conecte-se conosco


Entretenimento

Projeto Batuque Diferente seleciona estudantes de música para residência artística

Publicado

Promover a interação de um coletivo musical especializado na fusão de jazz e música brasileira com estudantes de percussão. Este é o objetivo principal da Residência Artística “Batuque Diferente”. Idealizada e produzida pelos integrantes do grupo Batida Diferente, a iniciativa vai selecionar três estudantes negros de percussão para participar da gravação de uma composição autoral, com produção e arranjo do professor de percussão Léo de Paula, que vai aplicar uma oficina de ritmos brasileiros e africanos aberta ao público em geral. O projeto foi selecionado pelo Edital 016/2020 – Coletivos Culturais, da Secretaria da Cultura (Secult).

> As inscrições estão LINK e vão até 12 de junho, pela plataforma Google Forms, disponibilizada no perfil do grupo Batida Diferente no Instagram (@batidadiferente). Os candidatos e candidatas deverão inserir seus dados juntamente com um vídeo no YouTube, contendo uma performance musical de livre escolha. Podem se inscrever estudantes de percussão de projetos sociais e instituições públicas que sejam negros e que tenham de 18 a 29 anos. 

Para o trompetista do grupo Batida Diferente, Ailton Junior, a Residência Artística “Batuque Diferente” se propõe a valorizar a formação profissional de músicos negros e despertar a habilidade da composição. “Uma palavra que define bem este projeto é conexão. Conexão com pessoas diferentes que compartilham do mesmo objetivo e com histórias parecidas e de gerações diferentes”, explica o músico. “A ideia é fazer a junção desses três jovens que vão participar, juntamente com o Léo de Paula e o Batida Diferente, da gravação de uma música inédita, um samba de minha autoria intitulado ‘Pro Rafa’”, conta o trompetista.

Após o período de inscrições, o material será avaliado por Ailton Junior e pelo percussionista Léo de Paula, que farão a seleção dos três estudantes classificados, de acordo com os critérios de Desempenho Técnico-Musical e Entrevista. O resultado será divulgado no dia 13 de junho pelo perfil do grupo Batida Diferente no Instagram. Os passos seguintes serão os ensaios presenciais, entre 14 de junho e 03 de julho, para afinar o entrosamento entre os músicos e os estudantes de percussão, e a gravação da composição em um estúdio na Grande Vitória. O single será divulgado nas redes sociais do grupo Batida Diferente.

Leia mais:  Ex-candidata do Miss Bumbum perde braço após acidente de moto

Samba

Responsável pelo arranjo e produção, Léo de Paula afirma que a música “Pro Rafa” vai girar em torno das diferentes possibilidades rítmicas proporcionadas pelo samba. “Pretendo provocar os participantes a pensar sobre formas diferentes de tocar o samba, seja aproximando-o dos batuques ancestrais afro-diaspóricos seja dialogando com a estética do partido-alto e das rodas de samba, ou mesmo com as batucadas de carnaval”, explica o professor.

Ao final da Residência Artística, Léo de Paula vai ministrar uma oficina sobre ritmos brasileiros e africanos, aberta ao público em geral, na Estação Conhecimento, na Serra. Símbolo da identidade cultural brasileira, o samba será novamente o foco principal da atividade. “Vou trabalhar os conceitos, padrões rítmicos e referências teóricas sobre o samba e seus fazeres: do samba de caboclo ao samba-enredo, passando pelo samba-jazz e o partido-alto, visando a inspirar os participantes nessa viagem pelo mais representativo dos nossos gêneros musicais”, adianta Léo de Paula.

PROGRAMAÇÃO DA RESIDÊNCIA ARTÍSTICA “BATUQUE DIFERENTE”:

De 06 a 12 de junho – Inscrições para estudantes de percussão negros, de 18 a 29 anos, interessados em participar do projeto, pela plataforma Google Forms, disponibilizada no Instagram do grupo Batida Diferente: @batidadiferente.

Os candidatos e candidatas deverão inscrever seus dados na plataforma e encaminhar um vídeo contendo uma performance musical própria, disponibilizada no YouTube;

13 de junho – Divulgação dos três estudantes negros selecionados, por meio do Instagram @batidadiferente;

De 14 de junho a 03 de julho – Ensaios com os músicos selecionados;

De 04 a 10 de julho – Gravação do single;

De 11 a 17 de julho – Oficina de ritmos brasileiros e africanos, ministrada pelo artista convidado Léo de Paula, na Estação Conhecimento, em Cidade Continental, na Serra. Data e horário serão confirmados em breve.

Agosto – Lançamento do single “Pro Rafa” nas redes sociais do Grupo Batida Diferente.

SOBRE O GRUPO BATIDA DIFERENTE:

O Grupo Batida Diferente foi criado em 2018 por quatro amigos e alunos do Projeto Vale Música Espírito Santo, com o objetivo de divulgar a música instrumental brasileira e internacional. Com influências de Roberto Menescal, Sidmar Vieira, João Bosco, João Donato, Daniel Alcântara, Miles Davis, Chet Baker, John Coltrane, entre tantos outros, o grupo é formado atualmente por Ailton Junior (trompete), Leonardo Rodrigues (contrabaixo), Igor Cowosque (violão/guitarra) e Allyson Silva (bateria).

Leia mais:  Zezé Di Camargo vai receber título de cidadão do Espírito Santo

São quatro músicos da nova geração do município da Serra, que vêm construindo sua carreira musical com significativas experiências artísticas, tendo a oportunidade de se apresentarem nos principais festivais do Estado, entre os quais o Festival Internacional de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins (2018), o Vila Velha Jazz & Blues Festival (2019) e o Marien Calixte Jazz Music Festival (2019).

Os integrantes do Grupo Batida Diferente participaram de masterclasses, oficinas e workshops com músicos renomados como Rafael Rocha (ES), Célio Paula (ES), Dino Rangel (RJ), José de Arimatéa (RJ), Toninho Horta (MG), Rui Carvalho (AM) e Ney Conceição (PA). Além disso, o líder do grupo, Ailton Junior, participou de residência artística com a Orquestra Sinfônica Brasileira em 2019, culminando com um concerto realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Em 2018, o Grupo Batida Diferente foi contemplado no Edital de Coletivos Juvenis da Secretaria da Cultura (Secult), realizando quatro concertos didáticos para 580 alunos em escolas da Rede Pública da Serra.

Com a Vale Música Jazz Band, da qual são integrantes, apresentaram-se ao lado de grandes nomes como o maestro Gilson Peranzzetta, o trompetista do grupo Afrojazz, Eduardo Santana, o cantor norte-americano JJ Jackson e as cantoras Alma Thomas, Indiana Nomma, Ekaterina Bessmèrtnova, Nicole Falcão, Amélia Barretto e Tamires Casotto; ainda com a Vale Música Jazz Band, tocaram nos principais teatros de Vitória e participaram de diversos festivais como o Festival de Inverno de Música Erudita e Popular de Domingos Martins, o Festival Fábrica.Lab, o Festival de Jazz & Blues do Museu Vale, o Festival I Love Jazz, em Belo Horizonte (MG), e o Festival de Inverno de Ouro Preto (MG).  

Nos últimos dois anos, diante da pandemia da Covid-19, o grupo manteve a rotina de ensaios, estudos de novos arranjos, pesquisas e criações artísticas, utilizando-se de ferramentas tecnológicas para dar sequência a suas atividades.

 SIGA O GRUPO BATIDA DIFERENTE NAS REDES:

Instagram: @batidadiferente

Facebook: https://www.facebook.com/grupobatidadiferente

publicidade

Entretenimento

Patricia Abravanel entrega ‘vício’ de Silvio Santos: ‘Eu acho um problema’

Publicado

Patricia Abravanel revelou que Silvio Santos é viciado em trabalho. A filha do dono do SBT contou que, durante a pandemia da Covid-19, ele fez atividades que nunca havia feito antes e nem sequer falou sobre a emissora, o que para ela foi motivo de orgulho. “Eu acho um problema “, avalio. 

O assunto veio à tona no podcast O Pod É Nosso, exibido no YouTube e comandado por Carlos Alberto de Nóbrega e Renata Domingues. Na atração, ela elogiou o fato do pai, aos 91 anos, permanecer ativo. “Eu admiro muito quando eu vejo ele saindo do carro, aquela postura ereta, forte, eu acho tão legal, é uma vontade de viver, de fazer e de continuar produzindo. Ele sabe que o pessoal sente falta dele”.

Apesar dos elogios, Patricia destacou que não gosta de ver o comunicador trabalhando demais. “Meu pai é muito focado no trabalho. Vocês não aprenderam a ter outros prazeres, eu acho um problema, viu, Carlos Alberto? Vocês não aprenderam a ver felicidade em outras coisas”, analisou ela. 

Leia mais:  De calote milionário a estelionato: Eduardo Costa coleciona polêmicas

“Eu nunca deixei de fazer um programa em 35 anos”, comentou o apresentador do A Praça É Nossa. “Mas vocês não aprenderam a ver felicidade em outras coisas. No ano passado, eu achava que ele não ia voltar, ele estava curtindo outras coisas. Ele foi em aniversário de neto, ele nunca tinha ido. Fez coisas que ele nunca fazia antes”, completou Patricia.

Continue lendo

Entretenimento

Programação do Forró do Pontal 2022 é divulgado pela prefeitura de Linhares

Publicado

A festa acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de julho e terá programação musical, quadrilha e etapa da Copa de Kart

A Prefeitura de Linhares divulgou a programação oficial do Forró do Pontal 2022, no Pontal do Ipiranga, entre os dias 15 e 17 de julho deste ano na quadra de esportes do balneário, onde tradicionalmente é realizado o evento. Para valorizar os artistas regionais a Prefeitura escalou Filipe Fantin, Farra 2, Comichão, Wallace Playboy e Banda, Fogo na Coisa, Chapahalls, Os Carreteiros, Cipó Cravo, Cambada de Preto, Forró Simininu, entre outras bandas para animar a festa.

O Forró do Pontal 2022 terá espaço para o esporte com uma etapa da Copa Linhares de Kart, com animação do DJ Lebarch, amistoso de futebol sub-20 entre Linhares e São Mateus no Estádio Claudionor Avancini, o Claudinho do Pontal, além da atração para a garotada, a Banda Circo Mágico com apresentação no domingo de festa.

Neste ano as atrações irão se apresentar em dois espaços – a tenda tradição com as bandas de forró tradicional e a Tenda Raiz que irá valorizar o forró pé de serra e outras manifestações culturais. Além das atrações musicais e culturais, a Prefeitura monta um esquema especial para atendimento de saúde, limpeza do balneário e reforço na segurança.

Leia mais:  Bolinho caipira é recheado com linguiça e acompanha molho especial

O prefeito de Linhares Bruno Marianelli destacou que o evento tem o objetivo de movimentar a economia do balneário e de resgatar a tradição do Forró do Pontal que é o de reunir as famílias, músicos e adeptos do forró. “Em decorrência da pandemia, o Forró do Pontal ficou sem a realização de duas edições, e agora está de volta ao calendário de eventos do Município. É um evento que atrai turistas de várias regiões do Espírito Santo e de outros Estados aumentando em mais de 70% o fluxo de pessoas que visita o balneário nesse período. O Forró do Pontal é de extrema importância para os proprietários de pousadas, restaurantes, mercados e bares”, destacou Bruno.

De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Fabrício Lopes, a expectativa é de que o formato mais dinâmico e que valoriza os artistas regionais e locais vai atrair ainda mais forrozeiros. “Mais uma vez, com parcerias e muita criatividade, montamos uma programação que resgata a essência da festa, com forró tradicional e o pé de serra, promovendo o lazer para a nossa gente e turistas, movimentando a comunidade de Pontal do Ipiranga”, disse Fabrício.

Programação:

• 15/7 (sexta-feira)

19 às 21 horas – Cambada de Preto (tenda tradição)

Leia mais:  Ex-candidata do Miss Bumbum perde braço após acidente de moto

19 às 21 horas – Cipó Cravo (tenda raiz)

21 ás 23 horas – leco do Acordeon (tenda raiz)

21 às 23 horas – Farra 2 (tenda tradição)

23 às 1 hora – Comichão (tenda tradição)

• 16/7 (sábado)

6 às 9 horas – Orientação à Melhor Idade (Praça Eclipse)

9 às 11 horas – Amistoso de Futebol Sub-20 Linhares e São Mateus (Estádio)

13 às 18h – Copa Linhares de Kart com Dj Lebarch – Minitrio

18 ás 19 horas – Quadrilha Junina (tenda tradição)

18 às 19h30min – Arrocha o Nó (tenda raiz)

19 às 21 horas – Wallace Playboy e Banda (tenda tradição)

19 às 21 horas – Forró Simininu (tenda raiz)

21 ás 23 horas – Fogo na Coisa (tenda raiz)

21 ás 23 horas – Os Carreteiros (tenda tradição)

23 à 1 hora – Trio Chapahalls – (tenda tradição)

• 17/7 (domingo)

14 às 16 horas – Banda Circo Mágico (tenda raiz)

16 às 18 horas – Franciele e Rodolfo (tenda tradição)

18 às 20 horas – Filipe Fantin (tenda tradição)

20 ás 22 horas – Procópio Cowboy (tenda tradição)

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana