conecte-se conosco


Cidades

Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem deu um salto nos últimos dois anos

Publicado

Maior investimento em saneamento e meio ambiente realizado no Espírito Santo, o Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem tem valor global de R$ 1,224 bilhão. Com os recursos, resultantes de operação de crédito firmada pelo Governo do Estado com o Banco Mundial, estão sendo realizadas intervenções em diversas áreas, aumentando a qualidade de vida da população capixaba. Os projetos envolvem recursos hídricos, gestão de mananciais, recuperação da cobertura florestal, saneamento básico, gestão de riscos e prevenção de desastres.

Até o momento, do total de investimentos, aproximadamente R$ 474 milhões já estão em execução. “Saímos de um desempenho de 10% de recursos contratados entre 2015 e 2018 e vamos alcançar, com a assinatura do contrato de saneamento de Vila Velha, 84% no início de 2021, totalizando aproximadamente R$ 900 milhões”, afirmou o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, que coordena o comitê diretivo do Programa.

O conselho é integrado por gestores das Secretarias de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama); de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb); da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag); além da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan); do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper); e da Defesa Civil Estadual.

Prioridade para o governador Renato Casagrande desde sua primeira gestão, quando deu início à preparação desse projeto com o Banco Mundial, o Águas e Paisagem foi negociado e aprovado pela instituição em 2014, mas ficou praticamente estagnado por mais de três anos, desde a assinatura do contrato, em 2015. No início de 2019, a prioridade foi restabelecida.

Do conjunto de 60 itens de licitações da carteira de investimentos do projeto original, o Programa está hoje com 83% de seus processos licitatórios realizados, contra 18% registrados no período de 2015 a 2018.

Entre os projetos previstos estão: execução de obras de implantação, reabilitação e ampliação de sistemas de esgotamento sanitário em cidades do interior do Estado e da Região Metropolitana da Grande Vitória, com execução de ligações intradomiciliares; ações para aumentar a eficiência dos serviços de abastecimento de água expansão do Programa Reflorestar para 21 municípios e início da restauração em 3.800 hectares de florestas; ações para identificar e reduzir a carga de sedimentos que impactam a qualidade da água do Rio Mangaraí, que tem uma contribuição importante na qualidade e quantidade de água para o abastecimento da RMGV; e a ampliação da capacidade do Estado para lidar com desastres naturais.

“O programa muda o cenário de degradação ambiental e eleva a qualidade de vida e condições de saúde, num momento de intensa necessidade de o país buscar caminhos para resolver o déficit do saneamento básico”, reforçou a subsecretária de Captação de Recursos da SEP, Regina Curitiba.

Leia mais:  Fundação Renova conclui a contratação do ouvidor-geral
publicidade

Cidades

Homem morre e sete pessoas ficam feridas em grave acidente na BR-101

Publicado

Uma das pistas precisou ser interditada e o tráfego está seguindo em sistema pare e siga

Um homem morreu e outras setes pessoas ficaram feridas após se envolverem em um grave acidente, no início da tarde deste sábado (23). A colisão envolvendo dois veículos de passeio, ocorreu na altura do km 232,3 da BR 101, em Fundão

De acordo com o Centro de Controle Operacional da Eco101, concessionária responsável pela administração da via, a vítima fatal era motorista de um dos veículos envolvidos no acidente. O homem morreu no local.  

Dentre os feridos, três pessoas foram encaminhadas para o Hospital Estadual de Urgência e Emergência, em Vitória, uma para o Hospital Infantil, também na capital, e outras três para o Hospital São Camilo, em Aracruz. 

Ambulâncias, viatura de inspeção e guincho da Eco 101, além da Polícia Rodoviária Federal, Samu, Corpo de Bombeiros, perícia da Polícia Civil e IML foram acionados para dar apoio a ocorrência. 

Ainda não há informações sobre como o acidente ocorreu. Uma das pistas precisou ser interditada e o tráfego está seguindo em sistema pare e siga.

Leia mais:  Corpo de ex-vereador de Nova Venécia foi localizado em Boa Esperança depois de ter sido trocado por outro de uma mulher
Continue lendo

Cidades

Navio encalhado é retirado de Porto em Aracruz

Publicado

A operação aconteceu na noite de sexta-feira (22); a embarcação, carregada de celulose, seguia para Singapura

O navio mercante Saga Morus, carregado de celulose e que havia encalhado ao tentar uma manobra de saída do Porto de Barra do Riacho, em Aracruz, foi retirado do local na noite de sexta-feira (22). 

A embarcação seguia para Singapura e, segundo a Capitania dos Portos do Espírito Santo, assim que houve o anúncio do encalhe, foram deslocadas duas equipes até o local, sendo uma por terra e outra por via marítima. 

A análise da Capitania concluiu que o navio não oferece risco à navegação. Também não foram encontrados indícios de danos estruturais ou vazamento de resíduos poluentes. Os tripulantes passam bem.

Em razão do acidente, foi instaurado inquérito administrativo para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do ocorrido. 

Segundo o site Marine Traffic, o navio tem bandeira de Hong Kong e atracou em Portocel na última quarta-feira (20), vindo do Porto de Vila do Condé, no Pará.

Leia mais:  Inmet emite alerta para chuvas intensas no ES; confira a previsão do tempo para o fim de semana
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana