conecte-se conosco


Política e Governo

Sedes destaca as oportunidades e negócios da região Litoral Sul durante webinar

Publicado

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, participou, nessa quinta-feira (09), do webinar “Oportunidades e negócios na região Litoral Sul”. O evento on-line reuniu mais de 130 participantes e foi promovido pela Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), por meio do programa Fórum+Negócios, com apoio da Samarco, da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes), do Conselho Temático de Relações do Trabalho (Consurt), do Movimento Empresarial do Sul do Espírito Santo (Messes), e das Prefeituras de Anchieta e Cachoeiro de Itapemirim.

O objetivo do encontro foi apresentar os investimentos previstos, as ações de fomento e de capacitação e as características do ambiente de negócios existente na região Litoral Sul do Espírito Santo, além das perspectivas para a retomada das operações da Samarco.

Participaram da abertura do encontro o vice-presidente financeiro da Findes, Fernando Otávio; o presidente do Messes, José Bessa; e os prefeitos de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho; e de Anchieta, Fabrício Petri.

Durante o webinar, o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip fez uma apresentação sobre o papel do Estado na promoção de novos negócios. Também destacou que, desde 2012, o Espírito Santo mantém a nota máxima da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) quanto à Capacidade de Pagamento do Estado (Capag). “O Estado tem dado continuidade nas políticas públicas. Em sua atuação, o Estado precisa ser transparente, manter as contas em dia e ter uma relação próxima com os empresários, que é o que está sendo feito no sul do Estado. Isso permite mais investimentos em infraestrutura, além de contribuir com a competitividade da indústria, o que promove a atração de novos negócios e fortalece a diversificação econômica”.

Em seguida, Kneip destacou a importância dos incentivos fiscais para a melhoria do ambiente de negócios. “O Estado tem características muito positivas acerca da atração de novos negócios. Os incentivos fiscais como o Programa de Incentivo ao Investimento (Invest-ES) e o Programa de Desenvolvimento e Proteção à Economia (Compete-ES) garantem uma segurança jurídica para o empreendedor. E vale destacar que, dentre as unidades da Federação, o Espírito Santo tem um dos menores índices de intervenção do Estado na economia, pois encontra-se em 2° lugar no Índice de Liberdade Econômica Estadual”, disse.

O secretário citou, ainda, que o retorno da Samarco irá fortalecer o desenvolvimento regional de forma equilibrada. “A retomada das atividades da Samarco e a vinda de novas indústrias beneficiará o desenvolvimento regional do Litoral Sul. Além disso, o Estado procura melhorar cada vez mais o seu ambiente de negócios, a prova disso são os investimentos previstos que vão beneficiar o Estado como um todo e trazer melhoria na infraestrutura, como a Desestatização da Codesa, a renovação do contrato com a Log-In e a duplicação da BR-101”, afirmou.

O coordenador do Fórum+Negócios, Durval Vieira de Freitas, apresentou questões acerca dos investimentos e oportunidades no Espírito Santo. E para tratar sobre as perspectivas da retomada das operações da Samarco foram convidados o gerente-geral de operações, Sérgio Mileipe; e o gerente-geral de sustentabilidade, Daniel Medeiros.

Leia mais:  Qualidade do ar: Propostas de Majeski respeitam interesses da população contra poluição
publicidade

Política e Governo

Entrevista – Prefeito Marcos Guerra diz que maior desafio do primeiro ano de governo foi o combate ao coronavírus

Publicado

Apesar de todos os problemas como consequência da pandemia a Prefeitura de Jaguaré conseguiu promover ações importante para a comunidade

Para a maioria dos municípios brasileiros, a pandemia foi – talvez – o maior problema enfrentado pelos governantes municipais. Trouxe prejuízos à economia, o desemprego e a redução de atividades profissionais e a prestação de serviços de algumas prefeituras.

Em Jaguaré, o primeiro ano de governo do prefeito Marcos Guerra foi um fator fundamental que ajudou a prejudicar muitas ações do seu governo, o que não impediu a sua administração de buscar alternativas para continuar prestando os serviços básicos à sua população através de uma equipe competente e eficiente com a parceria da Câmara dos Vereadores, como bem destacou o prefeito Marcos Guerra.

Em entrevista ao portal Jornal do Norte, o prefeito afirmou que o maior desafio enfrentado pela sua administração nesse primeiro ano, foi o combate ao coronavírus. Hoje, segundo ele, os casos caíram, mas com a nova variante do vírus, os casos voltaram a aumentar agora em janeiro somando em torno de 545, porém, com baixa mortalidade, “que de qualquer maneira são vidas perdidas e que trazem dor e sofrimento para as famílias”. Por isso, ainda de acordo com o prefeito Marcos Guerra, a Prefeitura tem promovido ações para combater a doença e dando todo o suporte necessário aos nossos profissionais da saúde nesse enfrentamento à doença e no tratamento das pessoas. “Somos muito gratos aos nossos profissionais da saúde que trabalham com muita dedicação para salvar vidas”.

“Estamos criando o Centro de Triagem e Diagnóstico da Covid para evitar a contaminação das pessoas que procuram precisam de tratamento nas nossas unidades de saúde”, disse o prefeito, enfatizando que a atuação dos profissionais da saúde tem sido exemplar e eficiente.

Ainda sobre o desafio no combate ao vírus e a pandemia, várias ações não puderam ser realizadas pela municipalidade. No setor de esportes é um exemplo. “Ficou paralisado no ano de 2021 e isso foi ruim porque a atividade física evita muitas doenças”, disse, acrescentando que o esporte “é muito importante para nossa saúde física e principalmente a saúde mental”. Destacou ainda que a terceira idade também foi muito prejudicada, sem a possibilidade das atividades físicas que eram promovidas pela Prefeitura. “O Grupo Alegria, que é a nossa terceira idade ficou parado devido a Covid”, disse Marcos Guerra, afirmando que “a pandemia prejudicou muito e nos impediu de realizarmos muitas coisas e esse foi o nosso maior desafio”, acrescentou. E disse mais: “Foi um momento de fechamento do comércio e gerou a perda de muitos empregos e não foi pior porque, graças a Deus, o nosso município é mais agrícola e com importante atividade pecuária e essa parte não sofreu tanto”. Lamentou as perdas de vidas “que trouxe muita tristeza para a população, para todos nós e, principalmente, para as famílias que perderam seus entes queridos”.

Outro desafio foi formar a nova equipe de governo “que até engrenar leva um certo tempo de adaptação”.

Com relação ao Legislativo, Marcos Guerra teceu vários elogios pelo entendimento entre os poderes que tem proporcionado uma parceria que vem trazendo tranquilidade na implementação de ações e que existe o respeito a independência dos poderes e que isso é fator para ser celebrado. “A Câmara é parceira e é importante andarmos em sintonia para o bem da população”, pontuou o prefeito. “Faço questão de sempre destacar essa parceria e estamos sempre de portas abertas para os vereadores e eles também estão muito receptivos a nós”, completou.

Na entrevista ele falou sobre a segurança, que a criação da Companhia Independente da Polícia Militar em Jaguaré foi uma grande conquista junto ao Governo do Estado que criou quatro companhias e duas delas foram para o Norte, uma em Jaguaré e outra em Pinheiros. “Foi uma grande conquista e queremos agradecer ao governador Renato Casagrande por essa iniciativa”. Isso, segundo ele, vai proporcionar um aumento significativo do efetivo para melhor combater a criminalidade no município e já traz uma sensação de segurança.

Marcos destacou ainda que “o governador tem sido um grande parceiro e que é o segundo prefeito para nós e os municípios do interior do Estado”. Disse ainda que Renato Casagrande é sensível as necessidades da população. “Ele é parceiro dos prefeitos e municípios, tem olhado para o interior descentralizando os recursos para que todos sejam contemplados com ações importantes para os municípios, nas questões econômicas e sociais”, finalizou.

Leia mais:  Governador Renato Casagrande recebe ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, no Palácio Anchieta
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado firma termo de compromisso com setor produtivo visando combate à pandemia

Publicado

Diante do aumento de casos do novo Coronavírus (Covid-19), o Governo do Estado firmou, nesta quinta-feira (27), um Termo de Compromisso com entidades do setor produtivo (federações, associações e sindicatos representantes de segmentos econômicos) visando ampliar as ações de enfrentamento à pandemia no Espírito Santo. O documento foi discutido com representantes das entidades, durante reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública, com a participação do governador Renato Casagrande.

Pelo documento, as entidades subscritoras firmaram o compromisso de “atuar de maneira ativa e colaborativa com o Estado do Espírito Santo e com os Municípios capixabas no enfrentamento do atual estágio da pandemia”, firmando um pacto em prol da defesa da população e da sociedade capixaba, com a adoção de medidas, dentro dos limites de suas atribuições institucionais.

“Estamos antecipando a nossa Sala de Situação que acontece todas às sextas-feiras para podermos juntos construir esse documento. É uma decisão para este momento, sem prejuízo de novas deliberações no futuro. Não podemos ficar inflexíveis. Hoje tem frentes de ação: vacinação, ampliação da testagem e a cobrança dos protocolos. Esse termo caminha nesse mesmo sentido. Independentemente do risco do município, a vacinação será uma obrigatoriedade em todos os setores”, afirmou o governador Casagrande, que concedeu uma entrevista coletiva à imprensa logo após a reunião.

Entre as medidas pactuadas no documento, estão: atendimento das medidas qualificadas definidas pelo Governo do Estado e Municípios para o enfrentamento da pandemia; auxílio aos órgãos competentes na fiscalização das medidas e legislação referente ao Covid-19; uso de máscaras nos estabelecimentos empresariais; reforço das boas práticas de higiene; exigência da comprovação do certificado de vacinação nas hipóteses previstas na Portaria Sesa nº 013-R/2021; e o incentivo a vacinação de funcionários, clientes e da sociedade em geral contra o coronavírus.

Em relação aos eventos sociais, esportivos, corporativos, shows e afins, os estabelecimentos deverão respeitar o limite de público de 50% da capacidade de ocupação do espaço, no limite máximo de 1.200 pessoas. Nos municípios classificados em Risco Moderado, de acordo com o Mapa de Risco, fica limitado o público a 1.200 pessoas em locais fechados e 2.000 pessoas em locais abertos, respeitando a ocupação de até 50% da capacidade do referido espaço.

Deverá ainda ser apresentado um planejamento para efetivação do controle de acesso somente para as pessoas com vacinação em dia, bem como da adoção das demais de medidas de prevenção ao Covid-19. As entidades também se comprometeram a auxiliar na divulgação das campanhas de comunicação do Governo do Estado quanto às medidas de enfrentamento à pandemia.

As medidas entram em vigor a partir da publicação, que deverá ocorrer no Diário Oficial desta sexta-feira (27).

LISTA DAS ENTIDADES SIGNATÁRIAS DO TERMO DE COMPROMISSO:

– A Festa

– Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC)

– Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce)

– Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape)

– Associação Comercial do Centro de Vitória

– Associação das Academias de Ginástica do Espírito Santo (Acages)

– Associação dos Comerciantes da Glória (Uniglória)

– Câmara de Dirigentes Lojistas de Vitória (CDL Vitória)

– Espírito Santo Convention & Visitors Bureau

– Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes)

– Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio)

– Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge)

– Sindicato dos Lojistas de Vitória (Sindilojas Vitória)

– Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares)

Leia mais:  Casagrande debate Corredor Centro-Leste com o presidente do Senado; ministro da Infraestrutura; governador de Minas Gerais e senadores do ES, MG e GO
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana