conecte-se conosco


Política e Governo

Termina ciclo de reuniões para revisão do Planejamento Estratégico

Publicado

A Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) concluiu, nesta sexta-feira (28), o ciclo de reuniões com equipes de Secretarias e órgãos do Estado visando à revisão do Planejamento Estratégico do Governo do Espírito Santo no período 2020-2022. O último encontro de trabalho foi com a área de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e contou com a participação da vice-governadora Jaqueline Moraes. As reuniões, iniciadas no dia 14 deste mês, envolveram todas as nove áreas estratégicas da administração estadual.

Participaram do encontro técnico equipes das Secretarias de Direitos Humanos (SEDH); e de Assistência e Desenvolvimento Social (Setades); da Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp); do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN); do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases); do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), da  Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e do Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes).

A vice-governadora ressaltou a importância da gestão fiscal, sem desviar o foco do atendimento às demandas da população. “Gostamos de cuidar de gente e o objetivo desta reunião, principalmente com este eixo estratégico, é manter aquilo que está dando certo e rever o que precisa ser melhorado e o que precisa ser potencializado”, disse Jaqueline Moraes.

Leia mais:  Urgência em projeto que amplia formas de pagar pedágio

Já a secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, destacou o eixo de proteção social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, coordenado pela SEDH. “Esta é uma oportunidade de reforçar que assim como a proteção policial, a proteção social é essencial para a redução da criminalidade e para o enfrentamento dos fatores que causam vulnerabilidade social, bem como de desenvolvermos projetos que irão colaborar para dar uma vida mais digna à população”, afirmou.

Todo o trabalho de revisão da carteira de programas e projetos do Programa “Realiza+” 2020-2022 vem sendo feito pela Subsecretaria de Planejamento e Projetos da SEP, na qual funciona o Escritório de Projetos do Governo. O “Realiza+” gerencia e monitora as ações estratégicas da administração estadual, buscando ampliar a capacidade do Governo do Estado em executar programas e projetos estratégicos e entregar resultados.

Ao longo dos encontros, a equipe da Subepp se reuniu com secretários, subsecretários, dirigentes de órgãos, pontos focais, gerentes de projetos e técnicos responsáveis pelos indicadores estratégicos para os trabalhos de revisão, análise, seleção e priorização de projetos das secretarias e órgãos. Também houve compartilhamento da análise dos desafios e indicadores estratégicos de cada área.  

Leia mais:  Governo do Estado realiza formatura de 146 novos policiais civis

Com a revisão do Planejamento Estratégico, o Governo do Estado busca melhorar sua capacidade de entrega de resultados à população capixaba, como afirma o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc.

A subsecretária da Subepp, Joseane Zoghib, explica que a seleção e priorização dos projetos se fazem necessárias, tendo em vista mudanças de cenários em níveis estadual e nacional, além do alinhamento com o orçamento disponível. “O trabalho que realizamos, em conjunto com as equipes das Secretarias e órgãos, contribui para o Governo aumentar a clareza nas prioridades, agilizar a tomada de decisões, melhorar o foco, direcionar esforços e alcançar melhores resultados, em benefício da sociedade capixaba”, explicou.

A revisão acontece um ano após a aprovação do Planejamento Estratégico, elaborado para os quatro anos da gestão. O plano possui três carteiras estratégicas com um total de 241 projetos e 17 programas, nas nove áreas estratégicas.

O Seminário de Planejamento Estratégico, que contará com participações do governador Renato Casagrande, da vice-governadora Jaqueline Moraes, secretários, subsecretários e dirigentes de órgãos, está previsto para o próximo mês de março. Nele, serão validados indicadores, desafios e metas e a carteira de projetos prioritários do Governo.

publicidade

Política e Governo

Lista do TCU: Guerino Zanon diz que está elegível e que processo já foi julgado a seu favor em 2020

Publicado

Ex-prefeito de Linhares e candidato ao governo do Estado, político consta em lista entregue ao TSE para análise de elegibilidade

O presidente em exercício do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Bruno Dantas, entregou nesta quarta-feira (10) ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, a relação com os nomes de todos os gestores de recursos públicos que, nos últimos oito anos, tiveram as contas julgadas irregulares em definitivo pelo TCU.

No Espírito Santo, 73 gestores de recursos públicos tiveram as contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União, e por isso, podem ficar inelegíveis. Entre os nomes está o ex-prefeito de Linhares e candidato ao governo do Estado, Guerino Zanon (PSD). Ele, no entanto, nega qualquer irregularidade apontada e informou, por meio de sua assessoria, que segue elegível. 

Segundo a assessoria de Guerino o processo, que é de 2014, não impediu que ele, por exemplo, disputasse o pleito de 2020, uma vez que a Justiça Eleitoral entendeu pela regularidade de sua candidatura.

Leia mais:  Sedu destina mais de R$ 12 milhões para escolas se prepararem para a volta às aulas presenciais

A defesa do ex-prefeito já entrou com uma ação na Justiça Federal, pedindo a anulação do processo, atestando todas as regularidades de atos praticados por Guerino à frente da prefeitura, de acordo com sua assessoria.

O nome de Guerino integra uma relação de 6.791 nomes que foram entregues ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, e cuja elegibilidade será analisada pelo presidente da Corte eleitoral. 

No balanço divulgado pelo TCU, o Tribunal ressalta que os dados de 2022 referem-se a condenações transitadas em julgado entre 2/10/2014 a 2/10/2022, atualizados até 31/12/2022.

No caso de contas públicas, a Lei da Ficha Limpa prevê a inelegibilidade de todo gestor público que tiver suas prestações de contas rejeitadas “por irregularidade insanável ou que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente, salvo se esta houver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário”.

Leia na íntegra a nota enviada pela assessoria de Guerino Zanon:

“O ex-prefeito de Linhares Guerino Zanon é elegível, estando totalmente apto para disputar a eleição. O processo no Tribunal de Contas da União (TCU) sobre este tema já foi analisado na eleição municipal de 2020 pela Justiça Eleitoral, que na época julgou pela regularidade da candidatura. Também foi proposta uma ação na Justiça Federal pedindo a anulação do processo, atestando todas as regularidades de atos praticados por Guerino à frente da prefeitura.”

Leia mais:  Estado assina contrato para elaboração de Projetos Executivos do Centro Integrado de Perícia Técnico-Científica

Continue lendo

Política e Governo

Magno lidera para o senado com 29,83%

Publicado

A amostragem foi extraída do LEIA PESQUISA. Empate técnico entre Bolsonaro com 42,75% e Lula 40,33%

O instituto LEIA PESQUISA avaliou a vontade do eleitor para o Senado da República no Espírito Santo. Magno Malta (PL) foi apontado com a preferência de 29,83% dos entrevistados. Ouviu 1200 pessoas entre os dias 3 e 5, com margem de erro de 2,82% (para mais ou para menos) e confiabilidade de 95%. A pesquisa está registrada no TSE com o número ES/09833/22.

Logo em seguida, figuram a senadora Rose de Freitas (MDB) com 14,17%, empatada, tecnicamente, com o presidente da Assembleia Erick Musso (Republicanos) que obteve o percentual de 10,08%. Os demais ficaram abaixo de 3%. O Republicano saiu da disputa para o Governo do ES e o seu colega de partido Sérgio Meneguelli, do mesmo partido, foi barrado para disputa do mesmo cargo.

QUADRO COMPLETO

Para o senado da República, o eleitor está mais arredio, por enquanto. Os números inválidos e de indecisos são mais altos do que para o Governo do Estado e para a Presidência da República, vejam:

Leia mais:  Governo do Estado investe R$ 16 milhões em obras no município de Iúna

No Espírito Santo, no campo hipotético de um segundo turno entre Bolsonaro e Lula, os dois estariam empatados pela margem de erro de 2,82%.

Metodologia de pesquisa:
Pesquisa quantitativa, não probabilística, com aplicação de questionário estruturado e abordagem pessoal em pontos de fluxo populacional em municípios do Espirito Santo (ES).

 

Fonte: folhadoes.com

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana