conecte-se conosco


Internacional

Uruguai aposta no enoturismo para atrair novos visitantes

Publicado

Brasil é o país que mais importa vinhos uruguaios e responde por 70% do total de vinhos exportados pelo Uruguai

Com cerca de 6 mil alqueires de área cultivada, as vinícolas uruguaias disputam com outros países a fatia de visitantes do segmento de enoturismo e vêm investindo na promoção de eventos em torno do vinho, com o apoio do INAVI- Instituto Nacional de Vitivinicultura do Uruguai. O consumo de vinhos per capita no país registra 24,5 litros por ano, enquanto os números de exportação atingem a cifra de mais de 5 milhões de litros, sendo o Brasil o país que mais importa rótulos uruguaios e responde por 70% do total exportado.

Sua uva mais emblemática é a Tannat, autóctone, mas outras variedades estão surgindo entre os produtores, como a Carbernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc, entre os tintos, e a Sauvignon Blanc, Chardonnay e Albariño, entre os brancos. As principais regiões produtoras estão concentradas em Canelones, Colonia, Maldonado, Montevidéu, Rivera e Salto, e oferecem programas enoturísticos que incluem visitação, prova e experiências no vinhedo. Juntas, contribuem para que a venda de vinhos uruguaios se mantenha em alta e ultrapasse a faixa atual de 65 mil litros ao ano.

Leia mais:  Com 78% da população vacinada, Portugal relaxa uso de máscaras

Avanços nas técnicas de manejo do vinhedo vêm permitindo iniciativas sustentáveis da vitivinicultura do país, seja no uso racional da água, ou na exclusão de pesticidas, entre outras iniciativas. Segundo o INAVI, busca-se atualmente uma certificação sustentável, parte de um projeto envolvendo o Programa de Certificação de Viticultura Sustentável, desenvolvido pelo Instituto. O objetivo é fomentar o manejo responsável do cultivo de vinhas em âmbito nacional, minimizar os riscos nas condições de trabalho e saúde de quem atua no setor, e proporcionar uma produção segura como matéria-prima para as futuras vinificações, promovendo as melhores práticas agrícolas no cultivo de uvas. As vinícolas que se adequarem a estes requisitos na produção dos seus vinhos, poderão portar um selo distintivo como vinho certificado em viticultura sustentável.

A participação em feiras e eventos gastronômicos está no centro da promoção dos vinhos uruguaios, seja no país ou no exterior. Em Punta del Este, nos dias 17 e 18 de junho, por exemplo, o Enjoy Punta del Este promoverá a primeira feira de vinhos uruguaios com o apoio do INAVI, reunindo cerca de 40 vinícolas, e espera receber aproximadamente 800 visitantes por dia. 

Salon del Vino Uruguayo acontecerá no Centro de Eventos do resort e traz em paralelo, além da exposição de vinhos, um wine tasting, e três degustações às cegas, que incluem júri de prestígio como Sergio Hormazabal, ex-presidente da associação de Engenheiros Agrônomos do Chile, conhecido degustador internacional e enólogo da Ventisquero; e André Gasperin, do Brasil, presidente da Associação Brasileira de Enologia, enólogo e proprietário da vinícola Don Affonzo, de Caxias do Sul, ao lado de outras quatro autoridades do vinho, ainda a serem confirmadas. 

Leia mais:  Rússia põe mundo em perigo de fome, adverte União Europeia

Seguindo o formato do Salon del Vino Fino, feira anual de vinhos sediada pelo resort durante o verão, o evento terá estações de degustação de aproximadamente 200 rótulos do país além de propostas gastronômicas para acompanhar, e acontecerá a partir das 21h00, na sexta feira, 17, e no sábado, dia 18 de junho. Também na sexta-feira, serão promovidas três degustações às cegas de diversas variedades de vinhos e cepas selecionados pelo júri, às 10, 12 e 15 hs. Através de um app, o público participante também poderá votar no melhor vinho da seleção. 

Os ingressos para ambos dias da Feira podem ser adquiridos pelo RedTickets.uy https://redtickets.uy

publicidade

Internacional

Suspeito de cometer ataque na região de Chicago estava vestido com ‘roupas femininas’, diz polícia

Publicado

Robert E. Crimo 3º disparou ao menos 70 vezes com arma comprada legalmente; atentado deixou sete mortos e 46 feridos

suspeito de cometer o ataque a tiros durante o desfile de 4 de Julho, em Highland Park, na região de Chicago, estava vestido com roupas femininas para conseguir se disfarçar durante a fuga, afirmou a polícia local nesta terça-feira (5).

Segundo o porta-voz da força tarefa de crimes do condado de Lake, Christopher Covelli, Robert E. Crimo 3º, de 22 anos, tentou se disfarçar ao máximo para não ser identificado. O suspeito possui grandes tatuagens no pescoço, além de traços próximos ao olho esquerdo.

Segundo a prefeita da cidade, Nancy Rotering, Robert comprou a arma do crime legalmente. Os 70 disparos feitos pelo suspeito deixaram sete pessoas mortas e outras 46 feridas no atentado.

Robert teria atirado de um telhado, enquanto o público que assistia o desfile de celebração à independência dos EUA estava reunido na rua. O suspeito ficou foragido por volta de dez horas até ser encontrado por autoridades em uma estrada na região de Chicago.

Leia mais:  Britânico testou positivo para Covid 43 vezes

Suspeito teria usado escada para subir em telhado e atirar no público que assistia o desfile

No carro de Robert, foi encontrado outro rifle, além de mais armas em sua casa. Covelli afirmou em entrevista coletiva que o suspeito estava planejando este ataque há algumas semanas.

Nas próximas horas, as autoridades dos Estados Unidos devem anunciar as acusações contra o atirador. A polícia do país ainda não determinou qual foi a motivação para o massacre durante o desfile de Highland Park.

Continue lendo

Internacional

Caça escolta avião de passageiros após ameaça de bomba

Publicado

Vídeo mostra F-18 sinalizando para jato comercial segui-lo. Incidente foi causado por trote de um adolescente britânico que estava a bordo. Jovem foi preso pela polícia espanhola

Um voo da easyJet indo de Londres para a ilha de Menorca, na Espanha, neste domingo (3), foi escoltado ao seu destino por um caça espanhol depois que um adolescente britânico a bordo fez uma ameaça de bomba nas redes sociais, informou a polícia nesta segunda-feira (4).

O jovem, de 18 anos, que viajava com cinco amigos, passou a noite na prisão e aguarda uma audiência no tribunal, disse um porta-voz da Guarda Civil da Espanha.

As imagens do incidente mostraram um jato F-18 voando perto das pontas das asas laranja da aeronave A-319 da companhia aérea comercial, que normalmente transporta entre 120 e 150 passageiros.

O caça é visto balançando as asas, um gesto conhecido na aviação como sinal de que o outro piloto deve segui-lo, enquanto passageiros, preocupados, podem ser ouvidos discutindo o que está acontecendo e uma mulher pergunta: “Por que ele está fazendo isso?”.

Leia mais:  Jovem finge o próprio sequestro para não ter que trabalhar

Aviões militares geralmente interceptam uma aeronave civil quando o controle de tráfego aéreo terrestre perde contato com ela ou há uma ameaça percebida à aeronave ou aos passageiros devido a um aviso de bomba, objeto suspeito ou atividade terrorista temida.

Reportagem da Reuters informa que o voo EZY8303 da easyJet, que saiu do aeroporto de Londres Gatwick às 13h, pousou em segurança no aeroporto de Menorca, nas Ilhas Baleares, com meia hora de atraso, pouco antes das 17h, e foi escoltado para uma área de segurança.

Lá, o adolescente foi preso e, durante um período de duas horas, os passageiros foram desembarcados um a um e solicitados a identificar suas bagagens para verificação por cães farejadores e especialistas em desmonte de bombas, segundo a Guarda Civil.

Outros voos de Menorca foram interrompidos pelo incidente.

Um porta-voz da companhia confirmou que o voo foi escoltado por uma aeronave militar e houve um atraso no desembarque devido a verificações de segurança preventivas, mas não deu detalhes sobre a causa.

Leia mais:  OMS não classifica coronavírus como pandemia, mas é emergência

“A segurança de seus passageiros e tripulantes é sempre a maior prioridade da easyJet e gostaríamos de agradecer aos passageiros pela compreensão”, disse ele.

A reportagem não fornece detalhes da ameaça feita pelo adolescente.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana