conecte-se conosco


Camisa 10

Retomar jogos seria irresponsável, dizem dirigentes de Bahia e Botafogo

Publicado

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, e Carlos Augusto Montenegro, membro do comitê gestor do Botafogo e ex-presidente do clube, classificaram como “irresponsabilidade” uma eventual retomada de jogos de futebol no Brasil no atual momento da pandemia de COVID-19.

No fim de abril, o ministro da Saúde, Nelson Teich, disse que o governo federal estudava liberar a realização de partidas de futebol com arquibancadas vazias. Bellintani e Montenegro defenderam, entretanto, o retorno monitorado dos treinos em casa. 

“Uma coisa que tem que ficar muito clara é a diferença entre o que é retorno aos treinos e o retorno dos jogos. Não estamos falando de retorno dos jogos, seria uma irresponsabilidade da nossa parte em função da pandemia e pelo que tem sido dito pelas autoridades públicas”, disse Bellintani. 

“Treinos em casa, nós do Botafogo já estamos fazendo. Agora, treino presencial ou jogos, nem pensar. Hoje eu li que a Fifa e a Comembol estão estudando o que fazer em relação a setembro, se vão adiar o início da Copa do Mundo. Em maio, podemos chegar em mil mortes por dia, segundo o ministério. Eu acho que a vida humana está acima de qualquer coisa e o clube está ciente disso. Não tem como falar em volta ao futebol”, afirmou Montenegro. 

Sobre a possibilidade de volta aos treinos ainda neste mês, o presidente do Bahia diz que seguirá orientações das autoridades e defendeu a criação de um protocolo para o retorno dos jogadores e avaliação de cada região.

“Decidimos que não é a nossa crença que vai determinar as nossas etapas e sim, as autoridades de saúde. No momento em que o futebol estiver preparado para voltar com as devidas autorizações, nós devemos utilizar o clube para nos comunicar com as pessoas. Por isso se deve avaliar região por região, e defendemos a criação de protocolo para orientar jogadores a que tipo de teste ele deve fazer, como ele deve se higienizar e outras medidas que eu acredito que podem ser muito úteis ao futebol nesta retomada”, disse Bellintani.

Montenegro concordou com a necessidade de uma análise por estado e avaliou o retorno das atividades de Grêmio e Internacional, que voltam aos treinos nesta semana. 

“São regiões distintas, mas voltar os jogos na região Sul resolve o problema de lá, mas não resolve dos outros estados. Essa é uma doença muito traiçoeira, não sabemos muita coisa sobre ela. Futebol é um jogo de contato, infelizmente acho que vai ser uma das últimas atividades a voltar”, afirmou.

Leia mais:  Willian se despede do Chelsea e CR7 pode jogar no PSG
publicidade

Camisa 10

Campeão no Rio, Thiago Braz ganha o bronze no salto com vara

Publicado

Brasileiro garantiu sua segunda medalha em Olimpíadas ao saltar 5,87 m. Sueco Armand Duplantis confirma favoritismo e leva o ouro

Campeão olímpico no Rio de Janeiro, em 2016, Thiago Braz garantiu a medalha de bronze no salto com vara em Tóquio 2020. A final ocorreu nesta terça-feira (3). O brasileiro, que se classificou ao saltar 5,75 m na etapa classificatória, conseguiu ir até os 5,87 m, ficando atrás somente do recordista mundial Armand Duplantis, da Suécia, que confirmou o favoritismo ficando com o ouro. O norte-americano Christopher Nilsen levou a prata.

Thiago começou bem e acertou, em seu salto inicial, os 5,50 m. Na sequência, tentou 5,70 m e chegou a passar na primeira tentativa, porém, um toque acabou derrubando o sarrafo. Na segunda tentativa, ultrapassou a barra. 

Para 5,80 m, o brasileiro falhou na primeira tentativa. Na segunda, foi bem e se credenciou para saltar os 5,87 m, que acertou de primeira.

Na tentativa para 5,92 m, de 14 competidores restavam apenas Christopher Nilsen (EUA), Thiago Braz (BRA), Renaud Lavillenie (FRA) e Armand Duplantis (SUE), franco-favorito. Na primeira execução, o brasileiro falhou e o sueco passou no primeiro salto com folga.

Thiago foi para a segunda tentativa, mas derrubou a barra. Na sequência, o francês Renaud Lavillenie, que sofreu com uma lesão no tornozelo, desperdiçou sua terceira tentativa e o brasileiro garantiu o bronze.

Na terceira execução, Braz falhou de novo, mas ficou com o terceiro lugar, garantindo a medalha, a sua segunda em dois Jogos Olímpicos.

A prova seguiu com o Nilsen e Duplantis. O sueco passou com tranquilidade na primeira tentativa. O norte-americano desperdiçou suas três tentativas e o pódio se formou.

Insaciável

Não satisfeito, Duplantis ajustou o sarrafo para 6,19 m para tentar bater o recorde mundial, que é dele mesmo (6,18 m), e o olímpico, que é de Thiago Braz, que saltou 6,03 no Rio, em 2016.

O sueco chegou a pensar em tentar o olímpico primeiro, mas decidiu ir direto para o mundial. Na primeira tentativa, faltou pouco para conseguir. Cansado, na segunda desistiu no meio do caminho. Na terceira, o medalhista de ouro, conquistada com facilidade hoje, derrubou a barra novamente.

Leia mais:  Amanda Nunes desafia Kim Kardashian após chefão do UFC ironizar lutas de celebridades
Continue lendo

Camisa 10

Em partida emocionante, Santos vence de virada e é finalista da Copa Norte 2021

Publicado

Em partida emocionante, o Santos de Barra de São Francisco venceu o Baixo Guandu, de virada, neste domingo (01), e garantiu a vaga na final da Copa Norte 2021.

A primeira partida, em Baixo Guandu havia terminado em 0x0, levando a disputa para Barra de São Francisco.

O Terror do Norte chegou forte e pressionou bastante na primeira etapa, mas desperdiçou várias chances claras de gol sendo, aos 28 minutos com Deivid, aos 39 com Diego e aos 43 minutos com Higor Santos que se depararam com o goleirão guanduense, Wilton, que fez grandes defesas e impediu que O Terror do Norte balançasse as redes.

O segundo tempo começou com fortes emoções para a equipe santista. O atacante Diego perdeu clara chance, praticamente debaixo da trave, logo no primeiro minuto da etapa complementar.

Logo em seguida, em uma ótima chance para O Terror do Norte, Igor Santos cobrou falta na gaveta e o goleiro voou para mandar para escanteio.

Em uma rara chance, o Baixo Guandu castigou o Santos e, aos 20 minutos, Kaká abriu o placar para a equipe visitante. Mas a alegria durou pouco, após reinício do jogo, em cobrança de pênalti, o artilheiro Eraldo empatou para o Santos.

O gol da classificação do Santos saiu aos 35 minutos do segundo tempo. Após ótima jogada e um lindo chute da entrada da área, mais uma vez, o goleiro Wilton fez um milagre e espalmou para escanteio. Na cobrança, Alessio, mostrou todo oportunismo e, no segundo pau, finalizou para o fundo das redes de cabeça.

Agora, o Santos de Barra de São Francisco encara o Santa Teresinha de Itarana, na final da Copa Norte 2021.

Equipes:

Santos: Alan, Ramires, Deivid, João Moura e Balotelli. Correia, Thiago Noia (Patrick) e Igor Santos. Diego (Vitinho), Eraldo e Marcus Vinicius (Alessio).

Baixo Guandu: Wilton, Neneca, Breno, Farias e Dega. Duthy, Russo, Robinho, Jamal, Thalisson e Madson.

Arbitragem: Rubens Abranches

Auxiliares: Rafal Ventura e Rafael Abranches

Leia mais:  PSG oferece três anos de contrato para Sergio Ramos
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana