conecte-se conosco


Política e Governo

Projeto amplia participação de micro e pequenas empresas no processo das compras governamentais

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, lançou, nesta segunda-feira (26), o Projeto Compre do ES, que vai ampliar o acesso ao mercado das compras governamentais para as micro e pequenas empresas locais. A iniciativa tem o objetivo de fortalecer e aumentar a competitividade dessas empresas, promovendo o desenvolvimento econômico e social. O projeto faz parte das ações do Plano Espírito Santo – Convivência Consciente, com foco na retomada econômica do Estado.

O Compre do ES pretende ampliar a participação dos pequenos negócios locais, contribuindo para a movimentação da economia e ampliando as oportunidades para empresários de Micro e Pequenas Empresas (MEI, ME, EPP) do Espírito Santo que têm interesse em vender especialmente para o Governo do Estado e também para outros órgãos públicos municipais, estaduais ou federais.

“Esse é mais um passo que damos para incentivar o consumo dentro do Espírito Santo. A ideia é permitir que as pequenas e microempresas tenham preferência na venda para o Governo do Estado e que as Prefeituras possam aderir ao programa. Incentivando as compras locais, para que a riqueza, a prosperidade e os empregos permaneçam aqui. Em nenhum momento, o Estado deixou de estender a mão a quem mais sofreu nessa pandemia. Agora, damos mais um passo na direção da retomada da economia com a criação de oportunidades e a geração de empregos e renda para os capixabas”, afirmou o governador Casagrande.

Leia mais:  Deputado Da Vitória propõe regulamentação da profissão de condutor de veículo escolar

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, explicou que o projeto vai promover a qualificação das empresas, estimulando fornecedores a aperfeiçoarem e ampliarem sua rede de negócios, estabelecendo prestação de serviços com maior eficiência e qualidade.


“O objetivo do Governo do Estado é possibilitar a participação de MPE locais no processo das compras governamentais, dando prioridade na contratação dessas empresas quando o preço ofertado em disputas, for até 10% superior do que o melhor preço válido. Para que o programa tenha êxito, está prevista a capacitação de 120 servidores e 120 empresários até 2022, bem como a realização de 10 rodadas de oportunidades”, completou Hoffmann.

O projeto Compre do ES tem a coordenação das Secretarias de Inovação e Desenvolvimento (Sectides) e de Gestão e Recursos Humanos (Seger), em parceria com Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), Secretaria de Controle e Transparência (Secont), Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Espírito Santo (Sebrae).

Parceiro da iniciativa, o Sebrae fará a capacitação, criação e divulgação de ações/eventos de aproximação e de oportunidades de negócios para as Micros e Pequenas Empresas. “É uma oportunidade para que micro e pequenas empresas possam se tornar mais competitivas na participação das compras do Governo. Agora, com a regulamentação do benefício que prioriza a contratação de pequenos negócios sediados no Estado, teremos de fato uma consolidação da política de ampliação do acesso ao mercado das compras públicas voltado para aquelas que movem a economia capixaba”, avaliou o superintendente do Sebrae, Pedro Rigo.

Leia mais:  Educação Especial receberá investimento de quase R$ 9,5 milhões

Legislação

Decreto de Priorização para a contratação de MPE Locais: Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as contratações públicas de bens, serviços e obras, tendo em vista o disposto nos arts. 42 a 49 da Lei Complementar Federal 123/2006, e dos arts. 43 a 70 da Lei Complementar Estadual 618/2012, para as Microempresas (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP), Microempreendedores Individuais (MEI) e Sociedades Cooperativas, Agricultores Familiares e Produtores Rurais Pessoa Física.

Decreto de Securitização de Contratos: Dispõe sobre as regras e os procedimentos para operação de crédito garantida por cessão fiduciária dos direitos de créditos decorrentes de contratos administrativos de obras e serviços de engenharia, realizadas entre o fornecedor e instituição financeira no âmbito da Administração Pública Estadual direta, autárquica e fundacional. A operação de crédito de que trata o art. 1º será garantida por meio de conta vinculada específica para pagamento dos créditos cedidos fiduciariamente em garantia.

publicidade

Política e Governo

Twitter do governador Renato Casagrande é hackeado

Publicado

O perfil ganhou um novo nome: 1inh Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12

A conta da rede social Twitter, do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi hackeado na tarde desta quinta-feira (18). O perfil ganhou um novo nome: 1inch Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12. 

Por volta das 18h38, o perfil foi recuperado, já com a foto do chefe do Executivo estadual, e os tweets feitos pelos criminosos, apagados.

A reportagem acionou a assessoria do governador para saber se algo já havia feito a respeito da invasão ao seu perfil.

Por meio de nota, a assessoria do socialista se limitou a dizer: “tão logo percebemos que a conta foi hackeada, iniciamos o processo e recuperamos o acesso”.

Leia mais:  Nova cartilha traz orientações sobre créditos emergenciais para empresas durante a pandemia
Continue lendo

Política e Governo

Pesquisa Ipec governo ES: Casagrande tem 52%; segundo lugar tem empate técnico

Publicado

Levantamento foi feito com 608 entrevistados face a face entre 14 e 16 de agosto e tem margem de erro de quatro pontos

Pesquisa Rede Gazeta/Ipec para as eleições para governo do Espírito Santo, divulgada na quarta-feira (17), traz o atual governador Renato Casagrande (PSB) à frente com 52%.

Na sequência, aparecem, empatados tecnicamente, Carlos Manato (PL) com 10%; Audifax Barcelos (Rede), 7%; e Guerino Zanon (PSD), 5%.

Capitão Vinicius Sousa (PSTU), com 2%, também está empatado tecnicamente com os candidatos na segunda posição. No caso de Manato, segundo mais citado, Sousa empata no limite da margem de erro, que é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Aridelmo Teixeira (Novo) e Cláudio Paiva (PRTB) têm 1% cada. Os que dizem que irão votar em branco ou anular somam 11%. A proporção dos que não sabem ou preferiram não responder é de 11%.

Foram entrevistadas 608 pessoas face a face entre os dias 14 e 16 de agosto. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. O levantamento tem 95% de confiança. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

Leia mais:  Governador visita montadora de aviões em Jaguaré

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo ES-09385/2022.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para governador do Espírito Santo

  • Renato Casagrande (PSB) – 52%
  • Carlos Manato (PL) – 10%
  • Audifax Barcelos (Rede)- 7%
  • Guerino Zanon (PSD) – 5%
  • Capitão Vinicius Sousa (PSTU) – 2%
  • Aridelmo Teixeira (Novo) – 1%
  • Cláudio Paiva (PRTB) – 1%
  • Branco/Nulo – 11%
  • Não sabem/Não responderam – 11%

Senado

A Quaest também fez simulações para a disputa do Senado. O ex-senador Magno Malta (PL) lidera a disputa com 29%, seguido pela senadora Rose de Freitas (MDB), candidata à reeleição, com 22%.

Intenção de voto estimulada para senador pelo Espírito Santo

  • Magno Malta (PL) – 29%
  • Rose de Freitas (MDB) – 22%
  • Carone (Agir) – 5%
  • Erick Musso (Republicanos) – 4%
  • Gilberto Campos Coletiva (PSOL) – 2%
  • Nelson Junior (Avante) – 1%
  • Felipe Skiter (PSTU) – 1%
  • Branco/Nulo – 17%
  • Não sabe/Não respondeu – 18%

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana