conecte-se conosco


Entretenimento

Sinfônica do Espírito Santo e Clube Big Beatles juntos em live solidária

Publicado

A Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) se junta ao Clube Big Beatles e convidados para uma Live Solidária, no próximo sábado (16), a partir das 17 horas. A transmissão, ao vivo, terá duas horas de música e solidariedade. Com a realização das Secretarias da Cultura (Secult) e de Direitos Humanos (Sedh), a ação tem a parceria do programa ES Solidário, do Governo do Estado e da TV Educativa do Espírito Santo.

A live será transmitida pela internet nos canais oficiais do Governo do Estado, da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo e do Clube Big Beatles. E na TV Aberta e a cabo pela TVE-ES, pelos canais 2.1 (aberta), 15 (Net) e 05 (RCA).

Na programação, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo, em formato reduzido, o Clube Big Beatles e os convidados especiais Ivans Lins, Amaro Lima, Flávio Venturini, Andreas Kisser, André Prando e Edgard Scandurra, tudo isso seguindo normas rígidas de distanciamento social e todos os protocolos recomendados pelas autoridades sanitárias.

Durante as duas horas de transmissão, a live contará com apresentação de Edu Henning, a participação dos artistas, entidades e apoiadores, além da regência do Maestro da Oses  Helder Trefzger.


Solidariedade

O objetivo da ação é arrecadar doações em dinheiro, serviços, cestas básicas, além de kits de limpeza e de higiene pessoal para ajudar as pessoas que estão enfrentando dificuldades por conta do novo Coronavírus (Covid-19), em especial artistas circenses, técnicos das artes e comunidades tradicionais, como as indígenas e quilombola.

Para o secretário de Estado da Cultura, Fabricio Noronha, a ação tem o potencial de impactar positivamente o setor cultural como um todo. “Contamos com a participação e a solidariedade de todos para que esta ação se multiplique e nossos artistas mais vulneráveis recebam mais ajudas. O setor cultural é um dos mais impactados pela pandemia, afetando muito nossos fazedores. Essa ação faz parte de um conjunto de ações e se soma a essa corrente de enfrentamento a esse momento tão difícil”, comenta o secretário.

Para a secretária de Estado dos Direitos Humanos, Nara Borgo, as diversas manifestações culturais têm sido extremamente importantes, principalmente neste momento de pandemia, porque, se temos que ficar em casa, que seja ouvindo uma boa música, lendo um bom livro,ou assistindo um bom filme. Para a secretária, a parceria do ES Solidário com a Orquestra Sinfônica, que visa a levar alimentos, kits de higiene e doações, aliado à cultura e à música, é um movimento que demonstra empatia, afeto e respeito, levando cidadania às pessoas.

“É uma importante parceria, pois leva não só o alimento físico, mas também alimenta nosso coração e nossa cabeça, para que possamos passar por esse momento de uma forma menos difícil. É com certeza uma parceria que engrandece o povo capixaba”, afirma Nara Borgo.  

1.500 cestas básicas

essa é a meta de arrecadação em cestas de alimentação e limpeza

Doações ao vivo

o público poderá doar diretamente nos canais do ES Solidário.

Doações de parceiros

parceiros podem fazer grandes doações prévias também nos canais do ES Solidário.

Leia mais:  Ator e humorista Paulo Gustavo tem agravamento no quadro clínico por covid-19
publicidade

Entretenimento

Bolinho caipira é recheado com linguiça e acompanha molho especial

Publicado

Aprenda a receita deliciosa de bolinho caipira, tradicional de Jacareí, em São Paulo, recheado de linguiça e que leva um molho especial de cenoura e tomate

No Mais VocêAna Maria Braga mostrou um delicioso bolinho caipira recheado com linguiça e que leva um delicioso molho preparado com cenoura e tomate. Receita tradicional de Jacareí, São Paulo, o bolinho frito é um ótimo petisco e promete ser sucesso também na sua casa.

O preparo do bolinho caipira é bem fácil. Em uma tigela é feita a mistura de farinha de milho branca, polvilho doce, sal e o cheiro verde picadinho. Para o recheio, basta desmanchar a linguiça ainda crua e temperar conforme o seu gosto. Depois é só montar o bolinho abrindo a massa e colocando o recheio e fritar. Para completar o sabor, o molho é preparado à base de cenoura e tomate. Viu como é rapidinho?

Agora é só você separar os ingredientes, preparar a receita e se deliciar com o bolinho caipira.

Confira o passo a passo da receita de bolinho caipira e aprenda a preparar essa delícia!

Ingredientes – Massa

  • 1 quilo de farinha de milho branca
  • 2 litros de água
  • 40 gramas de polvilho doce
  • 30 gramas de sal
  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 4 dentes de alho
  • 35 gramas de cheiro verde

Ingredientes – Recheio

  • 1 quilo de linguiça toscana
  • 1 limão

Ingredientes – Molho

  • 2 cenouras médias
  • 2 tomates
  • 1 cebola média
  • 3 dentes de alho
  • 125 mililitros de óleo
  • 75 mililitros de vinagre
  • 125 mililitros de água
  • Sal a gosto

Modo de Preparo – Massa

  1. 1. Misture, em uma tigela, a farinha de milho branca, polvilho doce, sal e o cheiro verde picadinho.
  2. 2. Em uma panela, coloque o alho e o óleo para refogar.
  3. 3. Coloque a água para aquecer.
  4. 4. Na tigela, coloque a água com a farinha de milho branca. Misture até ficar uma massa homogênea.

Modo de Preparo – Recheio

  1. 1. Desmanche a linguiça ainda crua e tempere a gosto.
  2. 2. Enrole o bolinho com o recheio da linguiça e frite.

Modo de Preparo – Molho

  1. 1. Bata todos os ingredientes no liquidificador até virar uma mistura homogênea.

Bolinho caipira  — Foto: Daniela Meira/Globo

O bolinho caipira é uma deliciosa receita que fica pronta bem rapidinho. Se gosta de receitas práticas, vai amar o Strogonoff de frango simples que leva poucos ingredientes e fica uma delícia! Outra opção é a massa de panqueca fácil, que pode levar o recheio de sua preferência, sejam doces ou salgados.

Leia mais:  Com UTIs quase lotadas no Rio, multidão se aglomera durante show de Ferrugem
Continue lendo

Entretenimento

Pontos turísticos capixabas retomam as atividades com avanço da vacinação no Espírito Santo

Publicado

O Espírito Santo é um dos estados brasileiros que lidera o ranking de pessoas vacinadas contra o novo Coronavírus (Covid -19) e por conta disto a flexibilização das atividades econômicas e sociais estão sendo retomadas. Com segurança sanitária, os principais atrativos turísticos estão ampliando a capacidade de atendimento e muitos deles como o Parque Nacional do Caparaó e a Casa Lambert em Santa Teresa, por exemplo, retomaram o atendimento aos turistas.

“Este é resultado do trabalho responsável e contínuo do Governo do Estado que durante toda a pandemia mantém o monitoramento constante de todos os índices, flexibilizando gradualmente as regras sociais e estimulando a vacinação de toda a população, inclusive, adquirindo maior quantidade de vacinas com recursos próprios”, enfatizou a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro.

O Governo do Estado do Espírito Santo desenvolve de forma contínua trabalho de conscientização da população referente à vacinação em todo território capixaba. A partir do dia 08 de novembro entram em vigor as novas regras sociais com a inclusão de uma nova matriz de risco com a classificação de “Risco Muito Baixo”. Esta classificação será feita por regiões do Estado, tendo como requisito os índices de vacinação.

Eventos
Com o compromisso de garantir a segurança da população capixaba e colaborar com a retomada das atividades de forma geral, a nova matriz de risco proporcionará ainda mais flexibilização para o setor de eventos, um dos mais prejudicados em decorrência da pandemia.

A partir de novembro, os municípios classificados em risco baixo poderão realizar eventos com ocupação máxima de 50% da capacidade, com limite de 1.200 pessoas para locais fechados com 100% dos participantes vacinados e ocupação máxima de 50% da capacidade para locais abertos com 100% dos participantes vacinados.

Já os municípios localizados nas regiões classificadas em risco azul, a ocupação permitida será conforme a capacidade liberada pelo Corpo de Bombeiros com a exigência para público vacinado.
Confira as informações dos principais atrativos que recentemente retomaram a visitação no Espírito Santo.

Museu do Colono – Santa Leopoldina

Um dos ícones do turismo cultural do Espírito Santo, o Museu do Colono, localizado no município de Santa Leopoldina, funciona em uma residência com mais de 180 anos, que pertenceu a um dos fundadores da cidade e já hospedou o imperador D. Pedro II e a princesa Leopoldina.

Atendimentos: quarta-feira a domingo

Horário: 9h às 17h

Endereço: Rod. José Sette, 1502, Centro, Santa Leopoldina – ES, CEP: 29.640-000

Contato: (27) 3266-1250

Parque Nacional do Caparaó – Dores do Rio Preto

Atendimento: diárioEm finais de semana e feriados é necessário agendamento prévio.

Local: Pedra Menina –  Dores do Rio Preto

Informações: https://www.icmbio.gov.br/parnacaparao/guia-do-visitante/27-ingressos.html#quandoir

Centro Cultural e Comunitário Ezequiel Ronchi – Marechal Floriano

O local foi o primeiro prédio do Espírito Santo destinado ao ensino público, na vila de Araguaia. Funcionando desde 1995, o local possui atualmente um rico acervo de peças antigas que compõem o seu museu, como forma da preservação da cultural local. São fotos, documentos, mobiliários, utensílios e outros objetos em exposição. Oportunidade de o turista conhecer um pouco da vida e do passado daqueles que ali viveram.

Endereço: Rua Busato, 148, Araguaya, Marechal Floriano

Horário: 8h às 17h.

Informações: http://www.marechalfloriano.es.gov.br

 Igreja Nossa Senhora do Rosário – Vila Velha

A Igreja do Rosário está localizada no Sítio Histórico da Prainha e é considerada um marco da colonização do Espírito Santo, com a chegada do donatário português Vasco Fernandes Coutinho em 1535.

É uma das igrejas mais antigas do Brasil e uma das únicas em funcionamento. Começou a ser construída no ano da colonização e finalizada com a chegada dos jesuítas em 1551.

Endereço: Rua Praça da Bandeira – Prainha

Atendimento: segunda a sexta-feira

Horário: 9h às 16h30

Contato: (27) 3239-3113 e 3329-1266

Farol Santa Luzia – Vila Velha

O local abriga uma vila residencial militar com três casas, dentre elas a do faroleiro, encarregado da manutenção do Farol, a Sala da Memória, onde o turista conhece a história do local exposta em desenhos, além de loja de artesanato.

Endereço: Rua Santa Luzia, 2 – Praia da Costa, Vila Velha

Atendimento: terça-feira a domingo, das 9 às 16h30

Contato: (27) 3149-7353 e 3149-7335 (Subsecretaria de Turismo)

E-mail:  [email protected]

Convento da Penha – Vila Velha

O Convento da Penha, um dos ícones do Espírito Santo, é um santuário construído pelos escravos, em 1558, em cima de um grande rochedo. Junto com a igreja Nossa Senhora do Rosário, o Convento faz parte do Sítio Histórico da Prainha, em Vila Velha. É considerado o principal monumento religioso do Estado e símbolo de devoção à Nossa Senhora da Penha. Segundo a versão popular, o quadro de Nossa Senhora teria sumido da Gruta onde o Frei morava e assim indicou o lugar onde deveria ser construído o Convento, no alto de um morro de 154 metros. A edificação da “Ermida das Palmeiras” foi erguida por volta de 1560.

Endereço: Prainha – Vila Velha

Atendimento: Todos os dias da semana

Horário: 6h às 16h

Em dias de missa são permitidos a entrada de até 40 veículos. Há vans que fazem o transporte até o Convento.

Telefone: (27) 3329-0420

Informações: www.conventodapenha.org.br

Casa Lambert – Santa Teresa

Construída em 1875 pelos irmãos imigrantes italianos Antônio e Virgílio Lambert, foi uma das primeiras construções do Município. É tombada como Patrimônio Histórico Estadual desde 1985. Atualmente, funciona como Casa de Memória, contando a história da Família Lambert e da imigração italiana no Município. Construção em estuque, também conhecido como tabique, taipa ou pau-a-pique. Em frente à residência foi edificada a Capela de Nossa Senhora da Conceição, em 1899, que abriga em seu interior uma imagem da santa esculpida em madeira por Antônio Lambert. Ingresso: 2,00 (Inteira)

Endereço: Rua: São Lourenço, S/N
Bairro: Bairro Sao Lourenço, Santa Teresa
Atendimento: sextas, sábados, domingos e feriados de 08h às 11h e 12h30 às 15h30

Sexta a domingo de 08h as 11h e de 12h30 as 15h30

Contato: (27) 3259-2357

Galpão das Paneleiras – Vitória

Endereço: Rua das Paneleiras, 55

Atendimento: segunda a sábado

Horário: 8h às 18h

Leia mais:  Ator e humorista Paulo Gustavo tem agravamento no quadro clínico por covid-19
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana