conecte-se conosco


Política e Governo

Sedurb inaugura nova sede no Centro de Vitória

Publicado

A nova sede da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), no Centro de Vitória, foi inaugurada nesta sexta-feira (02). A Secretaria ocupa o 20º e o 21º andares do Edifício Ames, na Rua Alberto Oliveira Santos. A mudança reflete alguns dos principais objetivos de revitalização do Centro de Vitória, proporcionando uma melhor integração entre as repartições estaduais, reduzindo os custos de aluguel e facilitando o acesso dos cidadãos aos serviços públicos.


Com a mudança, o Governo do Estado terá uma economia anual de R$ 271.295,00, já que o valor de aluguel do novo espaço será bem menor que o do antigo espaço, situado no bairro Praia da Costa, em Vila Velha. A medida integra o projeto prioritário de Constituição do Núcleo Administrativo do Governo do Estado na região central de Vitória.

O governador do Estado, Renato Casagrande, participou da inauguração da nova sede da Sedurb. “Minha vinda aqui hoje é para reconhecer todo o trabalho que a Secretaria realiza nos 78 municípios do Espírito Santo. Todos as cidades capixabas têm obras da Sedurb, que leva políticas públicas fundamentais para as pessoas que mais necessitam, como habitação e saneamento básico”, afirmou.

Para Casagrande, a medida gera economia aos cofres públicos e também apoia a revitalização da região.

Leia mais:  Marcos Garcia quer estimular o empreendedorismo no jovem do campo

“Temos uma política de redução de despesas da máquina pública e aumento da eficiência. Aqui economizaremos mais de R$ 270 mil por ano em aluguel. Pode parecer pouco, mas se juntar um pouco em cada lugar e quando vamos ver, são milhões de reais que poderão ser utilizados em investimentos para os capixabas. Outro objetivo dessa mudança é revitalizar o Centro de Vitória. A partir de hoje, são 90 servidores a mais que passam todos os dias no Centro e que irão comprar, almoçar, tomar café. Vamos também revitalizar a antiga sede do Saldanha da Gama”, reforçou o governador.


O secretário de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente, destacou a importância da nova localização da sede da Pasta. “A Sedurb alocada no Centro da Capital traz muitos benefícios, pois além de participar do projeto de revitalização do Centro, trará mais proximidade com os outros órgãos e autarquias do Executivo Estadual, facilitando o deslocamento e aproximando os parceiros”, pontuou.

“Queremos trazer o maior número possível de repartições para o Centro de Vitória, contribuindo para a revitalização desse espaço tão importante para a história e o turismo do Espírito Santo. Agora, a Sedurb ficará mais próxima de órgãos como a Agência de Recursos Hídricos (Agerh) e o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), que mudaram recentemente, e também do Palácio Anchieta, sede oficial do Governo”, destacou a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro.

Leia mais:  Governo barra proposta que acaba com radares ocultos, e Bruno garante articulação pela derrubada do veto

Próximas transferências

Também serão transferidas para o Centro de Vitória a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Vitória e o Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-ES).

A Ciretran Vitória, que conta com 43 profissionais, realizará atendimento ao público num prédio de 1.816,80 metros quadrados, localizado na Rua Henrique de Novaes, com acesso também pela Avenida Princesa Isabel. A transferência está prevista para novembro e proporcionará redução de mais de meio milhão de reais por ano de gastos com aluguel.

Já o Procon-ES sairá do espaço alugado e ocupará um prédio próprio, localizado na Avenida Jerônimo Monteiro. O novo imóvel conta com 14 pavimentos, quatro elevadores, salas para treinamento, espaço de convivência, auditório, vagas de garagem, bicicletário e acessibilidade.

A mudança de sede deve acontecer até dezembro. Com a transferência, o Procon economizará mais de R$ 180 mil ao ano, pois não terá mais gastos com aluguel e condomínio.

publicidade

Política e Governo

Fundo de investimento capixaba de R$ 250 milhões com recursos do petróleo é destaque no cenário nacional

Publicado

O Fundo de Investimento em Participação (FIP), vinculado ao Fundo Soberano do Espírito Santo (Funses), denominado FIP Funses1, foi destaque em matéria nacional da Revista Exame. A reportagem aborda o trabalho da TM3 Capital, empresa selecionada pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), por meio de chamada pública, para atuar como gestora do FIP Funses 1, fundo na modalidade venture capital multiestratégia.

A gestora que tem escritórios em Curitiba, São Paulo e Florianópolis, abriu recentemente um espaço em Vitória para atender empresas de base tecnologia e startups do ecossistema capixaba de inovação, além de atuar na busca de empresas de outros locais do país interessadas em investir no Espírito Santo.

Na reportagem, o grande destaque atribuído para atuação da empresa na modalidade de venture capital no País veio em 2021, quando ganhou a licitação para administrar os R$ 250 milhões, recursos que serão investidos pelo Governo do Espírito Santo, por meio do Bandes.

O FIP Funses1 tem recursos oriundos da exploração de petróleo e gás natural. A ideia é que esta vinculação possibilite maior competividade do parque industrial, desenvolvimento de empresas de base tecnológica, a consolidação de cadeias produtivas de diferentes segmentos, entre outras oportunidades para o Espírito Santo.

Leia mais:  A disputa velada entre Magno Malta e Sergio Meneguelli

Com foco em empresas com base tecnológica e com intuito de impulsionar empreendimentos em estágio inicial, em até 05 anos, o FIP Funses 01 pretende acelerar até 500 negócios e investir em 100 empresas por todos os estágios da jornada de desenvolvimento. Com uma tese multiestratégia, terão preferência os setores de: Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC); Nanotecnologia; Varejo e Comércio Eletrônico; Economia Criativa, Serviços Financeiros; Economia Digital; Educação; Saúde e Ciências da Vida; Energias Renováveis; Químico e Materiais; Meio Ambiente; Agronegócio; Metalmecânico; Transporte; Logística; Rochas Ornamentais; Economia do Turismo e Lazer; Madeira e Móveis; e Confecção Têxtil e Calcados.

Acesse o texto completo da Exame pelo link.

Continue lendo

Política e Governo

Sectides realiza Encontro de Formação para Gestores Municipais

Publicado

A Secretaria de Inovação e Desenvolvimento (Sectides) realizou, nesta quarta-feira (25), o Encontro de Formação para Gestores Municipais, no auditório do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Espírito Santo (Sebrae-ES), em Colatina. Gestores de oito municípios participaram da programação, que teve como tema central a prospecção de investimentos para o Estado. A iniciativa faz parte do Projeto Atração Ativa de Investimentos para os municípios e conta com a parceria da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes) e apoio do Sebrae-ES.

Representantes das cidades de Aracruz, Ibiraçu, João Neiva, Colatina, Marilândia, Pancas, São Domingos do Norte e São Gabriel da Palha participaram do evento. A prospecção ativa de novos negócios e projetos para o Espírito Santo é uma das premissas do Governo do Estado, que, por meio da Secretaria de Inovação e Desenvolvimento, estabeleceu uma metodologia de atração ativa de investimentos e novos projetos para o Estado, visando à geração de emprego e renda para toda a população capixaba.

Durante a programação do Encontro de Formação, os representantes da Sectides apresentaram o método de prospecção ativa de atração de investimentos e a evolução do modelo para alcançar os resultados esperados, além dos incentivos fiscais estaduais e os programas desenvolvidos na Secretaria. Em seguida, houve uma apresentação sobre os Indicadores do Ambiente de Negócios (IAN) dos municípios confirmados. Já os representantes dos municípios fizeram uma dinâmica do “Pitch de Vendas”, destacando a vocação dos municípios aos participantes. Por último, foi feita a prospecção na prática.

Leia mais:  Governador autoriza novas obras de macrodrenagem em Vila Velha

O secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Ricardo Pessanha, salientou que o Projeto Atração Ativa de Investimentos para os municípios é uma iniciativa pioneira do Governo e está em vigor desde 2021. “Nosso intuito é compartilhar o conhecimento que temos e disponibilizar o método que utilizamos. Com isso, queremos ampliar o potencial de atração e fazer com que o Estado, que é receptivo às empresas, seja mais cobiçado por elas. Temos incentivos fiscais, estabilidade econômica, mão de obra qualificada, nota A no Tesouro Nacional e excelente ambiente de negócios. Enfim, ótimos indicadores para o mercado”, complementou Pessanha.

A subsecretária de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Christiane Vargas, ressaltou que a formação de novos gestores busca promover a articulação de ações estratégicas para atrair e estimular o desenvolvimento econômico, além de garantir um ambiente de negócios propício ao fomento e manutenção dos investimentos”, disse.

De acordo com a subsecretária de Estado de Competitividade, Rachel Freixo, o curso possibilita uma troca de experiências enriquecedora entre o Executivo Estadual e os municípios. “O crescimento sustentável e democrático é fundamental para construirmos políticas públicas eficazes e inovadoras, gerando, consequentemente, uma ambiência de negócio saudável, além de criar oportunidades para a atração de novos investimentos e a consolidação do crescimento dos empreendimentos existentes. Estado próspero é quando todos os municípios são prósperos!”, pontuou Rachel Freixo.

Leia mais:  Estado anuncia R$ 460 milhões para recuperar municípios da Bacia do Rio Doce

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana