conecte-se conosco


Camisa 10

São Caetano desiste de disputar a Série D do Brasileiro

Clube alega que medida é para resguardar a saúde financeira em meio à pandemia

Publicado

O São Caetano anunciou nesta quarta-feira, em comunicado, que solicitou à Federação Paulista de Futebol que seja retirado da disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Segundo o clube do ABC, a medida é consequência da Covid-19, o novo coronavírus.

A Federação confirmou ao GloboEsporte.com a desistência do São Caetano.

Diz o comunicado do clube:

“Em virtude da pandemia do Covid-19, o São Caetano Futebol Ltda encaminhou ofício nesta quarta-feira, junto à Federação Paulista de Futebol (FPF), solicitando a sua desistência da Série D do Campeonato Brasileiro. Competição que estava programada para iniciar em maio.

Esta foi uma medida bastante pensada e extrema, que infelizmente precisou ser tomada, em decorrência dos problemas e todas as incertezas que envolvem o futebol brasileiro e o seu calendário de competições.

Queremos desta forma preservar a saúde financeira do clube em um momento de grande dificuldade para honrar compromissos já estabelecidos com jogadores, comissão técnica e todo o quadro de funcionários.”

São Caetano pede para não jogar a Série D

O São Caetano garantiu vaga como campeão da Copa Paulista do ano passado, tendo o XV de Piracibaba como vice, e pôde escolher entre uma vaga na Série D ou na Copa do Brasil. Preferiu a Série D, deixando o outro torneio para o XV. O terceiro colocado foi o Mirassol, que já está na Série D, e o quarto foi o EC São Bernardo, que joga a Série A3 paulista.

A Federação Paulista de Futebol disse ao GloboEsporte.com que definirá nesta quarta-feira quem tem direito à vaga e aí consultará o clube para saber se ele tem interesse.

O Azulão integra o Grupo 8 da competição nacional, ao lado de equipes do Sul do Brasil e de outro paulista, o Novorizontino. São 68 clubes participantes. Os quatro melhores sobem para a Série C.

O São Caetano, que já foi finalista do Brasileirão e da Libertadores, também está na Série A2 do Campeonato Paulista. A disputa está paralisada em função do novo coronavírus. Foram realizadas 12 rodadas, e o Azulão ocupa a sexta colocação.

publicidade

Camisa 10

PSG oferece três anos de contrato para Sergio Ramos

Publicado

De acordo com o “Onda Cero”, o zagueiro espanhol pode ganhar 15 milhões de euros por temporada

A renovação de Sergio Ramos com o Real Madrid ainda não foi definida. Com isso, surgem interessados no zagueiro espanhol. De acordo com o “Onda Cero”, o Paris Saint-Germain já enviou uma proposta ao jogador no valor de 15 milhões de euros por temporada e três anos de contrato.

O Real Madrid não conseguirá chegar aos valores propostos pela equipe francesa. O clube merengue segue firme na proposta oferecida de dois anos de contrato e redução salarial de 10%, algo que o zagueiro não está disposto a aceitar.

Manchester United, City e Liverpool também demonstraram interesse em Sergio Ramos. Desde 2005 no Real Madrid, o espanhol atuou em 668 partidas, marcou 100 gols e deu 40 assistências com a camisa do clube merengue.

Leia mais:  Jogadores do PSG abandonam jogo da Liga dos Campões após fala racista
Continue lendo

Camisa 10

UFC 257 esta noite tem retorno de McGregor e três brasileiros em ação

Publicado

Evento na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, contará com um público de duas mil pessoas e uma versão “paz e amor” do polêmico lutador irlandês

Ele está de volta. Um ano depois de aplicar um nocaute relâmpago em Donald Cerrone , Conor McGregor sobe ao octógono para encarar Dustin Poirier na luta principal do UFC 257, que acontece esta noite na Ilha da Luta, em Abu Dhabi. O evento marcará ainda a estreia de Michael Chandler, ex-campeão do Bellator e já cotado como um candidato ao título. Ele terá pela frente Dan Hooker na co-luta principal da noite. Amanda Ribas e Marina Rodriguez fazem um duelo verde e amarelo, e Antônio Cara de Sapato completa o esquadrão brasileiro em ação no show.

Como em todo evento onde está presente, Conor McGregor vem sendo o centro das atenções na semana do UFC 257. O irlandês, porém, deixou pra trás o estilo trash talker e veio numa versão “paz e amor” para encarar Poirier, adversário que ele já derrotou em 2014. O ex-campeão dos penas e dos leves não poupou elogios ao seu oponente deste sábado.

– Tenho uma garrafa de “Proper” para você, adoraria compartilhar. Ele está na direção certa. Acho que todo o seu negócio é bastante impressionante. Depois que ele perdeu para mim, há muitos anos, se ergueu, se tornou campeão e tem dado de volta muita coisa. Estou honrado de dividir o octógono com esse cara. Sei que temos esse fogo de competir que ainda está lá. Não há como negar isso, nós temos um duelo e será um incêndio, mas o respeito é admirável por esse homem na minha frente – disse Conor em entrevista coletiva esta semana, citando o trabalho social que Poirier tem feito.

Clima amistoso entre Poirier e McGregor — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Os lutadores se enfrentaram no peso-pena, em disputa onde o irlandês precisou de apenas 1m46s para nocautear seu adversário. Poirier, que desde então chegou a conquistar o cinturão interino dos leves, garante que muita coisa mudou.

– Eu cresci muito. Nós dois crescemos, esta é uma luta diferente agora e nós temos 25 minutos para provar quem é melhor. Eu acho que minha maturidade traz um fator diferente nesta luta. Eu era um lutador mais jovem na época. Eu estava dando ouvidos aos críticos e às opiniões (dos outros) muito mais do que agora. Eu não me importo mais com o que as pessoas pensam ou dizem agora – contou o lutador.

Se em 2014 os dois tiveram de ser contidos por Dana White para não irem às vias de fato ainda na pesagem, nesta sexta-feira os pesos-leves foram capazes de fazer uma encarada quente e com provocações, mas também com esportividade e até troca de gentilezas. Após se encararem, eles se cumprimentaram e Poirier presenteou McGregor com uma amostra grátis do molho de pimenta que produz e vende nos EUA (ele é natural de Louisiana, onde a iguaria é tradicional). O irlandês já havia pedido uma prova ao adversário na coletiva e abriu um grande sorriso ao receber o presente.

Amanda Ribas e Marina Rodriguez irão se enfrentar na primeira luta do card preliminar. Embalada por quatro vitórias no Ultimate, Amanda garante estar bem preparada para enfrentar sua compatriota.

– Ela é bem ranqueada, isso é muito bom para mim. Lutar com atleta ranqueada, atleta duríssima, tem um muay thai afiadão, cotovelo entra a toda hora, chute entra a toda hora. Então, eu tenho que estar muito bem preparada para isso, e estou, porque estou treinando muito. Fiquei feliz de ter dado certo a minha luta com ela, porque chega um momento que não tem para onde fugir, tem que pegar os melhores para conseguir ser a melhor – reconhece a mineira.

Marina também reconheceu as qualidades de sua adversária, mas garante ter encontrado pontos fracos para explorar durante as análises das lutas de Amanda.

Marina Rodriguez e Amanda Ribas abrem o card principal — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

– Ela é uma atleta de MMA completa. Tem jogo em pé, tem jogo agarrado, jiu-jítsu, mas claro que enxergamos as brechas. Foi nisso que trabalhamos nossa estratégia de luta. Em cima das brechas dela e dos meus pontos fortes. A gente coloca em prática em cima do jogo falho dela ali. Ela é uma atleta completa, vem em ascensão na organização, mas enxergamos algumas coisas e vai ser uma luta bem legal. Tem dois caminhos: o primeiro com certeza é fazer minha mão encostar nela primeiro, encostar no lugar certo, na mira, pra nocautear. O segundo caminho é ela achar que não tenho a parte de chão, e eu conseguir colocar uma finalização em jogo.

UFC 257
23 de janeiro de 2021, na Ilha da Luta (Abu Dhabi)

CARD PRINCIPAL (0h, horário de Brasília):
Peso-leve: Dustin Poirier x Conor McGregor

Peso-leve: Dan Hooker x Michael Chandler
Peso-mosca: Jessica Eye x Joanne Calderwood
Peso-médio: Andrew Sanchez x Makhmud Muradov
Peso-palha: Marina Rodriguez x Amanda Ribas
CARD PRELIMINAR (21h, horário de Brasília):
Peso-casado (71,2kg): Matt Frevola x Arman Tsarukyan
Peso-médio: Brad Tavares x Antônio Cara de Sapato
Peso-galo: Julianna Peña x Sara McMann
Peso-meio-pesado: Khalil Rountree Jr. x Marcin Prachnio
Peso-casado (68kg): Nik Lentz x Movsar Evloev
Peso-mosca: Amir Albazi x Zhalgas Zhumagulov

Leia mais:  PSG pode reduzir até 50% salários de jogadores como Neymar e Mbappé
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana