conecte-se conosco


São Mateus

Vereadores esperam do estado a liberação de obras do Porto

Publicado

São Mateus – Os vereadores Jorginho Cabeção (presidente da Câmara de São Mateus), Aquiles Moreira e Jerri Pereira participaram de entrevista coletiva na qual o diretor-presidente da Petrocity Portos, José Roberto Barbosa, falou à imprensa mateense sobre o parecer de técnicos do IEMA – Instituto Estadual de Meio Ambiente, pelo indeferimento do Estudo de Impacto Ambiental (EIA-Rima à autorização da licença ambiental) no processo de licenciamento para a construção do Centro Portuário de São Mateus – CPSM, em Urussuquara.

 

Vereador Jerri Pereira.

Vereador Aquiles Moreira.

A coletiva foi realizada na terça-feira (21), no Ibis Styles Hotel, onde autoridades, empresários da Assenor, presidentes de associações de moradores e de pescadores acompanharam as entrevistas.

José Roberto informou que a Petrocity decidiu entrar com recurso pelo deferimento do pedido ao Iema, mas estimou perda de mais de R$ 3 bilhões em arrecadação pelo município, por conta de impasse com o órgão estadual responsável pela análise dos licenciamentos.

Segundo, o diretor-presidente da empresa a medida do Iema causará atraso no cronograma de obras, porém assegurou que não existe nenhuma ameaça à implantação deste megaempreendimento, visto como ascensão econômica do Norte do Espírito Santo, Sul da Bahia e Leste de Minas Gerais.

“As anuências e outorgas federais já foram liberadas, nós só estamos aguardando o Iema. Quer dizer, já estamos perdendo mais um ano, sendo que pelos estudos apresentados, por ano a projeção de arrecadação é de R$ 3,1 bilhões. É mais um ano para iniciar, mais um para concluir. Estaremos perdendo em arrecadação e geração de emprego. É complicado, o Iema precisa acelerar a análise do nosso recurso e nós vamos buscar os caminhos para que a gente possa retomar de imediato a sequência do processo, objetivando a liberação da licença o início de nossas obras.” disse José Roberto.

APOIO

O presidente da Câmara, vereador Jorginho Cabeção, reiterou o apoio do Poder Legislativo ao projeto do porto e repudiou “movimentos de boicote” à instalação do empreendimento no município de São Mateus.

Leia mais:  Ipem-ES realiza verificação de taxímetros em São Mateus no mês de março

“O grande poder econômico está centralizado na Grande Vitória e é evidente que alguns empresários, não queiram dividi-lo com o norte do estado. O centro portuário vem derrubar divisas. Eu só vejo dessa forma o impedimento por parte do Iema, já que todas as licenças de cunho do governo federal estão liberadas. Nós não vamos abrir mão do porto”.

Demonstrando confiança no apoio do Estado ao desenvolvimento da região, o vereador Jerri Pereira acredita na liberação da licença ambiental. “Eu estou acompanhando este impasse que está deixando a gente entristecido, a Petrocity já com uma perspectiva muito grande de início das obras e, agora, o Iema vem com essa ducha fria. É um caso que não está acabado, nós só estamos passando por um período de ajuste. A Petrocity é realidade em São Mateus. Tenho certeza  de que vão se enquadrar e dar essa tão esperada liberação para o porto ser implantado em São Mateus.”

“Toda a esperança de nós mateenses é que este porto se torne uma realidade. O nosso município, através do nosso prefeito, não mediu esforços para ajudar para instalação desse porto e hoje, nós como vereadores e a sociedade, esperamos que este porto venha para o município. É triste você vê uma situação dessa, com toda documentação, processo de instalação, ter dado entrada no Iema e receber uma notícia dessa, desse impacto ambiental, mas se nós olharmos no país, vários portos também sendo construídos da mesma maneira que esse”, reagiu o vereador da base governista Aquiles Moreira.

“Nós abraçamos o projeto e já era para estar em andamento com geração de emprego e renda. Estamos vendo ao que parece uma má vontade de um projeto desse poder caminhar e trazer benefícios sociais. Como representante da classe empresarial a pergunta que eu faço é a quem interessa realmente este projeto que não anda, indo contra os anseios da sociedade. De uma maneira ou de outra este projeto vai se tornar realidade”, disse o empresário Cássio Caldeira.

Leia mais:  Suspeito de matar jovem a tiros na orla de Guriri é preso escondido em Barra Nova

EXPECTATIVA

Representantes de associações presentes na coletiva manifestaram apoio à instalação do empreendimento e falaram da expectativa de crescimento com a Petrocity.

“Urussuquara e as comunidades vizinhas são a favor do porto, são a favor do desenvolvimento de São Mateus. E na condição de tanta gente desempregada que tem na nossa região eu acho que o pessoal do Iema tinha que vir ouvir as comunidades, ver as nossas necessidades, como nós estamos vivendo hoje com tanto jovem se formando sem saber para onde ir, sendo que o caminho tá tão perto”, destacou José Luiz Ferreira, presidente da Associação de Moradores e Comerciantes de Urussuquara.

“Aguardamos com muita ansiedade a chegada desse grande evento para a nossa comunidade, pela geração de emprego, por melhorar a qualidade de vida, onde algumas ações dos governos não têm chegado”. disse Flávio Messias Soares, presidente da Associação de Moradores e Comerciantes de Barra Seca.

“O Iema colocou uma matéria, dizendo que as comunidades são contra. Jamais nenhuma associação é contra o desenvolvimento. Estamos ali para somar. Queremos que a Petrocity inicie o mais rápido possível. Hoje nós precisamos é de trabalho” esclareceu Adecir de Sena, presidente da Associação de Pescadores e Catadores de Caranguejo de Campo Grande.

“Nós estamos participando deste movimento para que as coisas possam fluir e chegar a um denominador que a região se desenvolva. Se for necessário ir a Vitória, estamos juntos, se for fazer manifestação em Brasília, estamos juntos. Queremos crer que o bom senso vai prevalecer, as licenças irão sair e o porto será uma realidade como deveria ser já durante este ano”, concluiu Elizeu Lorenzutti, vice-presidente da Associação de Moradores de Pontal do Ipiranga, Linhares-ES.

publicidade

São Mateus

Aprovadas mais 14 indicações ao Executivo

Publicado

São Mateus – Na sessão ordinária desta semana, a Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, 14 Indicações (321 a 334/2022), duas Moções de Congratulação (025 e 026/2022) e dois Projetos de Lei (021 e 022/2022). Usaram a Tribuna Livre no Pequeno Expediente o coronel Alexandre Ramalho (ex-secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social), a presidente do Conselho Tutelar de São Mateus, Lessenilda Paula da Silveira, e a equipe do Sest/Senat.

Em rápidas palavras, o coronel Ramalho explicou que atua há 33 anos na área de segurança, tendo ingressado na Polícia Militar em 1989. Ele listou avanços que obteve quando comandou a Sesp e pontuou o que entende como solução para os problemas que afetam a segurança dos capixabas e brasileiros. Disse inclusive que é preciso atualizar a legislação, inclusive o Código Penal e o Código de Processo Penal, além de maior diálogo envolvendo o Ministério Público, o Judiciário e o Congresso Nacional. O coronel Ramalho é pré-candidato ao Senado.

PROPOSIÇÕES APROVADAS
Confira, a seguir, as proposições aprovadas por unanimidade, com os respectivos autores, na sessão ordinária do dia 17 de maio.

INDICAÇÕES

Adeci de Sena
• Reforma da academia popular e do playground do Nativo, e contratação de profissional de Educação Física para ministrar aulas de ginástica aeróbica
• Aquisição de caminhão-caçamba para atender aos produtores rurais do Distrito de Nativo de Barra Nova

Leia mais:  Câmara confere congratulações à Dona Benedicta Duarte por carreira exemplar no magistério

Ciety Cerqueira
• Articular captação de recursos, nos governos estadual e federal, para construção de prédio para o Ceim 13 de Setembro, no Assentamento Córrego da Areia
• Construção de quadra poliesportiva coberta no terreno ao lado da Escola Km 35, em Nova Aimorés

Cristiano Balanga
• Extensão de rede de água na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Litorâneo
• Extensão de rede elétrica, com instalação de postes com luminárias, na Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Litorâneo

Delermano Suim
• Término do calçamento da Rua Recanto das Iaras, no Bairro Morada do Ribeirão
• Pavimentação asfáltica da Rua Ernandes Rufino da Silva, que liga o cais da Pedra D’Água à Rodovia Othovarino Duarte Santos

Gilton Gomes
• Aquisição de brinquedos pedagógicos para os centros de educação infantil da rede municipal
• Instalação de brinquedos adaptados para uso das crianças com necessidades especiais nos playgrounds, escolas e centros de educação infantil da rede municipal

Leia mais:  Suspeito de matar jovem a tiros na orla de Guriri é preso escondido em Barra Nova

Isael Aguilar
• Pavimentação da Rua Ambrósio Lino dos Santos, na Comunidade Santa Maria
• Liberação de recursos financeiros para a realização da 2ª Cavalgada da Amizade, em Nova Lima, no dia 3 de julho de 2022

Lailson da Aroeira
• Reitera a Indicação 193/2022, para calçamento das ruas Antônio dos Santos e Alaíde Silva Mattos, situadas no entrocamento com a Avenida Maria Calixto Conceição, no Bairro Bom Sucesso II

Lailson da Aroeira e Isael Aguilar
• Calçamento da Avenida Gileno Santos, no Bairro Ayrton Senna

MOÇÕES

Delermano Suim
– VOTO DE CONGRATULAÇÃO ao Sest/Senat, pelos relevantes serviços prestados na Cidade de São Mateus-ES.

Paulo Fundão
– VOTO DE CONGRATULAÇÃO ao Sr. Márcio Lyrio, diretor da Escola Santa Clara e do Polo da Universidade Norte do Paraná (Unopar), pelos relevantes serviços prestados na Cidade de São Mateus-ES

Continue lendo

São Mateus

Na Câmara, Sest/Senat reforça prevenção de mortes no trânsito

Publicado

São Mateus – Com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, a campanha Maio Amarelo segue arregimentando apoios. Em São Mateus, a parceira da vez é a Câmara Municipal, que abriu espaço na sessão plenária desta semana para que representantes do Serviço Social do Transporte e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat) mostrassem, à sociedade mateense, a importância do engajamento de todos em atitudes preventivas.

Acompanhado de outros componentes do Sest/Senat, incluindo o diretor Nelson Hespanha Borges Filho, o técnico José Vanderlúcio dos Santos explicou o tema do Maio Amarelo 2022 – Juntos Salvamos Vida – a fim de enfatizar a relevância do contexto da segurança viária, da educação, informação e mobilização da população para um comportamento mais seguro e pacífico no trânsito.

Ele salientou que a campanha foi criada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, junto com a Organização das Nações Unidas (ONU). Hoje tem a adesão de 178 países, sempre buscando uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil.

Leia mais:  Depois de abandonar os vivos, prefeito desrespeita os mortos

A fim de reforçar o que disse, Vanderlúcio exibiu um vídeo referente aos riscos do uso do celular no trânsito. “Vamos desligar a internet pelo menos na hora em que a gente estiver dirigindo”, conclamou.

Aproveitando a ocasião, o diretor Nelson Hespanha lembrou que o Sest/Senat tem cinco unidades no Espírito Santo e deve concluir a sede própria mateense em setembro ou outubro, com investimento de R$ 19 milhões. Para tanto, pediu atenção do poder público no calçamento de um curto trecho do acesso. Nesse assunto, o vereador Cristiano Balanga, líder do Prefeito na Câmara, disse que encaminharia imediatamente a demanda ao Executivo.
Os vereadores Ciety Cerqueira e Delermano Suim reforçaram a importância da campanha Maio Amarelo, para evitar que mais vidas sejam ceifadas por imprudência no trânsito.

Na mesma sessão, o Sest/Senat foi agraciado com um Voto de Congratulação, aprovado por unanimidade pelo plenário. Na entrega, aconteceu a tradicional foto dos homenageados com os vereadores.

MAIO AMARELO

Mobilizando segmentos diversos, como órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e a sociedade civil organizada, o Maio Amarelo busca “fugir de falácias cotidianas e costumeiras, e efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas”.

Leia mais:  São Mateus ganhará nova ferrovia que ligará a cidade à Minas Gerais

No mundo, conforme levantamento com dados da ONU em 2009, os números ficaram perto de três mil vidas perdidas por dia nas estradas e ruas, ou a nona maior causa de mortes no mundo. “Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade; o segundo, na faixa de 5 a 14 anos; e o terceiro, na faixa de 30 a 44 anos”. De acordo com os dados computados, esses acidentes já representam um custo de 518 bilhões de dólares por ano.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana