conecte-se conosco


Brasil

Suzano vai destinar R$ 1 milhão para apoiar projetos em comunidades da BA, ES e MG 

Publicado

Os editais vão contemplar projetos nas áreas de geração de renda, educação, cultura e esporte, além do fortalecimento de atividades em comunidades quilombolas

A Suzano está lançando dois editais para seleção de projetos, contemplando mais de 20 municípios nos estados da Bahia, Espírito Santo e Minas Gerais. O objetivo é fortalecer iniciativas de geração de renda, esporte, educação e cultura nas regiões de atuação da companhia. Confira a seguir os detalhes dos dois editais.

Visualização da imagem

Edital Quilombola

Um dos editais é específico para comunidades quilombolas e é fruto da parceria da Suzano com a Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq). Serão disponibilizados R$ 500 mil para apoiar projetos que envolvam o fortalecimento da agricultura, beneficiamento e agregação de valor à produção rural, fortalecimento da comercialização e/ou de atividades econômicas sustentáveis, fomento ao empreendedorismo e inclusão digital.

Neste edital podem se inscrever projetos de 6 comunidades quilombolas dos municípios de Nova Viçosa, Caravelas e Ibirapuã, na Bahia; e 32 comunidades quilombolas dos municípios de Conceição da Barra, São Mateus, Jaguaré e Montanha, no Espírito Santo. Podem participar organizações da sociedade civil, agricultores familiares, cooperativas e microempreendedores individuais (MEIs) destas comunidades.

A coordenadora nacional do Conaq, Katia Penha, fala da importância da iniciativa: “Várias atividades econômicas desenvolvidas pelas comunidades quilombolas nessas regiões foram paralisadas no período de pandemia. O edital também vai contribuir para o fortalecimento institucional e comunitário, sendo uma forma de gerar a autonomia das comunidades para que, de fato, possam desenvolver os seus projetos. A iniciativa nos garante que é possível dialogar com a empresa e unificar questões”, avalia.

Edital Regional

O outro edital lançado pela empresa vai destinar outros R$ 500 mil a projetos que buscam contemplar quatro frentes: geração de renda, educação, esporte e cultura. Podem se inscrever organizações da sociedade civil e cooperativas. O objetivo é contemplar projetos de agricultura, artesanato, apicultura, marcenaria e outras atividades, formação de professores e fortalecimento do papel da escola; qualificação de grupos e apoio à produção cultural; capacitação e inclusão pelo esporte. 

O edital vai abranger oito municípios da Bahia (Mucuri, Nova Viçosa, Caravelas, Alcobaça, Prado, Teixeira de Freitas, Lajedão e Ibirapuã), Nanuque, em Minas Gerais, e 13 municípios do Espírito Santo (Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Fundão, Ibiraçu, Vila Valério, Sooretama, Jaguaré, São Mateus, Conceição da Barra, Pedro Canário, Pinheiros, Montanha e Mucurici).

O Coordenador de Desenvolvimento Social da Suzano, Douglas Peixoto, salienta que o lançamento desses editais para destinar recursos a projetos nas comunidades visa ampliar a contribuição da empresa para a construção de territórios mais resilientes e sustentáveis no longo prazo. “Entendemos que o momento pede empatia e união e com essa iniciativa buscamos apoiar o desenvolvimento e proporcionar melhoria na qualidade de vida das comunidades com as quais nos relacionamos”, afirma ele.

Douglas observa que, no segundo semestre de 2020, a Suzano também lançou edital e destinou R$ 600 mil a projetos nos estados do Espírito Santo, Bahia, Maranhão, Pará e Minas Gerais. Os recursos contemplaram projetos focados em geração de renda e em iniciativas de  prevenção e combate ao coronavírus.

Para saber mais sobre os novos editais lançados pela empresa e fazer a inscrição de projetos,  acesse:

Edital Regional:

https://www.suzano.com.br/a-suzano/documentos/?tag=edital-regional

Edital Quilombolas:

https://www.suzano.com.br/a-suzano/documentos/?tag=edital-quilombolas

Sobre a Suzano

Suzano é referência global no desenvolvimento de soluções sustentáveis e inovadoras, de origem renovável, e tem como propósito renovar a vida a partir da árvore. Maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo e uma das maiores produtoras de papéis da América Latina, atende mais de 2 bilhões de pessoas a partir de 11 fábricas em operação no Brasil, além da joint operation Veracel. Com 97 anos de história e uma capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano, exporta para mais de 100 países. Tem sua atuação pautada na Inovabilidade – Inovação a serviço da Sustentabilidade – e nos mais elevados níveis de práticas socioambientais e de Governança Corporativa, com ações negociadas nas bolsas do Brasil e dos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.suzano.com.br

Leia mais:  Ex-ministro Bebianno infarta e morre aos 56
publicidade

Brasil

Médico morre eletrocutado na frente da noiva um dia antes de casar

Publicado

A noiva, inclusive, tinha postado há poucas horas no Instagram um vídeo mostrando a decoração para recepcionar os convidados após a celebração

Uma tragédia às vésperas do casamento tirou a vida do médico Denis Ricardo Faria Gurgel, de 31 anos. Ele morreu na última quinta-feira (29) após sofrer uma descarga elétrica, na zona rural de Cariri do Tocantins, sul do estado.

Denis e a noiva estavam às margens de uma represa, participando de uma sessão de fotos, quando tudo aconteceu.

A cerimônia de casamento aconteceria nesta sexta, em Gurupi.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas, infelizmente, ao chegar no local, o médico já estava caído, sem vida.

De acordo com relatos da noiva, os dois estavam com varas de pescar.

Um dos anzóis teria ficado preso em um fio de energia. O médico levou as duas mãos para retirar o anzol e levou a descarga elétrica. Segundo os bombeiros, o fio de energia não possuía proteção em alguns pontos.

Última foto mostra casal sorrindo e pescando minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento

A última foto tirada pelo fotógrafo mostra o quanto o casal estava feliz.

A noiva, inclusive, tinha postado há poucas horas no Instagram um vídeo mostrando a decoração para recepcionar os convidados após a celebração.

Teixeira, o fotógrafo, e a noiva ainda gritaram por socorro a um funcionário da fazenda, mas devido à distância, cerca de 600 metros, o homem não conseguiu ouvir.

“Eu cheguei com a canoa perto, ele entrou descalço e começou a tirar a linha com a mão, mas sem triscar no fio. Já estava terminando, ele se desequilibrou e no reflexo, no impulso, para não cair, ele se apoiou no fio com a mão direita e já começou a receber a descarga elétrica”, disse o fotógrafo ao G1.

Leia mais:  'Cloroquina não evita a doença', alerta Ministério da Saúde
Continue lendo

Brasil

Idoso recebe nota de R$ 420 e dá troco de R$ 320 em Unaí (MG)

Publicado

Jovem de 24 anos usou a cédula falsa que tem um bicho-preguiça desenhado para pagar uma dívida de R$ 100; suspeito foi preso

Um jovem de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (29) após usar uma cédula falsa de R$ 420 para pagar um empréstimo feito por um idoso de 75 anos em Unaí, a 590 km de Belo Horizonte.

De acordo com a PM (Polícia Militar), o idoso se recusou a receber a nota que tinha, em uma das faces, um desenho de um bicho-preguiça e uma folha similar à da maconha. O suspeito teria, então, esbravejado com a vítima e alegado que a nota era verdadeira e que ele teria retirado a cédula em um caixa eletrônico da cidade. A vítima, então, aceitou a nota e ainda devolveu R$ 320 de troco.

O boletim de ocorrência indica que a vítima teria sido procurada, na última terça-feira (27) pelo suspeito, que é empregado de um vizinho. O homem pediu R$ 100 emprestados e prometeu que faria a devolução até o início de agosto.

Desconfiada, a vítima procurou a Polícia Militar, que foi até a casa do suspeito. O homem reafirmou ter recebido a nota no caixa eletrônico do banco e que já havia gasto o dinheiro repassado pelo idoso. O jovem também afirmou que estava em liberdade condicional e já havia sido detido por roubo e receptação.

Na residência, os militares encontraram maconha. Questionado, o suspeito confirmou que a droga era dele e que ele a levaria para uma fazenda, onde seria consumida pelo jovem e pela esposa. O suspeito foi preso e encaminhado a uma delegacia.

Leia mais:  STF libera venda de refinarias da Petrobras sem aval do Congresso
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana