conecte-se conosco


Camisa 10

Tite está ‘queimando’ Gabigol. Como queimou Bruno Henrique

Publicado

Atacante do Flamengo, artilheiro do Brasil, tocou nove vezes na bola ontem. Esquema tático da seleção está ‘matando’ seu futebol

Nove toques na bola.

E substituição no intervalo.

Sair como jogador com a pior atuação contra a fraca seleção peruana.

A Copa América está sendo exatamente o contrário do que sonhava Gabigol.

Em vez de ser um caminho seguro para a Copa do Mundo, está deixando claro que o artilheiro do Flamengo não serve para a seleção.

Por que será que seu desempenho é tão ruim?

Por uma situação muito simples. O esquema tático de Tite ‘queima’ o atacante do Flamengo.

No bicampeão brasileiro, ele pode flutuar por onde quiser. Pela direita, pela esquerda e, muitas vezes, volta para buscar a bola no meio de campo.

Com Tite, não.

Ele encaixota Gabigol entre os zagueiros e volantes adversários. O atacante tem espaço limitadíssimo. A direita pertence a Gabriel Jesus ou Richarlison. A esquerda é toda de Neymar ou, eventualmente, Everton Cebolinha.

Tite foi perguntando especificamente sobre o fraco desempenho de Gabigol. E fugiu da resposta.

“Calma, o futebol é feito de calma. A gente cria expectativa excessiva. Assim como Everton Ribeiro. A gente mexeu a equipe toda, com seis modificações. A mecânica… O futebol é uma engrenagem, demora a se ajustar. No segundo tempo, a gente trouxe como estratégia [as substituições], porque entendia que o jogo pedia isso. A entrada do Everton Ribeiro trouxe uma situação melhor. Talvez se tivesse o Everton com Neymar e Gabigol poderia ser melhor, o Cebolinha podia ser melhor. A gente tem que ter calma para fazer engrenagem e ajuste.”

Leia mais:  Sesport publica portaria de regulamenta procedimentos para cadastro de projetos da Lei de Incentivo ao Esporte

Como o jornalista que pergunta não tem direito a ressaltar que sua indagação não foi respondida, ficou superficial, sem resposta. 

Mas o que acontece com Gabigol não é novo.

Bruno Henrique, jogador que vivia fase fabulosa no Flamengo, não rendeu nas mãos de Tite.

Pelo simples motivo que o técnico o escalou como centroavante. E chegou a colocá-lo na ponta direita. Quando Bruno Henrique é um jogador de velocidade, de profundidade, especialista pelo lado esquerdo.

Jogando em posição que não é sua, Bruno Henrique acabou ‘queimado’ na seleção.

Se Tite pretende atuar com três atacantes fixos e apostar em Gabigol preso entre os zagueiros e o volante adversário, ele está perdendo tempo. Do atacante flamenguista e da própria seleção brasileira.

Gabigol não é este jogador de presença de área, de cotovelos abertos, pronto para fazer o pivô, atuar de costas para o gol. 

Tite precisa dar liberdade para o maior artilheiro do futebol brasileiro.

Ou esquecê-lo. 

Chega a ser cruel ver Gabigol na Copa América.

Leia mais:  Jobson, ex-Botafogo, é a grande novidade do Capixaba para a Copa Espírito Santo

Frustrado, irritado, tenso. Sabe que precisa ser obediente a Tite. Mas acaba sabotando seu futebol.

Bruno Henrique foi subserviente a Tite. E acabou esquecido, sem defensores pedindo sua convocação.

Gabigol caminha na mesma direção.

Nove toques na bola em 45 minutos de jogo.

Roberto Firmino deixou de ser titular por atuar encaixotado.

Nesta geração de atacantes brasileiros, não há um centroavante típico. Pelo esquema de Tite, Lewandowski seria o jogador que procura.

Gabigol tem duas saídas.

Ou conversar com Tite e buscar mais liberdade, coordenar um revezamento com Neymar e Gabriel Jesus ou Richarlison. 

Ou se submeter e se ‘queimar’ na seleção.

Não há outra saída.

Qualquer dúvida, ele que pergunte a Bruno Henrique…

publicidade

Camisa 10

Campeonato Brasileiro de Bodyboarding reúne feras da modalidade e é sucesso

Publicado

Mais de 130 surfistas de bodyboardyng de vários estados do país estiveram reunidos na Vila de Regência, no litoral de Linhares, neste fim de semana, durante a disputa da terceira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade. O evento foi um sucesso e contribuiu para fomentar e potencializar o turismo no balneário.

A competição valeu pontuação no ranking brasileiro de bodyboarding e foi disputada nas categorias Profissional (masculino e feminino), Master (masculino e feminino), Open (masculino e feminino), Sub-18 (masculino) e PCD (masculino). O campeonato contou com o apoio da Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

Visualização da imagem

Quem ficou muito feliz em competir nas ondas de Regência foi o surfista Gabriel Castelan da cidade de Vila Velha que conquistou pela primeira vez na carreira o título profissional da modalidade.

“Surfar nas ondas de Regência é sempre muito desafiador. Tive o privilégio de competir contra os melhores atletas do país e isso serviu de muita experiência para mim, pois ajudou a elevar o meu nível dentro da água. Graças a Deus consegui alcançar bons resultados nas baterias em que disputei até chegar o primeiro lugar do pódio da categoria profissional”, comentou Gabriel.

Leia mais:  Golden Boy: Brasil tem cinco indicados para o melhor sub-21 do mundo

Visualização da imagem

Houve premiação em troféus, medalhas, pranchas e nadadeiras para os quatros primeiros colocados de cada categoria. Também foram distribuídos R$ 35 mil em premiação para os quatro primeiros da categoria Profissional.

“O evento foi um sucesso. Durante os três dias de competição o balneário ficou bastante movimentado e os atletas deram um show nas ondas de Regência. Nosso objetivo é continuar incentivando o bodyboarding e promovendo eventos que também tragam benefícios para a comunidade no geral”, afirmou o presidente da Confederação Brasileira de Bodyboarding e um dos organizadores do circuito, Marcelo Rocha.

Confira abaixo o resultado:

Profissional Masculino

1º – Gabriel Castelan ES

2º – Sérgio Machado SP

3º – Éder Luciano SC

 4º – Sócrates Santana RJ

Profissional Feminino

1º – Maira Viana ES

2º – Neymara Carvalho ES

3º – Maylla Venturin ES e

4º – Bia Jesus CE

Master Masculino

1º -Felipe Colombo RJ

2º – Gugu Barcellos RJ

3º – Gabriel Zaccaro RJ

4º – Henrique Andrade ES

Leia mais:  Ceni tem uma sombra poderosa no Flamengo. Renato Gaúcho

Master Feminino

1º – Cris Fontoura RS

2º – Elizângela Fragozo ES

3º – Renata Pimentel RJ

Open Masculino

1º – José Augusto CE

2º – Matheus Silveira PR

3º – Zacarias Nunes CE

4º – Emanuel Gomes AL

Open Feminino

1º – Clara Pontes CE

2º – Bianca Simões ES

3º – Paola Valle RS

4º – Gabriela Penha ES

SUB 18

1º – Roger Fusculin PR

2º – Paulo Galatti ES

3º – Cezar Brito PR

4º – José Augusto CE

PCD

1º – Tercio Ciclop CE

2º – Ricardo Rodrigues RJ

3º – Moises Serafin ES

Continue lendo

Camisa 10

Jaguaré goleia São Mateus na estreia da Série B

Publicado

Resultado de 4 x 0 mostrou a força do Jaguaré EC na Segunda Divisão do campeonato Capixaba; além da vitória, time convenceu pela atuação coletiva envolvente

O Jaguaré Esporte Clube estreou de forma brilhante no Campeonato Capixaba da Segunda Divisão. Jogando em casa com diante de bom público no Estádio Conilon, a equipe venceu o São Mateus por 4 x 0. Além da vitória na estreia, chamou a atenção o bom desempenho coletivo do tricolor do norte. Gianlucas e João Paulo marcaram dois gols cada. O Jaguaré Esporte Clube tem o apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esportes.

Longe dos gramados há 11 anos (o último jogo oficial foi pela Copa Espírito Santo, contra o Real Noroeste, quando time perdeu por 4 x 2 pelas semifinais daquela competição), a expectativa era grande pelo retorno do Jaguaré. Comandado pelo treinador Giuliano Pariz, a equipe apresentou um futebol forte e envolvente com um esquema tático executado de forma eficiente por jogadores de experiência.

Os gols foram marcados por Gianlucas, aos 22 minutos, que tocou com tranquilidade na bola, depois de jogada do lateral Cássio pelo lado direito. Aos 28 minutos, Gianlucas aproveitou uma falha da zaga mateense, e deu o passe para João Paulo empurrar para as redes. No final do primeiro tempo, em novo ataque pela direita, Cássio achou João Paulo, que marcou o terceiro. No segundo tempo, novamente Gianlucas, aos 5 minutos, marcou um golaço em um chute de fora da área marcando o quarto gol fazendo jus ao predomínio do tricolor do norte.

Leia mais:  Ceni tem uma sombra poderosa no Flamengo. Renato Gaúcho

O Jaguaré Esporte Clube larga na frente no Capixabão da Segunda Divisão já que, com o resultado é o líder do Grupo A, com três pontos. O time volta a campo no próximo sábado, 20, contra o Sport Clube Capixaba, ainda sem local definidoNo outro extremo aparece o São Mateus, sem pontuar e na lanterna da chave.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana