conecte-se conosco


Internacional

Três pessoas são presas após ao menos 50 mortos serem encontrados em caminhão abandonado nos EUA

Publicado

Além dos cerca de 50 cadáveres, dezesseis pessoas foram encontradas com vida no veículo, sendo quatro crianças. Elas foram levadas a hospitais da região

A polícia dos Estados Unidos prendeu três pessoas supostamente ligadas ao caminhão encontrado com ao menos 50 mortos próximo à cidade de San Antonio, no Texas.

O Departamento Interno de Segurança Interna dos EUA assumiu a investigação do caso. A prisão do trio foi confirmada, mas não se sabe qual a ligação dos suspeitos com as mortes.

O caminhão onde estavam as vítimas foi abandonado em uma estrada remota pouco antes das 18h locais da última segunda (27).

Conforme o chefe da polícia local, William McManus, um funcionário da cidade ouviu um grito de socorro de dentro do veículo e descobriu a situação. Um funcionário do Corpo de Bombeiros da cidade disse que encontrou “pilhas de corpos” e nenhum sinal de água no local.

“Os pacientes que vimos estavam quentes ao toque, estavam sofrendo de insolação, exaustão. Era um trator-reboque refrigerado, mas não havia unidade de ar condicionado visível naquela plataforma”, afirmou o chefe dos bombeiros de San Antonio, Charles Hood, em entrevista coletiva.

Leia mais:  Menino de 3 anos morre após ir ao dentista para tratar cáries e receber anestesia

A hipótese inicial é que as vítimas sejam imigrantes, que entraram no país de forma ilegal. A tragédia levantou mais uma vez o debate sobre as políticas migratórias dos Estados Unidos.

Além dos cerca de 50 cadáveres, dezesseis pessoas foram encontradas com vida no veículo, sendo quatro crianças. Elas foram levadas a hospitais da região.

Governador culpa Biden

Governador do Texas, o republicano Greg Abbott repercutiu na última segunda o episódio e responsabilizou o presidente norte-americano, Joe Biden, pelo ocorrido.

“Essas mortes são culpa de Biden. São resultado de sua política mortal de fronteiras abertas. Elas evidenciam as consequências mortais de sua recusa em fazer cumprir a lei”, afirmou em postagem no Twitter.

publicidade

Internacional

Casal é suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante 8 anos

Publicado

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles

Um casal foi preso suspeito de abusar s€xualmente do próprio cachorro durante oito anos, na Flórida. Enquanto Christina Calello cometia o ato criminoso, seu namorado, Geoffrey Springer, filmava toda a ação.

A prisão da mulher de 36 anos e do homem de 39 anos aconteceu na terça-feira (2).

No imóvel do casal a polícia encontrou uma filmagem dos abusos s€xuais cometidos por eles.

Após a prisão, o animal foi encaminhado para um hospital veterinário.

Em entrevista ao Daily Star, o Departamento do Xerife do Condado de Pinellas disse acreditar que Christina Calello “voluntariamente se envolveu em atividade s€xual com o cachorro em várias ocasiões”.

A mulher pagou sua fiança de US $5.000 (R $26.413,93) e foi libertada.

Do RIC Mais

Leia mais:  Recém-nascido é encontrado em lixeira de banheiro de avião nas Ilhas Maurício
Continue lendo

Internacional

FBI faz busca e apreensão em casa de Donald Trump

Publicado

Ex-presidente dos Estados Unidos confirmou operação em breve pronunciamento, no qual relatou um grande número de agentes

O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump confirmou nesta segunda-feira (8) que um grande número de agentes do FBI foi até sua casa em Mar-a-Lago, na Flórida, para cumprir um mandado de busca e apreensão.

Casa de Trump em Mar-a-Lago, na FlóridaSegundo uma filial da emissora americana CBS, Trump divulgou um breve pronunciamento, no qual criticou a ação do FBI, chamando a operação de “não necessária ou apropriada”.

“Após trabalhar e cooperar com as agências relevantes do governo, esta busca em minha casa não é necessária ou apropriada”, afirmou Trump, que atualmente é investigado pelas contribuições à invasão do Capitólio, em 2021.

Até o momento, não ficaram claras as razões pelas quais o FBI tenha realizado uma operação na casa do ex-presidente, que, de acordo com a CNN dos Estados Unidos, não estava na Flórida no momento das buscas.

O Departamento de Justiça dos EUA também está investigando se Trump levou registros considerados confidenciais para a mansão de Mar-a-Lago após o término do mandato de presidente, em janeiro de 2021.

Leia mais:  FBI faz busca e apreensão em casa de Donald Trump

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana