conecte-se conosco


Camisa 10

SEG é o campeão do Campeonato Metropolitano de Beach Soccer

Publicado

Por Paulo Borges – Correspondente / Vitória

Num jogo disputadíssimo, digno de uma final, a equipe masculina de Beach Soccer do SEG sagrou-se campeã capixaba ao vencer a do Vilavelhense pelo placar de 5 a 4. A partida aconteceu neste domingo (27), na quadra de areia do complexo esportivo do Tancredão, em Vitória.

Os gols pelo SEG foram marcados por Thiago (2), Feijão, Pedrinho e Dário, enquanto pelo Vilavelhense marcaram Alan, Jonathan e Léo (2). O jogo foi muito disputado com grandes jogadas de lada a lado, com destaque para a atuação de Thiago, que marcou o gol do título de voleio, consolidando a vitória e o título inédito para a equipe do SEG. O outro destaque foi o goleiro campeoníssimo em várias modalidades, Ciro. Fez defesas importantes que motivaram e ajudaram a construir uma grande vitória com um placar que demonstra o alto nível do beach soccer capixaba, que é referência nacional. Quem também foi muito elogiado pela atuação foi Dário, que também marcou seu gol. Do beach soccer capixaba, vários dos seus jogadores, tanto no masculino quanto na categoria feminina costumam integrar a Seleção Brasileira.

Disputa do terceiro lugar

Antes do jogo da decisão, outra partida também que foi muito bem disputada foi a preliminar entre Craques da Praia e Juventude. Pelo terceiro lugar o Craques da Praia venceu pelo placar de 4 a 2 a equipe do Juventude. Os gols foram marcados por Brasa, Eré, Ramon e Diego, pelo Craques da Praia e pelo Juventude Renzo e Breno foram os autores dos dois gols.

Vilavelhense é campeã do Beach Soccer capixaba na modalidade feminina

Visualização da imagem

A jogadora Lelê Villar fez os dois gols da vitória por 2 a 0 contra a equipe do São Pedro, que lutava pelo tricampeonato.

Num jogo eletrizante, a equipe feminina do Vilavelhense sagrou-se campeã do Campeonato Metropolitano, disputado no domingo passado (20), no Tancredão, em Vitória. Venceu a equipe do São Pedro pelo placara de 2 a 0. Os gols foram marcados por Lelê Villar, que também é uma das jogadoras da Seleção Brasileira de Beach Soccer feminino.

Leia mais:  Neymar faz golaço e volta a pedir silêncio na vitória do PSG. Assista.

Antes do jogo da final, o Arsenal e Craques da Praia disputaram o terceiro lugar, que acabou ficando com o Arsenal, de Viana, que venceu por 7 a 2. Com dois dos gols marcados, Tai foi a artilheira do campeonato, com 12 gols.

Foram oito equipes que disputaram o Campeonato Metropolitano que é uma iniciativa da Associação Capixaba de Esporte e Lazer (Acel), com o apoio da Federação de Beach Soccer do Espírito Santo (FEBSES), com apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sesport) e da Prefeitura de Vitória. Os jogos são transmitidos pela TV Educativa.

O Beach Soccer capixaba é referência nacional e várias jogadoras são da seleção nacional e algumas têm passagem por equipes europeias.

_____________________________________________________________________________

Um pouco da história do Beach Soccer

A história do futebol de areia, também conhecido como beach soccer ou futebol de praia, surgiu em meados da década de 30 nas areias da praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Inicialmente visto como uma opção de lazer e diversão, a atividade física ganhou rapidamente popularidade entre os cariocas. O Futebol de Areia, em sua forma atual, começou a ser disputado em 1992, quando as regras do jogo foram criadas e um campeonato piloto foi organizado. Em uma versão onze contra onze, com as regras usuais, ele era praticado nas praias brasileiras pelo menos desde os anos 1930. Na década de 1960, chegou a haver campeonatos organizados em Santos e no Rio de Janeiro, e mesmo um campeonato brasileiro de seleções.[1][2] Contudo, o gosto pela prática de futebol na areia, ou na praia, é muito anterior, também em Portugal, aos anos sessenta, recuando, pelo menos à década de 30 do século XX[3]. Em 1992, foi organizado o primeiro campeonato profissional em Miami Beach, com as equipes de Brasil, Estados Unidos, Itália e Argentina. O Brasil saiu vencedor. Em abril de 1994, em Copacabana, no Rio de Janeiro, houve o primeiro evento de futebol de praia transmitido pela televisão. No ano seguinte, a primeira Copa do Mundo de Futebol de Areia foi sediada no mesmo local. O campeão foi o Brasil, país-sede, que se tornou o primeiro campeão mundial de futebol de areia. Com o sucesso do evento, os organizadores desenvolveram o jogo e se preocuparam então em divulgá-lo mundo afora. Foi criada, assim, a Pro Beach Soccer Tour, com 60 jogos em dois anos pela América do Sul, Europa, Ásia e nos Estados Unidos, atraindo grandes nomes para a areia. O interesse gerado pelo tour na Europa levou à criação da Liga Europeia de Futebol de Praia. Em 1998, a Liga Europeia e a Taça da Europa de Futebol de Praia floresceram. A primeira edição da Liga Europeia foi conquistada pela Alemanha, enquanto Portugal venceu a primeira Taça da Europa. As seleções que mais se destacaram nessas competições foram Portugal, Espanha, França e Itália, mas, nos últimos anos, têm surgido novas seleções muito fortes, como a Suíça, a Polônia, a Ucrânia ou a Rússia.

Leia mais:  Conheça os semifinalistas do Campeonato Estadual de Seleções de Beach Soccer

Os quatro anos seguintes viram o crescimento consolidado por maiores progressos dentro e fora de campo. Em 2004, a FIFA, vendo o crescimento e potencial do esporte, acabou decidindo que seria o órgão internacional responsável pelo Futebol de Areia, e, em Maio de 2005 organiza a primeira Copa do Mundo de Futebol de Areia sob sua responsabilidade, com sede mais uma vez na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, que acabou com o triunfo da França.

· Fonte: Google e outras informações complementares

publicidade

Camisa 10

Campeonato Brasileiro de Bodyboarding reúne feras da modalidade e é sucesso

Publicado

Mais de 130 surfistas de bodyboardyng de vários estados do país estiveram reunidos na Vila de Regência, no litoral de Linhares, neste fim de semana, durante a disputa da terceira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade. O evento foi um sucesso e contribuiu para fomentar e potencializar o turismo no balneário.

A competição valeu pontuação no ranking brasileiro de bodyboarding e foi disputada nas categorias Profissional (masculino e feminino), Master (masculino e feminino), Open (masculino e feminino), Sub-18 (masculino) e PCD (masculino). O campeonato contou com o apoio da Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

Visualização da imagem

Quem ficou muito feliz em competir nas ondas de Regência foi o surfista Gabriel Castelan da cidade de Vila Velha que conquistou pela primeira vez na carreira o título profissional da modalidade.

“Surfar nas ondas de Regência é sempre muito desafiador. Tive o privilégio de competir contra os melhores atletas do país e isso serviu de muita experiência para mim, pois ajudou a elevar o meu nível dentro da água. Graças a Deus consegui alcançar bons resultados nas baterias em que disputei até chegar o primeiro lugar do pódio da categoria profissional”, comentou Gabriel.

Leia mais:  Neymar faz golaço e volta a pedir silêncio na vitória do PSG. Assista.

Visualização da imagem

Houve premiação em troféus, medalhas, pranchas e nadadeiras para os quatros primeiros colocados de cada categoria. Também foram distribuídos R$ 35 mil em premiação para os quatro primeiros da categoria Profissional.

“O evento foi um sucesso. Durante os três dias de competição o balneário ficou bastante movimentado e os atletas deram um show nas ondas de Regência. Nosso objetivo é continuar incentivando o bodyboarding e promovendo eventos que também tragam benefícios para a comunidade no geral”, afirmou o presidente da Confederação Brasileira de Bodyboarding e um dos organizadores do circuito, Marcelo Rocha.

Confira abaixo o resultado:

Profissional Masculino

1º – Gabriel Castelan ES

2º – Sérgio Machado SP

3º – Éder Luciano SC

 4º – Sócrates Santana RJ

Profissional Feminino

1º – Maira Viana ES

2º – Neymara Carvalho ES

3º – Maylla Venturin ES e

4º – Bia Jesus CE

Master Masculino

1º -Felipe Colombo RJ

2º – Gugu Barcellos RJ

3º – Gabriel Zaccaro RJ

4º – Henrique Andrade ES

Leia mais:  Associação Atlética Santa Cruz vai representar Linhares no Interligas do ES

Master Feminino

1º – Cris Fontoura RS

2º – Elizângela Fragozo ES

3º – Renata Pimentel RJ

Open Masculino

1º – José Augusto CE

2º – Matheus Silveira PR

3º – Zacarias Nunes CE

4º – Emanuel Gomes AL

Open Feminino

1º – Clara Pontes CE

2º – Bianca Simões ES

3º – Paola Valle RS

4º – Gabriela Penha ES

SUB 18

1º – Roger Fusculin PR

2º – Paulo Galatti ES

3º – Cezar Brito PR

4º – José Augusto CE

PCD

1º – Tercio Ciclop CE

2º – Ricardo Rodrigues RJ

3º – Moises Serafin ES

Continue lendo

Camisa 10

Jaguaré goleia São Mateus na estreia da Série B

Publicado

Resultado de 4 x 0 mostrou a força do Jaguaré EC na Segunda Divisão do campeonato Capixaba; além da vitória, time convenceu pela atuação coletiva envolvente

O Jaguaré Esporte Clube estreou de forma brilhante no Campeonato Capixaba da Segunda Divisão. Jogando em casa com diante de bom público no Estádio Conilon, a equipe venceu o São Mateus por 4 x 0. Além da vitória na estreia, chamou a atenção o bom desempenho coletivo do tricolor do norte. Gianlucas e João Paulo marcaram dois gols cada. O Jaguaré Esporte Clube tem o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esportes.

Longe dos gramados há 11 anos (o último jogo oficial foi pela Copa Espírito Santo, contra o Real Noroeste, quando time perdeu por 4 x 2 pelas semifinais daquela competição), a expectativa era grande pelo retorno do Jaguaré. Comandado pelo treinador Giuliano Pariz, a equipe apresentou um futebol forte e envolvente com um esquema tático executado de forma eficiente por jogadores de experiência.

Os gols foram marcados por Gianlucas, aos 22 minutos, que tocou com tranquilidade na bola, depois de jogada do lateral Cássio pelo lado direito. Aos 28 minutos, Gianlucas aproveitou uma falha da zaga mateense, e deu o passe para João Paulo empurrar para as redes. No final do primeiro tempo, em novo ataque pela direita, Cássio achou João Paulo, que marcou o terceiro. No segundo tempo, novamente Gianlucas, aos 5 minutos, marcou um golaço em um chute de fora da área marcando o quarto gol fazendo jus ao predomínio do tricolor do norte.

Leia mais:  Associação Atlética Santa Cruz vai representar Linhares no Interligas do ES

O Jaguaré Esporte Clube larga na frente no Capixabão da Segunda Divisão já que, com o resultado é o líder do Grupo A, com três pontos. O time volta a campo no próximo sábado, 20, contra o Sport Clube Capixaba, ainda sem local definidoNo outro extremo aparece o São Mateus, sem pontuar e na lanterna da chave.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana