conecte-se conosco


Internacional

Suspeito de cometer ataque na região de Chicago estava vestido com ‘roupas femininas’, diz polícia

Publicado

Robert E. Crimo 3º disparou ao menos 70 vezes com arma comprada legalmente; atentado deixou sete mortos e 46 feridos

suspeito de cometer o ataque a tiros durante o desfile de 4 de Julho, em Highland Park, na região de Chicago, estava vestido com roupas femininas para conseguir se disfarçar durante a fuga, afirmou a polícia local nesta terça-feira (5).

Segundo o porta-voz da força tarefa de crimes do condado de Lake, Christopher Covelli, Robert E. Crimo 3º, de 22 anos, tentou se disfarçar ao máximo para não ser identificado. O suspeito possui grandes tatuagens no pescoço, além de traços próximos ao olho esquerdo.

Segundo a prefeita da cidade, Nancy Rotering, Robert comprou a arma do crime legalmente. Os 70 disparos feitos pelo suspeito deixaram sete pessoas mortas e outras 46 feridas no atentado.

Robert teria atirado de um telhado, enquanto o público que assistia o desfile de celebração à independência dos EUA estava reunido na rua. O suspeito ficou foragido por volta de dez horas até ser encontrado por autoridades em uma estrada na região de Chicago.

Leia mais:  Mulher será 1º executada por governo dos EUA em quase 70 anos

Suspeito teria usado escada para subir em telhado e atirar no público que assistia o desfile

No carro de Robert, foi encontrado outro rifle, além de mais armas em sua casa. Covelli afirmou em entrevista coletiva que o suspeito estava planejando este ataque há algumas semanas.

Nas próximas horas, as autoridades dos Estados Unidos devem anunciar as acusações contra o atirador. A polícia do país ainda não determinou qual foi a motivação para o massacre durante o desfile de Highland Park.

publicidade

Internacional

Casal é suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante 8 anos

Publicado

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles

Um casal foi preso suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante oito anos, na Flórida. Enquanto Christina Calello cometia o ato criminoso, seu namorado, Geoffrey Springer, filmava toda a ação.

A prisão da mulher de 36 anos e do homem de 39 anos aconteceu na terça-feira (2).

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles.

Após a prisão, o animal foi encaminhado para um hospital veterinário.

Em entrevista ao Daily Star, o Departamento do Xerife do Condado de Pinellas disse acreditar que Christina Calello “voluntariamente se envolveu em atividade s€xual com o cachorro em várias ocasiões”.

A mulher pagou sua fiança de US $5.000 (R $26.413,93) e foi libertada.

Do RIC Mais

Leia mais:  Mulher será 1º executada por governo dos EUA em quase 70 anos
Continue lendo

Internacional

FBI faz busca e apreensão em casa de Donald Trump

Publicado

Ex-presidente dos Estados Unidos confirmou operação em breve pronunciamento, no qual relatou um grande número de agentes

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump confirmou nesta segunda-feira (8) que um grande número de agentes do FBI foi até sua casa em Mar-a-Lago, na Flórida, para cumprir um mandado de busca e apreensão.

Casa de Trump em Mar-a-Lago, na FlóridaSegundo uma filial da emissora americana CBS, Trump divulgou um breve pronunciamento, no qual criticou a ação do FBI, chamando a operação de “não necessária ou apropriada”.

“Após trabalhar e cooperar com as agências relevantes do governo, esta busca em minha casa não é necessária ou apropriada”, afirmou Trump, que atualmente é investigado pelas contribuições à invasão do Capitólio, em 2021.

Até o momento, não ficaram claras as razões pelas quais o FBI tenha realizado uma operação na casa do ex-presidente, que, de acordo com a CNN dos Estados Unidos, não estava na Flórida no momento das buscas.

O Departamento de Justiça dos EUA também está investigando se Trump levou registros considerados confidenciais para a mansão de Mar-a-Lago após o término do mandato de presidente, em janeiro de 2021.

Leia mais:  'Não toque nem coma': o alerta das autoridades nos EUA sobre perigoso caramujo gigante

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana