conecte-se conosco


Camisa 10

Vasco pedirá exclusão do VAR na Série B e anulação do jogo contra o Brasil-RS

Publicado

Clube entende ter sido prejudicado pelo mau uso da tecnologia em empate pela Série B

O Vasco decidiu pedir a exclusão do VAR na Série B e anulação do jogo contra o Brasil-RS. Em nota oficial divulgada neste sábado, o clube de São Januário voltou a fazer críticas à forma como a tecnologia é usada no Brasil, à Comissão de Arbitragem e à CBF. Definiu ainda como “erros grotescos” o que ocorreu na sexta-feira em São Januário.

A manifestação vascaína ocorreu um dia após o 1 a 1 diante do time gaúcho, partida que teve mais um episódio de problemas da arbitragem. A principal delas ocorreu aos 37 minutos do segundo tempo, quando Andrey bateu falta na trave e, no rebote, Daniel Amorim mandou para o gol. Em campo, o auxiliar Cipriano Sousa levantou a bandeira e assinalou o impedimento.

Vasco pedirá exclusão do VAR na Série B e anulação do jogo contra o  Brasil-RS | vasco | ge

O árbitro Alisson Furtado, então, aguardou a revisão do VAR. Três minutos depois, confirmou o impedimento. Porém, as linhas não foram traçadas pelo árbitro de vídeo. De acordo com a CBF, “questões técnicas” causaram o problema. Entre os ângulos das câmeras disponíveis na transmissão, não houve imagem que permitisse ao árbitro de vídeo traçar as linhas do impedimento e, portanto, seguindo o protocolo do VAR, a marcação do árbitro principal foi mantida. O gol foi em posição legal, conforme opinião da Central do Apito.

“A CBF decidiu, de forma extemporânea e injustificada, passar a utilizar o VAR a partir do returno do Campeonato Brasileiro da Série B 2021, literalmente no meio do campeonato. O mais inacreditável e desrespeitoso com os clubes que participam da competição, e com suas torcidas, foi a opção da CBF por uma versão “genérica” do já péssimo VAR, com menos câmeras e recursos tecnológicos. O que já era muito ruim, ficou ainda pior e mais injusto, como demonstrado pelos absurdos ocorridos no jogo de ontem em São Januário (…) Na próxima segunda-feira (06/09), representantes do Clube irão até a sede da CBF para protestar contra as inúmeras interferências da arbitragem em partidas do Vasco da Gama, bem como solicitar a exclusão do VAR na Série B (…) O Clube também ingressará no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um pedido de impugnação da partida CR Vasco da Gama x Grêmio Esportivo Brasil, realizada na última sexta-feira, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, por infrações gravíssimas às regras do jogo que foram determinantes para macular o seu resultado”, diz trecho da nota do Vasco.

Comum na Série A, o VAR estreou na Série B no returno da edição 2021. Em 22 de julho, a CBF anunciou que a competição, assim como as fase finais das séries C e D, passariam a contar com o recurso da tecnologia.

Um outro lance também teve a ação do VAR na partida de sexta em São Januário. Alisson Furtado marcou pênalti em Léo Matos, ainda no primeiro tempo. Ao ser chamado pelo VAR, mudou a decisão.

O Vasco protagonizou também em 2021 outro lance de defeito da tecnologia. Na derrota para o Internacional por 2 a 0, no dia 14 de fevereiro, o primeiro gol colorado saiu com Rodrigo Dourado, em lance aparentemente impedido. No momento da análise das imagens, a equipe que comandava o VAR não conseguiu traçar a linha. Com a falha, a decisão de campo foi mantida. O Vasco tentou impugnar o jogo no STJD, sem sucesso. O áudio da cabine do VAR, revelado pelo ge em 25 de fevereiro, mostra a indefinição dos profissionais na cabine diante da impossibilidade de traçar as linhas na posição correta.

Leia mais:  Milan anuncia a contratação de Ibrahimovic
publicidade

Camisa 10

Presidente do COB realiza palestra na Sesport sobre o desempenho do Brasil em Tóquio 2020

Publicado

A Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport) vai receber, nesta segunda-feira (20), o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Paulo Wanderley, para um bate-papo sobre a participação do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio e o início da preparação para o ciclo olímpico para Paris 2024.

A ação faz parte do evento “Mais Campeões”, que ainda contará com homenagens às paratletas capixabas medalhistas nas Paralimpíadas, além de informações sobre os programas esportivos da Secretaria. O evento será realizado na sede da Sesport, em Bento Ferreira, Vitória, a partir das 9h30, e conta com o apoio da Associação dos Profissionais da Imprensa Esportiva Capixaba (ACEC).

Apesar de ter nascido em Caicó (RN), Paulo Wanderley é capixaba de coração, afinal ele e sua família mudaram para Vitória quando o dirigente tinha poucos anos de idade. Graduado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Wanderley tem sua carreira toda ligada ao judô, modalidade da qual foi atleta, técnico da Seleção Brasileira e presidente das federações Espíritosantense e Brasileira da modalidade.

“Vai ser uma honra muito grande participar desse evento em Vitória. É um Estado que está sempre em meu coração. Vitória é a cidade que eu me criei, criei meus filhos e fiz toda a minha carreira acadêmica e profissional”, disse o presidente do COB, eleito em outubro passado para um mandato de quatro anos.

Paratletas

Durante o evento, a Sesport também receberá as três atletas que medalharam nos Jogos Paralímpicos de Tóquio representando o Espírito Santo para uma homenagem. Natural de Cariacica, Patrícia Pereira é a mais experiente das três. Contemplada pelo Bolsa Atleta, a nadadora conquistou em Tóquio sua segunda medalha paralímpica, na prova do revezamento 4x50m livre. No Rio de Janeiro, em 2016, na mesma prova do revezamento 4x50m, ela faturou a prata.

Nascida em Venda Nova do imigrante, Luiza Fiorese também conquistou medalha de bronze, no vôlei sentado, após o Brasil vencer o Canadá por 3 sets a 1. A atleta, que joga pelo ADAP, de Goiânia, chegou a disputar os Jogos Escolares do Espírito Santo (JEES), mas praticando handebol, antes de amputar uma perna.

Carioca de nascimento, Mariana Gesteira é a terceira atleta da lista das medalhistas que serão homenageadas. Morando em Vitória há um ano, a nadadora compete pela Associação Capixaba de Pessoas com Deficiência (ACPD)/Álvares Cabral e treina na academia de alto rendimento da Sesport, onde realiza os treinamentos físicos.

Programas Esportivos

Além das homenagens, o “Mais Campeões” servirá também para que a Sesport repasse informações sobre os seus principais programas para os atletas e presidentes de federações esportivas.

Na oportunidade, os presentes terão informações sobre a compra de passagens aéreas do Compete Esportivo, o pagamento das primeiras parcelas do benefício do Bolsa Atleta, além da abertura do edital do Chamamento Público para eventos, com orçamento estimado em R$ 2,5 milhões para os próximos dois anos.

O secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, fez questão de salientar a importância do evento e aproveitou para convidar as pessoas ligadas ao esporte capixaba para marcarem presença.

“O Mais Campeões vai ser um compilado de boas ações e exemplos a serem seguidos por todos, sejam atletas, dirigentes e amantes do esporte. Temos nos empenhado em fazer um trabalho sério à frente da Secretaria e a presença do Paulo Wanderley aqui reforça isso. Contamos com a presença de todos aqui na segunda-feira”, contou Abreu.

Serviço – Mais Campeões

Data: segunda-feira, dia 20

Horário: 9h30

Local: Sesport, Rua Coronel Schawb Filho, s/n, Bento Ferreira, Vitória-ES

Leia mais:  A inimiga de Neymar agora é Patricia Pillar. Depois pergunta por que não é respeitado
Continue lendo

Camisa 10

Campeonato vai reunir feras do surfe nacional a partir desta sexta-feira (17) em Regência

Publicado

A partir desta sexta-feira (17) até o dia 27 de setembro, várias feras do surfe nacional estarão reunidas na Vila de Regência brigando pelo título da primeira edição do Campeonato “Regência Super Tubos”. A competição é promovida pela Associação dos Surfistas de Linhares (ASL), em parceria com a Prefeitura de Linhares, por meio da secretaria municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

Visualização da imagem

De acordo com os organizadores, o campeonato terá uma janela de espera de 10 dias. No local do evento, haverá um grupo de especialistas para definir os três melhores dias de onda para os surfistas disputarem o torneio. Até que fique definido, os surfistas estarão treinando no mar de Regência.

Grandes personalidades do mundo do surfe, entre eles, Lucas Chumbo, Phil Rajzanan, Marcelo Trekinho, Paulo Moura, Pedro Calado, Lucas Medeiros, Kristian Kimerson e Ian Cosenza, estarão reunidas na Vila de Regência durante o evento. Em 2017, Regência foi eleita a 6ª melhor praia do Brasil para surfar.

A competição também contará com a participação dos melhores surfistas do ranking da Federação Capixaba de Surf (Fesurf) e da Associação dos Surfistas de Linhares (ASL). O campeonato será transmitido ao vivo pelo Youtube oficial da Prefeitura de Linhares: youtube.com/prefeituralinhares

Visualização da imagem

Quem já se encontra no balneário se preparando para a competição é o surfista capixaba Kristian Kimerson. “Já estou me preparando para competir contra vários campeões do surfe brasileiro. Estou com a expectativa muito boa de pegar altas ondas aqui em Regência e subir ao pódio do campeonato”, disse o atual campeão do Circuito Estadual de Surfe. 

Para o diretor de Cultura e Turismo de Linhares, José Augusto Muleta, o evento já é um sucesso. “O Campeonato Regência Super Tubos já é um sucesso, pois vários surfistas já se encontram na Vila para surfar numa das ondas mais perfeitas do país. Além de fomentar a modalidade, queremos mostrar que Linhares também é uma cidade dos esportes radicais”, destacou o diretor.

Leia mais:  A inimiga de Neymar agora é Patricia Pillar. Depois pergunta por que não é respeitado
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana