conecte-se conosco


Segurança

Sejus e IJSN promovem Cantata de Natal On-line

Publicado

Uma Cantata de Natal entoada por internas do Centro Prisional Feminino de Cariacica, unidade administrada pela Secretaria da Justiça (Sejus), foi realizada, nessa terça-feira (22), em um evento on-line, no auditório do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), em Vitória. A transmissão pôde ser acompanhada pelo canal do IJSN no Youtube, no link https://bit.ly/youtubeijsn . O evento também marca as comemorações de 45 anos do Instituto.

“É com grande satisfação que recebemos as internas da Unidade da Sejus aqui no Instituto Jones, neste período de Natal. Elas trazem uma mensagem de esperança e vida, num ano atípico, com este período de pandemia. E brindam as comemorações de 45 anos do Instituto Jones com este belíssimo trabalho de ressocialização promovido pela Sejus”, destacou o diretor de Integração e Projetos Especiais do IJSN, Pablo Lira.

Composto por 22 internas, o coral garantiu uma apresentação repleta de emoção e magia natalina com clássicos como: “Primeiro Natal”, “Noite Feliz”, “Vem que está chegando o Natal” e “Surgem anjos”. A subsecretária de Estado de Ressocialização da Sejus, Regiane Kieper, prestigiou o evento.

“A Sejus investe em projetos e ações para criar oportunidades e fazer com que a pessoa privada de liberdade retorne para a sociedade de forma transformada, como um cidadão produtivo, longe da criminalidade. Assistimos a uma belíssima apresentação e o que desejamos é que toda essa magia do Natal renove as forças de cada integrante do coral, que elas possam, no futuro, sair renascidas do cárcere para celebrar o Naatal junto de suas famílias, de uma maneira diferente”, afirmou a subsecretária.

A diretora da unidade prisional, Graciele Sonegheti Fraga, ressaltou que a ideia de formar um coral surgiu da juíza Patrícia Faroni, da Vara de Execuções Penais de Vila Velha. O formato da cantata atende às recomendações de prevenção à Covid-19. “Tivemos um ano de grandes desafios devido à pandemia do novo Coronavírus e os eventos on-line refletem bem essas adaptações que ainda são necessárias para evitar o contágio da doença. Só temos a agradecer a toda a equipe do IJSN, a nossa equipe e aos voluntários músicos que tornaram essa apresentação possível.  A cantata realizada hoje representa bem as ações da Secretaria da Justiça, que vai muito além de custodiar. É dar condições para que essas mulheres tenham oportunidade de capacitação profissional, de trabalho e chance de transformação”, disse Graciele Sonegheti Fraga.

Músicos voluntários foram responsáveis pelo repertório ensaiado, como o maestro Renato Gonçalves, a maestrina Simone Vaz Lopes e o tecladista Diego Guimarães, que conduziram a apresentação com o coral de internas. O diretor do IJSN também citou o cuidado com a prevenção da Covid-19 com a realização de uma cantata on-line.

“Este ano, vamos ter que passar o Natal de forma diferente, com um pouco mais de restrições e afastamento físico. Pensamos em transmitir o evento pelo canal do YouTube, de forma a ampliar o alcance deste momento e proporcionar também aos familiares das internas que assistiram a esta apresentação artística-cultural delas, uma oportunidade de transformação por meio da música”, ressaltou Lira.

Leia mais:  Funcionários de loja são feitos reféns durante assalto no Centro de Vitória
publicidade

Segurança

Policial militar é preso suspeito de matar a esposa na frente da filha em Vitória

Publicado

Em nota, a Polícia Civil informou que o militar foi conduzido ao Plantão Especializado da Mulher e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil

Um policial militar foi preso em flagrante suspeito de matar a esposa, de 49 anos, após uma briga na noite de domingo (11), no bairro Jardim da Penha, em Vitória. O crime aconteceu dentro do apartamento do casal e na frente da filha deles,  de 11 anos. 

Vizinhos contaram que ouviram gritos de socorro e, logo em seguida, houve um disparo de arma de fogo. Após isso, segundo eles, a filha do casal correu pelas escadas, pedindo ajuda para socorrer a mãe. 

Assim que a Polícia Militar chegou ao local do crime, constatou que a mulher havia sido assassinada com um tiro no rosto e já estava sem vida. 

Em nota, a Polícia Civil informou que o militar foi conduzido ao Plantão Especializado da Mulher (PEM) e autuado em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e em razão de ser praticado contra mulher em contexto de violência doméstica e familiar, majorado por ter sido praticado na presença da filha da vítima. 

Ele ficará preso no presídio da Polícia Militar, em Maruípe.

Leia mais:  BPMA apreende arma, munições, pássaros silvestres e carne de caça em Linhares
Continue lendo

Segurança

Três pessoas são detidas após denúncia de aglomeração e som alto

Publicado

Durante a confusão, o dono da caixa de som tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial

Três pessoas foram detidas após uma confusão no bairro Nova Carapina 1, na Serra. A Polícia Militar informou que recebeu uma denúncia de aglomeração e som alto na região, e assim que chegou ao local, a equipe se deparou com cerca de 20 pessoas ouvindo música em uma rua.  

Uma delas, segundo a polícia, se apresentou como dono de uma caixa de som que estava sendo usada, se exaltou e desobedeceu a ordem de desligar o aparelho. Após o ocorrido, o grupo foi para uma casa e o som, novamente, foi ligado. Desacatando os policiais, o dono do aparelho teria dito ainda que dentro da residência ninguém desligaria o som. 

A polícia deu voz de prisão e exigiu que o homem saísse da residência. Diante disso, segundo a PM, o homem pediu que os moradores agredissem os policiais para evitar a prisão. Durante a confusão, o dono da caixa de som ainda tentou jogar uma moto contra a equipe e tentou agredir um policial.

Assim que os policiais entraram na casa, dois homens tentaram jogar copos de vidro em direção à eles, além do dono da casa também ter jogado uma garrafa de vinho contra a equipe. Os policiais então fizeram disparos de arma não letal, mas o suspeito não se rendeu e pegou até um facão. 

Depois de tanta confusão, a polícia conseguiu conter o homem, que precisou ser levado para hospital por conta de ferimentos. Em seguida, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional da Serra. Duas pessoas que se envolveram na briga também acabaram detidas. 

A Polícia Civil informou que o conduzido de 37 anos foi autuado em flagrante pelos crimes de resistência e desacato, pagou fiança estipulada pela autoridade policial e vai responder em liberdade. Os outros dois foram autuados por resistência, assinaram Termo Circunstanciado e vão responder em liberdade.

Leia mais:  Guarda Municipal de Vila Velha recebe mais de 3.500 denúncias de aglomerações em um mês
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana