conecte-se conosco


Política e Governo

Sistema de notificação e-SUS Vigilância em Saúde passa a notificar COVID-19 em todo território capixaba

Publicado

O Sistema de Informação em Saúde e-SUS Vigilância em Saúde (VS) desenvolvido no Estado, em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), será a partir desta segunda-feira (30), o sistema oficial de notificações para casos suspeitos e confirmados da COVID-19 no Espírito Santo.

Segundo o subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, a mudança ajudará a equipe a ter acesso aos dados atualizados em tempo real e georreferenciada, mostrando de forma mapeada onde os casos estão localizados.

“Além do tempo real, a coleta de dados será ampliada, com variáveis que permitirão análises mais consistentes futuramente. Além de permitir também intervenções precisas e locais, como realocação de recursos humanos, aberturas de leitos, por meio das análises próximas da realidade”, explicou o subsecretário. 

As notificações aconteciam nacionalmente por meio do sistema FormSus, do Ministério da Saúde, e que por motivos técnicos não atuará mais para as notificações da doença, e será mantido para consultas.

O Espírito Santo usará o sistema próprio oficial, o e-SUS VS, que está em funcionamento desde janeiro de 2020. De acordo com o chefe de Núcleo de Sistema de Informação em Saúde, Gustavo Teixeira, a Vigilância Estadual será responsável por manter a base de dados federal atualizada.

e-SUS Vigilância em Saúde (VS)

O e-SUS Vigilância em Saúde (VS) foi apresentado em agosto de 2019, durante o lançamento do Programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde da Secretaria da Saúde (Sesa), como uma das novidades do Governo para a área da saúde. O e-SUS VS é um sistema capixaba, desenvolvido em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e permitirá o acesso em tempo real às informações em saúde.

Presente nos 78 municípios do Estado, o e-SUS VS caracteriza-se pela inovação no que tange à velocidade em que a informação é encaminhada aos gestores e aos profissionais de saúde da área da Vigilância e da Atenção Primária.

Em fevereiro deste ano, em reunião com técnicos do Ministério da Saúde, em Brasília, o secretário Nésio Fernandes foi parabenizado pela iniciativa capixaba, quando reafirmaram que o e-SUS VS pode ser utilizado em todo o Brasil, suprimindo o atual, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan).

Leia mais:  Seag divulga edital de seleção para contratação de bolsistas
publicidade

Política e Governo

Deputado Renzo Vasconcelos cria projeto para priorizar saúde mental de agentes de segurança pública

Publicado

Nível de estresse dos servidores que atuam na segurança pública é apontado como fator para criação de política

Tramita na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 852/2021, que cria a Política Estadual de Saúde Mental dos Agentes de Segurança Pública. A matéria, de autoria do deputado Renzo Vasconcelos (PP), é destinada aos servidores que atuam na área da segurança pública.

Entre os objetivos estão assegurar ações preventivas na área da saúde mental e assistência integral aos servidores com algum transtorno com foco na recuperação e reintegração desses indivíduos. A política seguirá, segundo o texto proposto, as diretrizes internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das Políticas Nacional e Estadual de Saúde Mental e Saúde do Trabalhador.

A matéria ainda prevê a manutenção de um sistema de informação de base epidemiológica articulado com os dados da área de saúde. Na justificativa da matéria, o autor ressalta o trabalho na área da segurança como altamente estressante.

“O nível de estresse tem sido apontado como superior ao de outras categorias profissionais, não só pela natureza das atividades que realizam, mas também pela sobrecarga de trabalho. Especialistas apontam o assédio moral e sexual, a falta de reconhecimento, o estresse, a rigidez hierárquica, as hostilidades sociais, a pressão midiática e a imagem perante a sociedade como fatores importantes para causas de suicídio entre policiais militares”, explica o parlamentar.

O projeto passará pelo crivo das comissões de Justiça, Saúde e Finanças antes de seguir para análise dos deputados em plenário.

Leia mais:  Capixabas já registraram 700 destaques e 450 propostas para Orçamento 2022
Continue lendo

Política e Governo

Sistema Aquaviário: Começa a concretagem dos píeres em Vila Velha

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, acompanhou, na manhã desta terça-feira (18), o início dos trabalhos de concretagem das estruturas do pier para atracagem de barcos no bairro Glória, em Vila Velha. Esse será um dos quatro pontos de embarque e desembarque previstos para a retomada da operação do Sistema Aquaviário que serão construídos na Grande Vitória.


Além dos píeres para atracagem dos barcos, também serão construídas estruturas para o embarque e desembarque de passageiros, na baía de Vitória. Para o acesso aos barcos, haverá uma interligação, do tipo ponte, que será coberta para o conforto de quem usar o Aquaviário. As obras de construção dos pontos de embarque e desembarque devem ser concluídas ainda este ano. O valor do investimento é de cerca de R$ 1,5 milhão para cada uma das estações. Nos próximos meses, será publicado o edital para contratação da operação dos barcos.


“O retorno do aquaviário é um sonho para muitos que já usufruíram do serviço. Estamos retomando agora para fazer esse sonho se tornar realidade. Estamos concretando os píeres e na sequência iniciaremos os pontos fixos, que serão pontos de integração com o Transcol para facilitar a vida de uma parte da população que mora nessas regiões. Também incentiva o turismo, pois temos uma linda baía. O Aquaviário é uma obra aguardada, pois as pessoas relembram com saudade. Em breve faremos a contratação da empresa que fará a prestação do serviço de transporte de passageiros e, no segundo semestre desse ano, teremos o Aquaviário funcionando”, afirmou o governador Casagrande.


A implantação do novo modal é uma das prioridades do Governo do Estado na área da mobilidade. O Sistema Aquaviário operou na Grande Vitória até a década de 1990, quando foi desativado. A construção dos outros três terminais deve ser iniciada ainda este ano: Prainha, em Vila Velha, e Praça do Papa e Rodoviária, em Vitória.

Também estiveram presentes a vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes; os secretários de Estado, Fabio Damasceno (Mobilidade e Infraestrutura), Marcelo Paiva (Justiça), Lenise Loureiro (Turismo) e Edmar Camata (Controle e Transparência); o deputado federal Neucimar Fraga; o deputado estadual Luciano Machado; além de dirigentes de órgãos, vereadores e lideranças da Região Metropolitana.

Leia mais:  Capixabas já registraram 700 destaques e 450 propostas para Orçamento 2022
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana