conecte-se conosco


Segurança

Sejus inicia cursos do Procap para o sistema prisional

Publicado

A Secretaria da Justiça (Sejus) deu início aos cursos do Programa de Capacitação Profissional e Implementação de Oficinas Permanentes (Procap) no sistema prisional, com a oferta de cursos de corte e costura, fabricação de tijolos ecológicos e panificação. As capacitações fazem parte de um convênio com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e tiveram início no mês de julho. Cerca de 80 internos são beneficiados com os cursos profissionalizantes.

O Centro Prisional Feminino de Colatina (CPFCOL) foi o primeiro a abrir a turma do curso de Corte e Costura para 20 internas que cumprem pena na unidade. As aulas são realizadas durante cinco dias da semana, com quatro horas diárias. A carga horária total da capacitação é de 200 horas.

Já na Penitenciária Agrícola do Espírito Santo (Paes), 20 internos participam do Curso de Tijolos Ecológicos, com aulas realizadas durante oito horas por dia. No curso, os internos alunos aprendem sobre o processo de produção, elaboração de tijolos ecológicos e afins; armazenamento dos produtos acabados, além de procedimentos de segurança, uso correto de matérias-primas, entre outros.

Leia mais:  BPMA apreende 500 metros lineares de rede de espera na Lagoa Juara

De acordo com a subsecretária de Estado de Ressocialização, Roberta Ferraz, o objetivo do programa é possibilitar a capacitação profissional das pessoas privadas de liberdade. “Os cursos do Procap buscam qualificar a mão de obra do preso e prepará-los para o mercado de trabalho. São capacitações desenvolvidas com módulos teóricos e práticos, que visam a criar oportunidades para vagas de trabalho, após o cumprimento de pena e que promovam a inserção social”, ressalta.

No início do mês de agosto, duas turmas do curso de Panificação serão abertas no Centro de Detenção e Ressocialização de Linhares (CDRL), com a participação de 40 internos, divididos em duas turmas. O objetivo é capacitar os alunos para trabalhar com o preparo de massas, coberturas e recheios, bem como noções de empreendedorismo, boas práticas de higiene na manipulação de alimentos, entre outros quesitos.

O convênio do Procap foi assinado no ano de 2012, entre o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e a Secretaria da Justiça (Sejus) para a implantação de três oficinas nas penitenciárias estaduais, com o intuito de profissionalizar as pessoas privadas de liberdade.

Leia mais:  Adolescente suspeito de participar da morte de comerciante na Serra tem extensa ficha criminal
publicidade

Segurança

Guarda municipal de Vitória é preso por furtar picanha e chocolate suíço em supermercado na Serra

Publicado

Inspetor foi pego no estacionamento com itens importados escondidos em uma bolsa

Um inspetor da Guarda Municipal de Vitória foi preso na tarde desta terça-feira (09) por furtar produtos importandos num supermercado no Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. Por meio das câmeras de vídeo, ele foi flagrado depositando sorvetes americanos, chocolates suíços e uma peça de picanha numa bolsa, enquanto circulava pelos corredores, como um cliente habitual. 

Segundo a assessoria do supermercado, ele foi abordado pelos seguranças particulares quando saiu da área de compras e estava no estacionamento se preparando para deixar o local.

A Polícia Militar foi acionada e o inspetor foi levado para a Delegacia Regional da Serra, onde a ocorrência está em andamento. Ele entregou, ainda, uma pistola, que utiliza em seu serviço. 

Numa pesquisa de preços no site do supermercado, é possível constatar que os produtos que o homem furtou totalizam uma compra de R$ 600. 

O inspetor recebeu R$ 7 mil de salário em julho. 

Prefeitura de Vitória afasta o inspetor por 120 dias

Por meio de nota, a Prefeitura de Vitória informou que o inspetor foi afastado de suas funções por 120 dias e foi aberto um processo administrativo disciplinar para apuração dos fatos, com ampla defesa e o devido processo legal.

Leia mais:  Mais de R$ 8 milhões em drogas que viriam para Vitória são apreendidas em aeroporto do RJ

Ressalta ainda que os fatos narrados não representam a postura dos agentes da Guarda Civil Municipal de Vitória, instituição que goza de credibilidade e que tem prestado relevantes serviços à sociedade capixaba.

Continue lendo

Segurança

Homem morto no Terminal de Campo Grande era detento do semiaberto

Publicado

David Aguiar dos Santos, de 39 anos, foi morto a tiros dentro do Terminal, em um horário de intensa movimentação no local

O homem assassinado na manhã desta terça-feira (9), no Terminal de Campo Grande, no bairro Cruzeiro do Sul, em Cariacica, cumpria pena no regime semiaberto e seguia para o trabalho quando foi baleado. 

David Aguiar dos Santos, de 39 anos, foi morto a tiros dentro do Terminal, em um horário de intensa movimentação no local. Uma ambulância do Samu foi acionada, mas quando a equipe chegou, foi constatado que o homem já estava sem vida. 

Testemunhas contaram que David seguia para uma plataforma, por volta de 5h40, quando o suspeito se aproximou e efetuou os disparos. A vítima foi atingida na cabeça e não resistiu aos ferimentos. 

Mesmo com toda a movimentação, além de câmeras de videomonitoramento e seguranças, o criminoso conseguiu fugir tranquilamente. Passageiros contaram que no momento dos tiros, houve muita correria, por isso, ninguém viu o suspeito fugir. 

A esposa de David contou que, há cerca de nove meses, ele cumpria pena por tráfico de drogas. Há quatro, progrediu para o regime semiaberto e estava trabalhando como pedreiro no Quartel da Polícia Militar, em Maruípe. 

Leia mais:  Espírito Santo aprimora coleta de dados sobre crimes patrimoniais

Por conta disso, todos os dias ele pegava ônibus no Terminal de Campo Grande. A mulher disse ainda que já imagina quem pode ter tirado a vida do esposo. 

O corpo de David foi levado para o Departamento Médico Legal, em Vitória. A polícia fez buscas na região, mas nenhum suspeito foi localizado.

No Terminal, há várias câmeras de videomonitoramento que podem ajudar a identificar o atirador. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cariacica vai investigar o caso.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana