conecte-se conosco


Política e Governo

PSB garante Bruno na disputa à reeleição na Assembleia Legislativa e Márcia Lamas à frente da Executiva na Serra

Publicado

O PSB, partido do governador Renato Casagrande, tomou importantes decisões no Congresso Municipal que realizou na Serra: quer lançar o deputado estadual Bruno Lamas à reeleição, na Assembleia Legislativa, e reconduziu a ex-vice-prefeita Márcia Lamas para comandar o partido no município pelos próximos três anos.

Lideranças estaduais prestigiaram o Congresso do PSB da Serra, que manteve Márcia Lamas no comando da Executiva Municipal pelos próximos três anos. Crédito: Assessoria de imprensa

Numa reunião que contou com a presença da militância em peso, mas que atendeu aos protocolos de saúde, com o uso de máscara e álcool em gel, o presidente da Executiva regional do PSB, Alberto Gavini, destacou a importância de manter Bruno no Legislativo estadual e reconheceu a história de vida de Márcia Lamas, a quem frisou representar “a essência do PSB, com muitos serviços prestados ao município”.

“O Bruno também tem uma história de dedicação à cidade. Quero destacar a importância do papel dele na Assembleia Legislativa. Bruno é a voz de Casagrande no Legislativo. É produtivo. Ele não vai lá para conversar fiado, para falar dos outros. Ele vai lá para trabalhar. Bruno briga pelo que acredita, pelo que é importante para população”, discursou Gavini para cerca de 200 pessoas, no Centro da Boa Convivência, localizado no Parque Residencial Laranjeiras, na última quinta-feira (18).

METAS

O dirigente estadual do PSB destacou quais são as metas do partido para 2022.

“Na Assembleia, teremos de ter chapa completa (31 pessoas: 10 mulheres e 21 homens, ou vice-versa). Nossa expectativa é eleger quatro deputados estaduais. Hoje, temos 15 pré-candidatos”, lembrou.

Para a Câmara Federal, Gavini explicou que a chapa para deputado federal terá 11 nomes.

“Queremos eleger pelo menos dois deles. Precisaremos de mais de 300 mil votos (150 mil para cada um)”, explicou.

Ele anunciou que o diretor-presidente do Detran, Givaldo Vieira, ex-vice-governador e ex-deputado federal, recém-filiado ao partido e também presente ao encontro, é um dos pré-candidatos à Câmara Federal.

“Você (Givaldo) é uma aquisição para o PSB. Foi vice-governador. É nosso pré-candidato para deputado federal, assim como o Bruno é pré-candidato a deputado estadual em 2022”, anunciou.

Gavini, porém, lembrou que a meta número um do partido é reeleger o governador Renato Casagrande ao Palácio Anchieta. E que, para isso, segundo ele, a militância tem um papel fundamental.

“Tenho três pedidos para fazer a vocês: não falem governo do PSB, mas governo do Renato Casagrande, do PSB. É preciso reforçar o nome dele. Segundo: vamos para as mídias para divulgar as boas ações do nosso governo. É preciso colocar as obras nas redes sociais. E, por último, se apossem das ações do governador. Vamos na rua que ele fez a obra para fazer um vídeo. Usem isso nas mídias de vocês, nas conversas no trabalho, na igreja, na comunidade”, detalhou.

Bruno, por sua vez, preferiu destacar no seu discurso o trabalho e a força do partido.

“O PSB da Serra, assim como o Espírito Santo, é pequenininho, mas ‘metido a besta’. O Estado tem a menor mortalidade infantil do Brasil e é a 5ª unidade da federação mais competitiva porque respeita as instituições, tem os seus programas de investimentos respaldados por leis e um governador sério, sensível e humano”, discursou.

O deputado lembrou ainda que o PSB da Serra decide eleições e tem o maior número de filiados do Estado há muitos anos. “Temos sede, conta aprovada e história”, frisou.

Márcia agradeceu pela “festa da democracia”, que a reelegeu, ao lado do ex-vereador Fabio Latino, para comandar o diretório municipal.

“Vale enfatizar que a Serra continua com seu protagonismo, mantendo sua base forte. É a que mais filia e a que tem mais filiados ao PSB no Espírito Santo. É uma honra, em meio a tantas dificuldades, estar à frente do partido e encarar a grande missão de reeleger, nas próximas eleições, o governador Renato Casagrande, um líder capaz, seguro que tem autoridade e mostrou isso na pandemia”, declarou.

E emendou: “Também temos a missão de reeleger o deputado Bruno Lamas e o nosso novo integrante do partido, que veio para somar, Givaldo Vieira. Agradeço a todos que participaram dessa linda festa”.

Na ocasião foram também eleitos os membros da Executiva, do diretório e dos conselhos Fiscal e de Ética. Também foi apresentada a composição das secretarias dos segmentos sociais do PSB/Serra e retirados os nomes dos delegados que participarão do Congresso Estadual do PSB- ES, em 2022.

Além de militantes do partido na Serra, estiveram presentes membros da Executiva Estadual do PSB-ES, presidentes e membros diretórios de outros municípios, gestores de secretarias do Estado, dentre outros.

Leia mais:  Governador Casagrande participa da entrega de trecho da BR-101
publicidade

Política e Governo

R$ 445 mil direcionados por Majeski para reforçar trabalhos em hospitais

Publicado

Dos R$ 445 mil direcionados pelo deputado estadual Sergio Majeski (PSB), por intermédio de emendas parlamentares, para reforçar os trabalhos em 11 instituições com atuação na saúde pública do Espírito Santo em 2021, R$ 330 mil estão com os termos de fomento assinados entre o Governo do Estado e a instituição beneficiada com o repasse do recurso.

São R$ 180 mil para o Hospital Concórdia (Santa Maria de Jetibá), R$ 30 mil para o Hospital Rio Doce (Linhares), R$ 30 mil para a Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer (Vitória), R$ 30 mil para o Hospital Santa Casa (Vitória), R$ 25 mil para o Hospital Santa Casa (Cachoeiro de Itapemirim), R$ 25 mil para o Hospital Infantil (Cachoeiro de Itapemirim) e R$ 10 mil para Fundação Clínica Carmem Lúcia (Vila Velha).

“Mesclamos o direcionamento dos recursos com as emendas para contemplar instituições que oferecem serviços relevantes à sociedade. Sempre é importante lembrar que o dinheiro é público, do próprio cidadão. Além dos hospitais, também estão em nossa prioridade escolas, Apaes e Pestalozzis, por exemplo. Indicamos o repasse e rotineiramente vamos às instituições para verificar as estruturas e conferir o atendimento que é ofertado às pessoas”, destaca Majeski.

Para efetivar na totalidade os recursos direcionados pelo deputado Majeski às instituições que oferecem serviços em saúde, falta o Governo do Estado assinar os termos de fomento para o repasse de R$ 115 mil aos hospitais Padre Máximo (Venda Nova do Imigrante), Madre Regina Protmann (Santa Teresa), Nossa Senhora da Penha (Santa Leopoldina) e São Brás (Itarana).

Leia mais:  Bandes oferta crédito produtivo para negócios de diferentes setores: Saiba como ser cliente
Continue lendo

Política e Governo

Secult debate participação na 4ª Conferência Nacional de Cultura

Publicado

A Secretaria da Cultura (Secult) já está participando das articulações para a realização da 4ª Conferência Nacional de Cultura, com previsão para ser realizada em dezembro de 2022. As etapas municipais e estaduais devem ocorrer entre fevereiro e junho do próximo ano, e as discussões vão girar em torno de atualizações do plano nacional de cultura e os rumos do setor no pós-pandemia.

O secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, presidente do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura reuniu-se com a presidente do Fórum Nacional de Secretários e Gestores de Cultura das Capitais e Municípios Associados, Ana Cristina de Castro, em Curitiba, para tratar da participação dos dois fóruns na organização da 4ª Conferência Nacional de Cultura. Ana Castro é presidente da Fundação Cultural de Curitiba, no Paraná, que tem status de secretaria.

Durante a reunião, os presidentes conversaram com o secretário nacional da Economia Criativa e Diversidade Cultural, Aldo Valentim, visando a acertar detalhes da composição da 1ª Câmara Temática para a Conferência Nacional, da qual Fabricio Noronha será titular e Ana Castro suplente.

Ambos participam na condição de representantes do poder público e seus nomes serão ratificados na próxima reunião plenária do Conselho Nacional de Políticas Culturais, prevista para ser realizada nesta quarta-feira (1º).

A Conferência Nacional de Cultura reunirá, como nos anos anteriores, agentes culturais de todo o Brasil para debates das políticas culturais. Nas três edições anteriores, a conferência chegou a ter representantes de 26 estados.

Leia mais:  Juízes afastados: entenda o papel dos envolvidos em esquema de corrupção investigado pelo MPES
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana