brasileiro falhou e o sueco passou no primeiro salto com folga.

Thiago foi para a segunda tentativa, mas derrubou a barra. Na sequência, o francês Renaud Lavillenie, que sofreu com uma lesão no tornozelo, desperdiçou sua terceira tentativa e o brasileiro garantiu o bronze.

Na terceira execução, Braz falhou de novo, mas ficou com o terceiro lugar, garantindo a medalha, a sua segunda em dois Jogos Olímpicos.

A prova seguiu com o Nilsen e Duplantis. O sueco passou com tranquilidade na primeira tentativa. O norte-americano desperdiçou suas três tentativas e o pódio se formou.

Insaciável

Não satisfeito, Duplantis ajustou o sarrafo para 6,19 m para tentar bater o recorde mundial, que é dele mesmo (6,18 m), e o olímpico, que é de Thiago Braz, que saltou 6,03 no Rio, em 2016.

O sueco chegou a pensar em tentar o olímpico primeiro, mas decidiu ir direto para o mundial. Na primeira tentativa, faltou pouco para conseguir. Cansado, na segunda desistiu no meio do caminho. Na terceira, o medalhista de ouro, conquistada com facilidade hoje, derrubou a barra novamente.

Leia mais:  Neto critica Corinthians após corte de luz no Parque São Jorge: 'Pega um monte de vela!'
Continue lendo

Camisa 10

Em partida emocionante, Santos vence de virada e é finalista da Copa Norte 2021

Publicado

Em partida emocionante, o Santos de Barra de São Francisco venceu o Baixo Guandu, de virada, neste domingo (01), e garantiu a vaga na final da Copa Norte 2021.

A primeira partida, em Baixo Guandu havia terminado em 0x0, levando a disputa para Barra de São Francisco.

O Terror do Norte chegou forte e pressionou bastante na primeira etapa, mas desperdiçou várias chances claras de gol sendo, aos 28 minutos com Deivid, aos 39 com Diego e aos 43 minutos com Higor Santos que se depararam com o goleirão guanduense, Wilton, que fez grandes defesas e impediu que O Terror do Norte balançasse as redes.

O segundo tempo começou com fortes emoções para a equipe santista. O atacante Diego perdeu clara chance, praticamente debaixo da trave, logo no primeiro minuto da etapa complementar.

Logo em seguida, em uma ótima chance para O Terror do Norte, Igor Santos cobrou falta na gaveta e o goleiro voou para mandar para escanteio.

Em uma rara chance, o Baixo Guandu castigou o Santos e, aos 20 minutos, Kaká abriu o placar para a equipe visitante. Mas a alegria durou pouco, após reinício do jogo, em cobrança de pênalti, o artilheiro Eraldo empatou para o Santos.

O gol da classificação do Santos saiu aos 35 minutos do segundo tempo. Após ótima jogada e um lindo chute da entrada da área, mais uma vez, o goleiro Wilton fez um milagre e espalmou para escanteio. Na cobrança, Alessio, mostrou todo oportunismo e, no segundo pau, finalizou para o fundo das redes de cabeça.

Agora, o Santos de Barra de São Francisco encara o Santa Teresinha de Itarana, na final da Copa Norte 2021.

Equipes:

Santos: Alan, Ramires, Deivid, João Moura e Balotelli. Correia, Thiago Noia (Patrick) e Igor Santos. Diego (Vitinho), Eraldo e Marcus Vinicius (Alessio).

Baixo Guandu: Wilton, Neneca, Breno, Farias e Dega. Duthy, Russo, Robinho, Jamal, Thalisson e Madson.

Arbitragem: Rubens Abranches

Auxiliares: Rafal Ventura e Rafael Abranches

Leia mais:  Sesport divulga resultado final do Bolsa Atleta de 2020
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana