conecte-se conosco


Entretenimento

“Só vamos ter desfiles após a população ser vacinada”, garante presidente da Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial

Publicado

As agremiações planejam que os desfiles aconteçam em julho, assim como em São Paulo e no Rio de Janeiro

Em razão da pandemia da covid-19, os desfiles das escolas de samba do Carnaval de Vitória não vão acontecer no mês de fevereiro. Segundo o presidente da Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial (Liesge), Edson Neto, o planejamento é que os desfiles, um dos maiores eventos culturais do Espírito Santo, aconteçam no início de julho, provavelmente nos dias 1,2 e 3, mas só após a vacinação da população. 

“Claro que neste ano, em razão da pandemia, os desfiles não vão acontecer em fevereiro. Mas estamos conversando para que seja realizado no meio do ano. Mas isso é apenas uma projeção, temos consciência que ele só vai acontecer após a vacinação da população. Sem dúvida alguma, essa é a maior preocupação de todos: a saúde em primeiro lugar”, garantiu o presidente da Liesge. 

Com isso, em razão dos calendários já divulgados pelo carnaval de São Paulo e do Rio de Janeiro, as escolas de samba capixabas continuariam abrindo a “festa momesca” no Brasil.  Segundo Neto, apesar da pandemia, as escolas continuam desenvolvendo os desfiles deste ano.

“As agremiações têm trabalhado dentro das limitações de uma pandemia, realizando ações solidárias, como entregas de cestas básicas para os profissionais do carnaval, e também apostando em eventos online para levar um pouco de alegria aos foliões. De pouco em pouco, a máquina do carnaval está funcionando: desfiles sendo pensados, enredos escolhidos e sambas também. Mas tudo com muita cautela e respeitando as normas dos profissionais de saúde e do Governo do Estado. Lembro ainda que o planejamento do Carnaval está sendo conversado com o Governo do Estado, prefeituras e Ministério Público”, afirmou.

Leia mais:  Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morre no Rio aos 68 anos após contrair Covid-19
publicidade

Entretenimento

Pontos turísticos capixabas retomam as atividades com avanço da vacinação no Espírito Santo

Publicado

O Espírito Santo é um dos estados brasileiros que lidera o ranking de pessoas vacinadas contra o novo Coronavírus (Covid -19) e por conta disto a flexibilização das atividades econômicas e sociais estão sendo retomadas. Com segurança sanitária, os principais atrativos turísticos estão ampliando a capacidade de atendimento e muitos deles como o Parque Nacional do Caparaó e a Casa Lambert em Santa Teresa, por exemplo, retomaram o atendimento aos turistas.

“Este é resultado do trabalho responsável e contínuo do Governo do Estado que durante toda a pandemia mantém o monitoramento constante de todos os índices, flexibilizando gradualmente as regras sociais e estimulando a vacinação de toda a população, inclusive, adquirindo maior quantidade de vacinas com recursos próprios”, enfatizou a secretária de Estado de Turismo, Lenise Loureiro.

O Governo do Estado do Espírito Santo desenvolve de forma contínua trabalho de conscientização da população referente à vacinação em todo território capixaba. A partir do dia 08 de novembro entram em vigor as novas regras sociais com a inclusão de uma nova matriz de risco com a classificação de “Risco Muito Baixo”. Esta classificação será feita por regiões do Estado, tendo como requisito os índices de vacinação.

Eventos
Com o compromisso de garantir a segurança da população capixaba e colaborar com a retomada das atividades de forma geral, a nova matriz de risco proporcionará ainda mais flexibilização para o setor de eventos, um dos mais prejudicados em decorrência da pandemia.

A partir de novembro, os municípios classificados em risco baixo poderão realizar eventos com ocupação máxima de 50% da capacidade, com limite de 1.200 pessoas para locais fechados com 100% dos participantes vacinados e ocupação máxima de 50% da capacidade para locais abertos com 100% dos participantes vacinados.

Já os municípios localizados nas regiões classificadas em risco azul, a ocupação permitida será conforme a capacidade liberada pelo Corpo de Bombeiros com a exigência para público vacinado.
Confira as informações dos principais atrativos que recentemente retomaram a visitação no Espírito Santo.

Museu do Colono – Santa Leopoldina

Um dos ícones do turismo cultural do Espírito Santo, o Museu do Colono, localizado no município de Santa Leopoldina, funciona em uma residência com mais de 180 anos, que pertenceu a um dos fundadores da cidade e já hospedou o imperador D. Pedro II e a princesa Leopoldina.

Atendimentos: quarta-feira a domingo

Horário: 9h às 17h

Endereço: Rod. José Sette, 1502, Centro, Santa Leopoldina – ES, CEP: 29.640-000

Contato: (27) 3266-1250

Parque Nacional do Caparaó – Dores do Rio Preto

Atendimento: diárioEm finais de semana e feriados é necessário agendamento prévio.

Local: Pedra Menina –  Dores do Rio Preto

Informações: https://www.icmbio.gov.br/parnacaparao/guia-do-visitante/27-ingressos.html#quandoir

Centro Cultural e Comunitário Ezequiel Ronchi – Marechal Floriano

O local foi o primeiro prédio do Espírito Santo destinado ao ensino público, na vila de Araguaia. Funcionando desde 1995, o local possui atualmente um rico acervo de peças antigas que compõem o seu museu, como forma da preservação da cultural local. São fotos, documentos, mobiliários, utensílios e outros objetos em exposição. Oportunidade de o turista conhecer um pouco da vida e do passado daqueles que ali viveram.

Endereço: Rua Busato, 148, Araguaya, Marechal Floriano

Horário: 8h às 17h.

Informações: http://www.marechalfloriano.es.gov.br

 Igreja Nossa Senhora do Rosário – Vila Velha

A Igreja do Rosário está localizada no Sítio Histórico da Prainha e é considerada um marco da colonização do Espírito Santo, com a chegada do donatário português Vasco Fernandes Coutinho em 1535.

É uma das igrejas mais antigas do Brasil e uma das únicas em funcionamento. Começou a ser construída no ano da colonização e finalizada com a chegada dos jesuítas em 1551.

Endereço: Rua Praça da Bandeira – Prainha

Atendimento: segunda a sexta-feira

Horário: 9h às 16h30

Contato: (27) 3239-3113 e 3329-1266

Farol Santa Luzia – Vila Velha

O local abriga uma vila residencial militar com três casas, dentre elas a do faroleiro, encarregado da manutenção do Farol, a Sala da Memória, onde o turista conhece a história do local exposta em desenhos, além de loja de artesanato.

Endereço: Rua Santa Luzia, 2 – Praia da Costa, Vila Velha

Atendimento: terça-feira a domingo, das 9 às 16h30

Contato: (27) 3149-7353 e 3149-7335 (Subsecretaria de Turismo)

E-mail:  [email protected]

Convento da Penha – Vila Velha

O Convento da Penha, um dos ícones do Espírito Santo, é um santuário construído pelos escravos, em 1558, em cima de um grande rochedo. Junto com a igreja Nossa Senhora do Rosário, o Convento faz parte do Sítio Histórico da Prainha, em Vila Velha. É considerado o principal monumento religioso do Estado e símbolo de devoção à Nossa Senhora da Penha. Segundo a versão popular, o quadro de Nossa Senhora teria sumido da Gruta onde o Frei morava e assim indicou o lugar onde deveria ser construído o Convento, no alto de um morro de 154 metros. A edificação da “Ermida das Palmeiras” foi erguida por volta de 1560.

Endereço: Prainha – Vila Velha

Atendimento: Todos os dias da semana

Horário: 6h às 16h

Em dias de missa são permitidos a entrada de até 40 veículos. Há vans que fazem o transporte até o Convento.

Telefone: (27) 3329-0420

Informações: www.conventodapenha.org.br

Casa Lambert – Santa Teresa

Construída em 1875 pelos irmãos imigrantes italianos Antônio e Virgílio Lambert, foi uma das primeiras construções do Município. É tombada como Patrimônio Histórico Estadual desde 1985. Atualmente, funciona como Casa de Memória, contando a história da Família Lambert e da imigração italiana no Município. Construção em estuque, também conhecido como tabique, taipa ou pau-a-pique. Em frente à residência foi edificada a Capela de Nossa Senhora da Conceição, em 1899, que abriga em seu interior uma imagem da santa esculpida em madeira por Antônio Lambert. Ingresso: 2,00 (Inteira)

Endereço: Rua: São Lourenço, S/N
Bairro: Bairro Sao Lourenço, Santa Teresa
Atendimento: sextas, sábados, domingos e feriados de 08h às 11h e 12h30 às 15h30

Sexta a domingo de 08h as 11h e de 12h30 as 15h30

Contato: (27) 3259-2357

Galpão das Paneleiras – Vitória

Endereço: Rua das Paneleiras, 55

Atendimento: segunda a sábado

Horário: 8h às 18h

Leia mais:  Aos 63 anos, musa fitness conta como conseguir chegar na 3ª idade com qualidade de vida
Continue lendo

Entretenimento

Ator dispara arma e mata mulher durante gravação de filme

Publicado

Diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42 anos, foi levada para o hospital, mas não resistiu ao ferimento

O ator Alec Baldwin disparou a arma que matou uma mulher e deixou um ferido, nesta quinta-feira (21), no set do filme Rust no estado americano do Novo México, informou o gabinete do xerife do condado de Santa Fé.

“O gabinete confirma que os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”, detalha o comunicado.

Hutchins “foi transportada de helicóptero para o Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pela equipe médica”, acrescenta o texto.

O diretor Joel Souza, de 48 anos, ficou ferido e foi transportado de ambulância para um centro médico para tratamento de emergência. O incidente ocorreu no Bonanza Creek Ranch, uma famosa locação de filmes nos Estados Unidos.

O gabinete do xerife disse que nenhuma acusação foi feita pelo incidente, enquanto uma investigação foi aberta, com testemunhas sendo ouvidas por detetives.

As patrulhas dirigiram-se ao local do acidente no início da tarde, após receber um pedido de emergência.

“A produção está em espera por enquanto. A segurança de nosso elenco e equipe é nossa maior prioridade”, disse a equipe de Alec Baldwin à televisão KOB.

Leia mais:  Bruna Marquezine anuncia contrato com a Netflix
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana