conecte-se conosco


Cidades

Ventos chegam a quase 90 km/h na Terceira Ponte e deixam estragos na Grande Vitória

Publicado

O vento forte já era previsto por alertas emitidos pela Marinha e pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para o Espírito Santo

A ventania que atingiu a Grande Vitória na noite desta terça-feira (21) deixou estragos em diversos locais. Na Terceira Ponte, que liga a capital a Vila Velha, a velocidade dos ventos chegou a quase 90 quilômetros por hora.

De acordo com dados da Rodosol, concessionária responsável pela via, o anemômetro – aparelho que mede a velocidade do vento – registrou rajadas de 87,68 km/h, por volta das 20 horas. Não houve necessidade de interdição da via.

Na manhã desta quarta-feira (22), por volta das 7 horas, a velocidade registrada era de 50 km/h.

Estragos foram registrados na Grande Vitória

O vento forte já era previsto por alertas emitidos pela Marinha e pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para o Espírito Santo. Houve registros de quedas de placas, destelhamento de uma casa e falta de energia em alguns bairros.

Na Praia do Canto, em Vitória, a ventania derrubou uma placa, que caiu em frente ao Shopping Centro da Praia, atingindo um veículo de passeio.

Funcionários de uma empresa terceirizada da Prefeitura de Vitória, que atenderam a ocorrência, disseram que ainda não se sabe de onde o objeto se soltou. O carro atingido não sofreu muitos danos e a placa já foi retirada do local.

Ainda na capital, na Avenida Dante Michelini, uma placa de publicidade também caiu, próximo à Ponte de Camburi.

Além disso, o funcionário informou que a empresa foi acionada para atender uma ocorrência de destelhamento em uma casa no bairro Redenção, também em Vitória.

A Defesa Civil de Vitória informou que foram registradas duas ocorrências de destelhamento de residências. Um telhado soltou parcialmente em Itararé, mas não chegou a cair e outro em Bairro República, mas sem gravidade.

As equipes de limpeza da Central de Serviços também retiraram destroços de placas de publicidade que caíram em frente ao Centro da Praia (Praia do Canto) e no início da orla de Camburi. As equipes também atuaram na retirada de árvore que caiu no bairro Mata da Praia.

A Defesa Civil continua de prontidão para atendimento de possíveis ocorrências. Os moradores podem ligar para o telefone de plantão 98818-4432.

Falta de energia e semáforos sem funcionar

Os ventos fortes também causaram falta de energia elétrica em algumas regiões. Um dos bairros afetados foi Jardim da Penha, também na capital, onde muitas ruas da região ficaram às escuras durante a noite desta terça.

Também houve registro de falta de energia em alguns bairros da Serra, como em Vila Nova. Há relatos ainda de que semáforos deixaram de funcionar em algumas vias de Vitória, como a Avenida Fernando Ferrari e a Reta da Penha.

A EDP informou que em razão razão fortes ventos que atingiram a velocidade de 90 km/h a Grande Vitória na noite de ontem, 21, foram registradas ocorrências pontuais de falta de energia devido a projeção de galhos, árvores, telhas e objetos que caíram sobre a rede elétrica. As equipes da EDP foram imediatamente reforçadas para reparar a rede elétrica e restabelecer a energia o quanto antes.

Leia mais:  Biblioteca Municipal de Vitória completa 80 anos e receberá melhorias
publicidade

Cidades

Adolescente é resgatado de helicóptero após ter pulmão perfurado por galho de árvore

Publicado

O menino e o pai faziam a poda de uma árvore no sítio da família, em Laranja da Terra, interior do Espírito Santo, quando o acidente aconteceu

Um adolescente de 16 anos foi resgatado por um helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo da Secretaria da Casa Militar (Notaer) após ser atingido por um galho de árvore e ter o pulmão perfurado e as costelas quebradas.

O acidente aconteceu na manhã deste sábado (23) em Laranja da Terra, interior do Estado. Em 25 minutos, a aeronave levou o menino para o Hospital São Lucas, em Vitória, onde ele está internado.

Eles preferiram não gravar entrevista, mas contaram que o adolescente e o pai acordaram cedo e foram cortar os galhos de uma árvore no sítio da família. Durante a poda, um galho caiu em cima do menino.

Segundo informações da polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) fez os primeiros atendimentos ao adolescente e acionou o transporte aéreo logo em seguida.

O Major Pablo afirmou que acionar o Notaer reduziu o tempo de deslocamento até o hospital: “Um trajeto que uma ambulância demoraria entre 3 a 4 horas para realizar, o helicóptero fez em 25 minutos”.

Ainda segundo a família, as primeira informações da equipe médica do hospital são de que o menino está na chamada “sala de choque” para se recuperar do trauma.

Leia mais:  Nova Venécia terá atividades não presenciais na Rede Municipal de Ensino
Continue lendo

Cidades

Carro vai parar embaixo de caminhão em Nova Venécia

Publicado

Neste sábado (23), por volta de 11h15min, um acidente foi registrado na rotatória da Avenida Guanabara, em Nova Venécia.

Um veículo, Fiat Strada HD WK, de cor prata, registrado em Vila Pavão, desceu o morro que fica ao lado do posto de gasolina e descontrolado bateu na carroceria de um caminhão.

Com o impacto, o para-choques que fica na traseira do caminhão foi arrancado.

No Fiat Strada estava apenas a motorista que sofreu ferimentos em uma das mãos.

Por sorte não havia ninguém no carona, parte que ficou completamente destruída.

A motorista do Fiat Strada, em estado de choque, não soube explicar o que aconteceu.

Leia mais:  Turistas e capixabas já podem compartilhar Ilustrações dos pontos turísticos do Espírito Santo
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana