conecte-se conosco


Internacional

Tóquio 2020 contabiliza 58 casos de covid-19 na semana da abertura

Publicado

Preocupação com número de infectados contrasta com clima olímpico das delegações antes da cerimônia no Estádio Olímpico

A semana que marca o início de Tóquio 2020 começou com uma contradição. Enquanto as delegações passam a viver o clima dos Jogos na capital japonesa, os casos registrados de covid-19 entre a comunidade olímpica aumentam a preocupação com relação à segurança do evento. Até esta segunda-feira (19), 58 pessoas foram diagnosticadas com o coronavírus.

Segundo dados disponibilizados pelo comitê organizador, os números registrados a partir de 1º de julho contam: quatro atletas, 17 membros dos comitês internacionais e nacionais, cinco jornalistas, três funcionários de Tóquio 2020 e 29 terceirizados.

Governo de Tóquio registrou 1.008 casos de covid-19 em 24 horas

Médico-chefe de um comitê independente para a covid-19, Brian McCloskey explicou que camadas de proteção foram tomadas para a realização da Olimpíada. Dos testes realizados diariamente nos atletas até a vacinação, não-obrigatória para a entrada no Japão ou participação nas competições, tudo é considerado para conter a disseminação.

“Monitoramos as pessoas desde a chegada no aeroporto e, cada camada do protocolo, é uma proteção a mais, é uma redução do risco de que o coronavírus seja espalhado. E os números de casos positivos até agora são muito baixos”, disse McCloskey.

Entre os atletas, os casos de maior preocupação estão relacionados aos dois jogadores da seleção sul-africana masculina de futebol. O comitê do país confirmou que os casos são referentes aos jogadores Thabiso Monyane e Kamohelo Mahlatsi, além do analista de vídeo Mario Masha.

Diante dos quadros, a partida de estreia da África do Sul no futebol, justamente contra o Japão, inclusive, ganha contornos ainda mais tensos. A mídia local entende que não se tem a real noção do quanto os membros infectados tiveram contato próximo com o restante da delegação.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) também garante que a testagem diária dos atletas é um mecanismo eficiente para evitar a propagação do vírus. O comitê afirma que 8 mil testes para a detecção da covid-19 já foram realizados.

No último levantamento do Governo de Tóquio, 1.008 casos foram registrados em 24 horas. Ao todo, são 189.184 casos, sendo 2.252 mortes.

A Cerimônia de Abertura acontece nesta sexta-feira, no Estádio Olímpico da capital japonesa. Como anunciado no começo do mês, a festa acontecerá sem a presença do público. O COI ainda tenta a liberação de pelo menos ml convidados de honra.

 

Leia mais:  Serial killer e canibal: Investigadores acham 3.787 ossos sob casa de açougueiro

publicidade

Internacional

Hospital nos EUA faz transplante de rim em paciente errado

Publicado

Um hospital de Cleveland (Ohio, EUA) reconheceu um grave erro: uma equipe médica realizou recentemente um transplante de rim em paciente errado. A fila de espera apontava outro receptor do órgão.

A direção do hospital universitário se desculpou pelo erro e informou que dois funcionários foram colocados em licença administrativa. Incrivelmente, o rim dado ao paciente errado se mostrou compatível e se espera que a pessoa que o recebeu no lugar de outra se recupere totalmente, disseram autoridades locais, segundo afiliada da rede Fox.

A cirurgia do outro paciente foi adiada. Autoridades disseram que o hospital abriu sindicância para descobrir como o erro ocorreu e evitar erros semelhantes no futuro. Os nomes dos envolvidos não fooram divulgados.

“Oferecemos nossas sinceras desculpas a esses pacientes e as suas famílias”, disse o porta-voz do hospital, George Stamatis, em um comunicado. “Reconhecemos que eles nos confiaram seus cuidados. A situação é totalmente inconsistente com 0 nosso compromisso de ajudar os pacientes a voltarem à saúde e viverem a vida plenamente”, acrescentou ele.

O hospital notificou a United Network for Organ Sharing, que gerencia o sistema nacional de transplantes e que é a responsável pela distribuição dos órgãos na fila de espera.

Leia mais:  Trump é absolvido em processo de impeachment no Senado dos EUA
Continue lendo

Internacional

Japão prorroga estado de emergência por covid-19

Publicado

País registra um aumento de casos da doença uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O Japão prorrogou nesta sexta-feira (30) a emergência sanitária por covid-19 em Tóquio e a ampliou para outras quatro regiões, após o aumento dos contágios, uma semana depois do início dos Jogos Olímpicos.

“Decretamos o estado de emergência para Saitama, Chiba, Kanagawa e Osaka”, afirmou o primeiro-ministro Yoshihide Suga, antes de acrescentar que a medida, já em vigor em Tóquio e Okinawa (sul), foi estendida até 31 de agosto.

Na quinta-feira (29), o Japão registrou mais de 10 mil casos de coronavírus pela primeira vez, o que levou autoridades e especialistas a advertirem para o risco que implica a propagação da variante Delta.

O surto no país é comparativamente pequeno. Desde o início da pandemia, foram registradas 15.000 mortes, e o governo nunca adotou medidas de confinamento rígido. Apenas 25% da população está completamente vacinada.

O recorde de casos acontece em pleno desenvolvimento dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Nas últimas 24 horas, foram registrados 27 novos contágios, o maior número diário desde o início do evento esportivo, segundo o comitê organizador.

“O contágio está se espalhando a uma velocidade nunca antes vista”, especialmente dentro e ao redor da região de Tóquio, disse o primeiro-ministro Suga.

“A variante delta altamente contagiosa se impõe rapidamente e, se o aumento de infectados, não parar é possível que os hospitais fiquem lotados”, alertou.

Anteriormente, a ministra da Saúde, Norihisa Tamura, afirmou que o governo queria enviar uma “mensagem forte” ao prorrogar o estado de emergência, já que a variante Delta agora responde por “mais de 50% dos casos” em Tóquio.

O atual estado de emergência em Tóquio restringe o horário de funcionamento de bares e restaurantes e proíbe a venda de bebidas alcoólicas. Os especialistas alertam para um relaxamento de seu cumprimento e um aumento de casos entre os jovens.

Leia mais:  Mundo tem 1 milhão de casos de coronavírus, diz universidade
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana