conecte-se conosco


Política e Governo

Secretaria da Saúde confirma primeiro caso do novo coronavírus no Espírito Santo

Publicado

Na tarde dessa quinta-feira (05), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e o coordenador do Centro de Operações Estratégicas (COE), Luiz Carlos Reblin, confirmaram o primeiro caso do novo coronavírus no Espírito Santo. O resultado foi confirmado pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Trata-se de um residente da Grande Vitória que têm histórico de viagem recente a um dos países relacionados nos critérios do Ministério da Saúde para definição de caso suspeito do Covid-19.

O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa concedida na sede da Secretaria da Saúde (Sesa), na Enseada do Suá, em Vitória.

Segundo o secretário, a introdução do vírus já era prevista por meio de casos importados, mas reforçou que não há motivo para pânico, já que não há transmissão local da doença. “Todas as medidas tomadas, tanto na assistência quanto de vigilância, são suficientes para atender qualquer situação que seja necessário. Além disso, há uma rede de hospitais em todo Espírito Santo que são referências para atendimento a casos graves”, destacou Nésio Fernandes.

O secretário lembrou ainda que desde janeiro deste ano, o Espírito Santo passou a adotar as medidas para se preparar para a possível chegada do novo coronavírus. “Estamos com mais de 60 pessoas atuando na atualização do Plano de Contingência que envolve atores do Estado, dos municípios de da Organização Pan Americana de Saúde (OPAS), e acompanhando o comportamento da epidemia no mundo e também no Brasil”, frisou.

De acordo com o coordenador do COE, Luiz Carlos Reblin,  a partir do momento em que este paciente teve seu quadro de saúde definido como suspeito, ele imediatamente recebeu a orientação do isolamento, primeiro no hospital onde foi atendido e, na alta médica, para que mantivesse o isolamento domiciliar. “Os familiares desses pacientes são considerados contatos e também foram orientados a manter o isolamento em casa para evitar uma possível transmissão do vírus. Eles estão sendo monitorados para, na eventualidade do aparecimento de algum sintoma, também passará a ser considerada uma pessoa com possibilidade de coronavírus”, explicou.

Leia mais:  Sedu repassa quase R$ 5 milhões para Conselhos de Escolas adquirirem absorventes para alunas

O novo coronavírus é um novo vírus que tem causado doença respiratória. O período de incubação é o tempo que leva para os primeiros sintomas aparecerem desde a infecção por coronavírus, que pode ser de 2 a 14 dias.

Plano de Contingência

Desde o início dos primeiros casos de Covid-19 na China, o Espírito Santo elaborou um plano de contingência para evitar a circulação do vírus no Estado. Entre as definições apresentadas estão os hospitais de referência, que serão o Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG), em Vitória, referência em atendimento pediátrico, e o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (HEJSN), na Serra, que tem a expertise de atendimento aos casos graves.

A remoção dos pacientes com casos suspeitos para os hospitais de referência, de acordo com o plano, ficará a cargo do Serviço Móvel de Urgência (Samu 192) e do serviço de remoção estadual nos municípios que não têm Samu.

Em relação ao atendimento a ser realizado nos municípios, que poderão ser a porta de entrada de casos suspeitos, todos os profissionais já estão sendo orientados e capacitados para a identificação da infecção. Os municípios também estão orientados a realizarem a comunicação obrigatória, por meio do FormSUS, para que haja a notificação imediata dos possíveis casos.

Leia mais:  Reformulação do Bolsa Família inclui aumento de benefício e bônus

O Lacen/ES fica responsável pelas análises das amostras enviadas pelas unidades de saúde. No local, as amostras serão analisadas para triagem de outras viroses e, caso os resultados descartem casos de influenza ou outras viroses, o material será enviado para o laboratório de referência nacional (Fiocruz), para a confirmação ou descarte do caso. O Plano Estadual de Prevenção e Controle do Covid-19 pode ser acessado clicando aqui.

Definição de casos suspeitos

Estão enquadradas dentro da definição de casos suspeitos do Covid-19 pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e que estiveram recentemente na Alemanha, Austrália, Camboja, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul,

Emirados Árabes, Estados Unidos, Filipinas, França, Irã, Itália, Japão, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietnã.

Como evitar doenças respiratórias:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

publicidade

Política e Governo

Twitter do governador Renato Casagrande é hackeado

Publicado

O perfil ganhou um novo nome: 1inh Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12

A conta da rede social Twitter, do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi hackeado na tarde desta quinta-feira (18). O perfil ganhou um novo nome: 1inch Network, e fez o primeiro tuíte na página por volta das 18h12. 

Por volta das 18h38, o perfil foi recuperado, já com a foto do chefe do Executivo estadual, e os tweets feitos pelos criminosos, apagados.

A reportagem acionou a assessoria do governador para saber se algo já havia feito a respeito da invasão ao seu perfil.

Por meio de nota, a assessoria do socialista se limitou a dizer: “tão logo percebemos que a conta foi hackeada, iniciamos o processo e recuperamos o acesso”.

Leia mais:  Estado anuncia que Atividades Não Presenciais passam a valer como carga horária letiva a partir de julho
Continue lendo

Política e Governo

Pesquisa Ipec governo ES: Casagrande tem 52%; segundo lugar tem empate técnico

Publicado

Levantamento foi feito com 608 entrevistados face a face entre 14 e 16 de agosto e tem margem de erro de quatro pontos

Pesquisa Rede Gazeta/Ipec para as eleições para governo do Espírito Santo, divulgada na quarta-feira (17), traz o atual governador Renato Casagrande (PSB) à frente com 52%.

Na sequência, aparecem, empatados tecnicamente, Carlos Manato (PL) com 10%; Audifax Barcelos (Rede), 7%; e Guerino Zanon (PSD), 5%.

Capitão Vinicius Sousa (PSTU), com 2%, também está empatado tecnicamente com os candidatos na segunda posição. No caso de Manato, segundo mais citado, Sousa empata no limite da margem de erro, que é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

Aridelmo Teixeira (Novo) e Cláudio Paiva (PRTB) têm 1% cada. Os que dizem que irão votar em branco ou anular somam 11%. A proporção dos que não sabem ou preferiram não responder é de 11%.

Foram entrevistadas 608 pessoas face a face entre os dias 14 e 16 de agosto. A margem de erro é de quatro pontos percentuais. O levantamento tem 95% de confiança. Ou seja, se 100 pesquisas fossem realizadas, ao menos 95 apresentariam os mesmos resultados dentro desta margem.

Leia mais:  Sedu realiza formação com representantes municipais que aderiram ao PROETI

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo ES-09385/2022.

Primeiro turno

Intenção de voto estimulada para governador do Espírito Santo

  • Renato Casagrande (PSB) – 52%
  • Carlos Manato (PL) – 10%
  • Audifax Barcelos (Rede)- 7%
  • Guerino Zanon (PSD) – 5%
  • Capitão Vinicius Sousa (PSTU) – 2%
  • Aridelmo Teixeira (Novo) – 1%
  • Cláudio Paiva (PRTB) – 1%
  • Branco/Nulo – 11%
  • Não sabem/Não responderam – 11%

Senado

A Quaest também fez simulações para a disputa do Senado. O ex-senador Magno Malta (PL) lidera a disputa com 29%, seguido pela senadora Rose de Freitas (MDB), candidata à reeleição, com 22%.

Intenção de voto estimulada para senador pelo Espírito Santo

  • Magno Malta (PL) – 29%
  • Rose de Freitas (MDB) – 22%
  • Carone (Agir) – 5%
  • Erick Musso (Republicanos) – 4%
  • Gilberto Campos Coletiva (PSOL) – 2%
  • Nelson Junior (Avante) – 1%
  • Felipe Skiter (PSTU) – 1%
  • Branco/Nulo – 17%
  • Não sabe/Não respondeu – 18%

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana