conecte-se conosco


Política e Governo

Qualificar ES forma turmas da última oferta de cursos presenciais de 2019

Publicado

Investir no potencial da educação profissional como instrumento de transformação social. Com esse objetivo, o Qualificar ES realizou a formatura de mais de 3 mil alunos da terceira e última oferta de vagas de cursos presenciais do Programa em 2019. O evento aconteceu na manhã desta terça-feira (17) no Centro Estadual de Educação Técnica (CEET) Vasco Coutinho, em Vila Velha, e contou com a presença do governador Renato Casagrande.

Na ocasião, foram entregues certificados de conclusão de curso a todos os concluintes presentes. Estudantes representantes de cada município participante desta oferta também receberam das mãos do governador certificados simbólicos em nome de todos os alunos de seu município. Nesta oferta, os municípios de Aracruz, Cariacica, Conceição da Barra, Guarapari, João Neiva, Santa Leopoldina, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória ofereceram 5.690 vagas de cursos presenciais.

Casagrande lembrou que os cursos abrem as portas para oportunidades e que já foram entregues 42 mil diplomas este ano. “Tomar a decisão de fazer o curso já muda o mundo de quem tomou essa atitude. O curso não garante emprego, mas abre portas para as oportunidades. É um passaporte para segurar as oportunidades que possam aparecer. Os cursos têm carga horária, em média, de 120 horas, garantindo que a pessoa se prepara bem. E a qualificação não é apenas para arrumar emprego, pois a grade curricular carrega uma forte dose de empreendedorismo, então muitos se formam e começam a empreender”, disse.

Leia mais:  Deputado Renzo Vasconcelos fiscaliza Lagoa da Linha Verde em Linhares


A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional, Cristina Engel, avaliou que a formatura da terceira oferta de cursos presenciais demonstra o compromisso do Qualificar ES em promover a profissionalização e a inclusão social da população no atual mercado de trabalho.


“Nós estamos comprometidos em oferecer à população chances de profissionalização e sabemos que é a partir da educação que podemos contribuir para a redução das desigualdades, principalmente, nos desafios que enfrentamos economicamente no País. Por isso, além de oferecermos a formação técnica, trabalhamos aspectos comportamentais do empreendedorismo”, ressaltou.

A oradora da cerimônia, Jaqueline dos Santos, de 18 anos, está iniciando sua carreira profissional e decidiu realizar o curso de Auxiliar de Departamento Pessoal. Jaqueline, que atuou como menor aprendiz em serviços de supermercado durante o Ensino Médio, afirmou que sua escolha se baseou, além de seu interesse e identificação, em oportunidades que enxerga na área.

“Vejo muitas dificuldades no mercado de trabalho hoje. Com o curso, acredito que conseguirei oportunidades de atuação e de crescimento. O Qualificar ES me ajudou muito. Lembro de uma reflexão muito importante sobre plano de carreira no primeiro dia de aula. Nós devemos projetar o que desejamos para nossas carreiras em vez de depender apenas das decisões empresariais. Essa reflexão mudou minha postura profissional”, destacou.

O formando do curso de Informática Rubem Moraes, de Santa Leopoldina, é participante e militante da cultura hip hop há quase 30 anos. Para expressar seu agradecimento à oportunidade de profissionalização por meio do Qualificar ES, Rubem produziu um rap sobre o Programa. White Jay, como é conhecido, defende que o Programa é essencial para a formação de moradores de seu município, principalmente por ser do interior do Estado.

Leia mais:  Em Vitória, decisão vai para segundo turno entre Pazolini e João Coser

“A gente precisa de formação aqui na região. Por ser uma cidade pequena, a gente não tem muita oportunidade de trabalho e, muitas vezes, surgem oportunidades e não temos certificação para concorrer às vagas. O rap para mim é a expressão viva da linguagem do povo. Então, nada mais justo do que fazer uma homenagem para esse projeto, que é tão importante”, afirmou Moraes.

Cursos semipresenciais e on-line

Na terceira oferta do Programa, foram oferecidas 10.500 vagas de cursos on-line e 300 vagas de cursos semipresenciais. As aulas para tais modalidades permanecem até 21 de dezembro. 

Acreditar ES

Em outubro deste ano, o Governo do Estado lançou o projeto Acreditar ES, por meio de uma parceria entre a Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes). A iniciativa oferece uma linha de crédito voltada especificamente aos alunos do Qualificar ES para financiamento de novos empreendimentos.

Para ter acesso ao benefício, o aluno deve apresentar um plano de negócios. A linha de crédito é de até R$ 3 mil, com até 30 meses para pagar e taxa de 1,1% a.m.

publicidade

Política e Governo

Fundo de investimento capixaba de R$ 250 milhões com recursos do petróleo é destaque no cenário nacional

Publicado

O Fundo de Investimento em Participação (FIP), vinculado ao Fundo Soberano do Espírito Santo (Funses), denominado FIP Funses1, foi destaque em matéria nacional da Revista Exame. A reportagem aborda o trabalho da TM3 Capital, empresa selecionada pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), por meio de chamada pública, para atuar como gestora do FIP Funses 1, fundo na modalidade venture capital multiestratégia.

A gestora que tem escritórios em Curitiba, São Paulo e Florianópolis, abriu recentemente um espaço em Vitória para atender empresas de base tecnologia e startups do ecossistema capixaba de inovação, além de atuar na busca de empresas de outros locais do país interessadas em investir no Espírito Santo.

Na reportagem, o grande destaque atribuído para atuação da empresa na modalidade de venture capital no País veio em 2021, quando ganhou a licitação para administrar os R$ 250 milhões, recursos que serão investidos pelo Governo do Espírito Santo, por meio do Bandes.

O FIP Funses1 tem recursos oriundos da exploração de petróleo e gás natural. A ideia é que esta vinculação possibilite maior competividade do parque industrial, desenvolvimento de empresas de base tecnológica, a consolidação de cadeias produtivas de diferentes segmentos, entre outras oportunidades para o Espírito Santo.

Leia mais:  Estado amplia mais 10 leitos de enfermaria Covid-19 na região Central de Saúde

Com foco em empresas com base tecnológica e com intuito de impulsionar empreendimentos em estágio inicial, em até 05 anos, o FIP Funses 01 pretende acelerar até 500 negócios e investir em 100 empresas por todos os estágios da jornada de desenvolvimento. Com uma tese multiestratégia, terão preferência os setores de: Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC); Nanotecnologia; Varejo e Comércio Eletrônico; Economia Criativa, Serviços Financeiros; Economia Digital; Educação; Saúde e Ciências da Vida; Energias Renováveis; Químico e Materiais; Meio Ambiente; Agronegócio; Metalmecânico; Transporte; Logística; Rochas Ornamentais; Economia do Turismo e Lazer; Madeira e Móveis; e Confecção Têxtil e Calcados.

Acesse o texto completo da Exame pelo link.

Continue lendo

Política e Governo

Sectides realiza Encontro de Formação para Gestores Municipais

Publicado

A Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides) realizou, nesta quarta-feira (25), o Encontro de Formação para Gestores Municipais, no auditório do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Espírito Santo (Sebrae-ES), em Colatina. Gestores de oito municípios participaram da programação, que teve como tema central a prospecção de investimentos para o Estado. A iniciativa faz parte do Projeto Atração Ativa de Investimentos para os municípios e conta com a parceria da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes) e apoio do Sebrae-ES.

Representantes das cidades de Aracruz, Ibiraçu, João Neiva, Colatina, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte e São Gabriel da Palha participaram do evento. A prospecção ativa de novos negócios e projetos para o Espírito Santo é uma das premissas do Governo do Estado, que, por meio da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento, estabeleceu uma metodologia de atração ativa de investimentos e novos projetos para o Estado, visando à geração de emprego e renda para toda a população capixaba.

Durante a programação do Encontro de Formação, os representantes da Sectides apresentaram o método de prospecção ativa de atração de investimentos e a evolução do modelo para alcançar os resultados esperados, além dos incentivos fiscais estaduais e os programas desenvolvidos na Secretaria. Em seguida, houve uma apresentação sobre os Indicadores do Ambiente de Negócios (IAN) dos municípios confirmados. Já os representantes dos municípios fizeram uma dinâmica do “Pitch de Vendas”, destacando a vocação dos municípios aos participantes. Por último, foi feita a prospecção na prática.

Leia mais:  Governo do Estado entrega reforma do prédio da Corregedoria da Polícia Civil

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Ricardo Pessanha, salientou que o Projeto Atração Ativa de Investimentos para os municípios é uma iniciativa pioneira do Governo e está em vigor desde 2021. “Nosso intuito é compartilhar o conhecimento que temos e disponibilizar o método que utilizamos. Com isso, queremos ampliar o potencial de atração e fazer com que o Estado, que é receptivo às empresas, seja mais cobiçado por elas. Temos incentivos fiscais, estabilidade econômica, mão de obra qualificada, nota A no Tesouro Nacional e excelente ambiente de negócios. Enfim, ótimos indicadores para o mercado”, complementou Pessanha.

A subsecretária de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Christiane Vargas, ressaltou que a formação de novos gestores busca promover a articulação de ações estratégicas para atrair e estimular o desenvolvimento econômico, além de garantir um ambiente de negócios propício ao fomento e manutenção dos investimentos”, disse.

De acordo com a subsecretária de Estado de Competitividade, Rachel Freixo, o curso possibilita uma troca de experiências enriquecedora entre o Executivo Estadual e os municípios. “O crescimento sustentável e democrático é fundamental para construirmos políticas públicas eficazes e inovadoras, gerando, consequentemente, uma ambiência de negócio saudável, além de criar oportunidades para a atração de novos investimentos e a consolidação do crescimento dos empreendimentos existentes. Estado próspero é quando todos os municípios são prósperos!”, pontuou Rachel Freixo.

Leia mais:  População ainda tem dúvidas do verdadeiro papel do vereador

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana