conecte-se conosco


Política e Governo

Vídeo marca o 13° Lançamento da Colheita do Café no Espírito Santo

Publicado

Um vídeo lançado nesta quinta-feira (14) marcou o 13° Lançamento da Colheita de Café do Espírito Santo. A iniciativa do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e da Secretaria da Agricultura, Abastecimento Aquicultura e Pesca (Seag) celebrou a data oficial do início da colheita de café no Estado.

Por lei, o dia 14 de maio é a data oficial do início da colheita de café conilon. A data foi estabelecida com o objetivo de estimular o produtor a colher o café no momento mais adequado, quando cerca de 80% dos frutos estão maduros, o que eleva o rendimento e garante mais qualidade aos grãos.

O lançamento da colheita é um marco importante para a cafeicultura capixaba. O evento sempre atraiu centenas de produtores envolvidos na cadeia produtiva do café, mas este ano foi realizado de uma maneira diferente: por meio de um vídeo gravado na Fazenda Experimental do Incaper de Marilândia, que será exibido nas redes sociais da Seag e do Incaper.

Desta forma, todos os capixabas foram contemplados com informações a respeito da cafeicultura capixaba, conhecendo a importância desta que é a principal atividade agrícola do Espírito Santo e fazendo parte dos resultados que o café traz para o Estado.

O governador Renato Casagrande destacou a importância econômica da cafeicultura para o Estado e ressaltou os cuidados que devem ser tomados, especialmente neste momento de pandemia. Além disso, Casagrande anunciou a realização de um concurso estadual de café de qualidade.

“O Espírito Santo é o segundo produtor de café do Brasil e primeiro produtor de conilon. Este ano nossa expectativa é grande, apesar da pandemia que está preocupando a população mundial. Foi por isso que foi elaborada uma cartilha, com orientação aos produtores para evitar contágio neste momento de colheita. É preciso continuar trabalhando e incentivando a atividade. Por isso, vamos lançar um prêmio de cafés especiais e sustentáveis para estimular os produtores e premiar os cafés de excelente qualidade”, afirmou. 

cartilha foi lançada recentemente e traz recomendações de prevenção e estratégias para evitar a contaminação e transmissão do novo Coronavírus (Covid-19), durante a colheita do café deste ano. O objetivo do documento é preservar a vida dos trabalhadores e das famílias rurais do Estado.

“A cartilha é o resultado de um trabalho em conjunto com vários parceiros que atuam no setor cafeeiro do Espírito Santo. O documento fornece orientações gerais aos produtores de café, tais como medidas de prevenção do contágio do Coronavírus, adoção de boas práticas nos refeitórios, transporte, além de recomendações específicas para o início da colheita. É importante e necessário que os produtores adotem essas orientações para que possamos passar por esse momento tão complicado de forma segura”, ressaltou o secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto.

“Enquanto vários segmentos estão em crise por causa da pandemia, a agricultura, mais uma vez, ajuda a equilibrar a economia capixaba. O trabalho no campo não para. A colheita está só começando e o Incaper tem lançado mão de atendimento remoto e de todas as medidas seguras possíveis para continuar acompanhando os agricultores capixabas, promovendo soluções tecnológicas e sociais, por meio de ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. Isso gera emprego e renda no campo e na cidade, e movimenta outros setores, como a indústria e o comércio”, disse o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado.

Para Antônio Carlos Machado, o lançamento da colheita é um marco importante, pois mostra a força que a cafeicultura capixaba tem. “Este ano, estamos fazendo as coisas de um jeito diferente e isso demonstra nossa preocupação e nosso cuidado com a saúde, o bem estar e a qualidade de vida das pessoas”, completou.

O pesquisador do Incaper e coordenador técnico de cafeicultura, Abraão Carlos Verdin Filho, apontou que a adoção de tecnologias desenvolvidas e recomendadas pelo Instituto é fundamental para o bom desempenho da cafeicultura capixaba, mesmo diante de crise causada pela pandemia do novo Coronavírus.

“Um ponto que chama atenção é a modernização do parque cafeeiro do Estado, por meio da renovação das lavouras tanto de arábica quanto de conilon. As velhas plantações, menos produtivas, foram substituídas dando lugar às mais novas. O cafeicultor capixaba está plantando as variedades lançadas pelo Incaper e aplicando as tecnologias desenvolvidas e recomendadas pelo Instituto. Isso contribui substancialmente para melhorar as expectativas com relação à produtividade, à redução de custos e à qualidade”, disse o pesquisador do Incaper.

Sobre a cafeicultura capixaba

A produção de cafés no Espírito Santo em 2020 deve chegar a 14,1 milhões de sacas, segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Deste total, espera-se colher cerca de 9,8 milhões de sacas de conilon e, aproximadamente, 4,3 milhões de sacas de arábica. O Estado ocupa a segunda posição com mais de 27% da produção nacional. É o maior produtor de conilon do Brasil, responsável por cerca de 20% do café robusta do mundo.

 “São, aproximadamente, 78 mil famílias envolvidas na atividade e 40 mil propriedades em 77 municípios. O café representa 37,48% do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBPA)”, observou  Verdin.

Segundo o pesquisador do Incaper, nos últimos anos, o café conilon vem ganhando espaço em produção e consumo em níveis brasileiro e mundial. Os principais motivos dessa crescente demanda devem-se ao menor custo de produção em relação ao café arábica, além de ser mais rústico e produtivo. “Ele vem sendo misturado ao café arábica, com participação de até 50%, pelos seguintes motivos: boa solubilidade e por possuir bebida neutra, pelo seu maior valor industrial,  por ser mais encorpado, ser um café de preço mais baixo e por não interferir negativamente na bebida do arábica, desde que seja de qualidade superior”, explicou Verdin.

Leia mais:  Enivaldo dos Anjos participa da posse de novos conselheiros da OAB Regional e apoia luta contra fechamento de comarcas
publicidade

Política e Governo

Prefeito Guerino Zanon acompanha embarque da primeira carga de café solúvel da Cacique para a Ásia

Publicado

O café solúvel da Companhia Café Cacique está de malas prontas. Partiu nessa terça-feira (19) com destino a Singapura, na Ásia, o primeiro contêiner carregado com 21 toneladas de café solúvel produzido no parque fabril da empresa no distrito de Bebedouro, em Linhares.

O momento foi acompanhado pelo prefeito de Linhares Guerino Zanon, pelo secretário de Agricultura Franco Fiorot, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Luiz Fernando Lorenzoni, pela diretoria, controladores Horácio Coimbra, João Paulo Coimbra e Rodrigo Coimbra além de colaboradores da empresa.

O embarque foi cuidadosamente preparado com destino ao Porto de Vitória e de lá parte para Singapura. Dentro de 30 dias, o café solúvel produzido em Linhares, estará à disposição dos asiáticos, que poderão disponibilizá-los ao mercado consumidor. O momento foi comemorado pela direção da empresa.

“Nesses dois anos de tantos desafios, ficamos ainda mais orgulhosos por todo o esforço e dedicação e temos certeza de que esse será o primeiro de muitos embarques para todo o mundo!”, destacou Valdeci Tomadon, Gerente de Produção da Planta em Linhares.

O prefeito Guerino Zanon destacou o momento como histórico para Linhares e para o Espírito Santo. “Nossos agradecimentos a todos que contribuíram para este momento histórico, em especial ao ex-governador Paulo Hartung que por duas vezes, a época, me acompanhou na sede da Companhia Café Cacique em Londrina, no Paraná. Agradecimentos especiais também a toda diretoria da empresa por acreditarem e escolherem Linhares para sediar esse grande e importante empreendimento industrial”, disse.

Zanon também pontuou a importância econômica e social que a produção de café solúvel pela Companhia Café Cacique traz para Linhares e para o Espírito Santo. “Estamos falando de obras físicas, mas, sobretudo, uma obra humana em que se encontram esperanças e trabalho de pessoas. É Linhares dando a sua contribuição para o desenvolvimento do Espírito Santo e do Brasil, gerando oportunidades para os linharenses e capixabas”.

O secretário de Agricultura de Linhares, Franco Fiorot, acredita que o primeiro embarque de café solúvel para o país asiático consolida o Município como um grande polo produtor de café conilon no Brasil e contribui para a valorização do grão produzido não somente em Linhares, mas em todo o Espírito Santo que passa ser mais consumido no mundo.

“A qualidade do conilon produzido no Espírito Santo tem se destacado na Ásia e na Europa, e essa qualidade está na muda, vai até a colheita e passa pelos processos pós-colheita. Também pesa as novas variedades de plantas. Esse momento significa que os cafés linharense e capixaba estão nos principais rótulos do mundo, seja como produto ou compondo o blend”, ressalta.

Leia mais:  Presidente nacional do PSB é o convidado da live de Neide Lima
Continue lendo

Política e Governo

Governo do Estado anuncia ampliação da oferta de Educação em Tempo Integral para 2022

Publicado

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, neste sábado (23), a ampliação da oferta de Educação em Tempo Integral. Em 2022, mais 40 escolas da Rede Estadual passarão a ofertar a modalidade de ensino, totalizando 132 escolas de Tempo Integral, em 75 municípios. O secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, também participou do anúncio, durante entrevista coletiva na Residência Oficial do Governo, em Vila Velha.

“Estamos anunciando importantes investimentos na área da Educação em Tempo Integral. É o momento de ampliarmos os esforços para recuperar o tempo perdido devido à pandemia. Vamos ampliar essa modalidade de ensino para 75 municípios capixabas. São 100 escolas de Tempo Integral abertas nos quatro anos de gestão, alcançando mais de 41 mil alunos. O Espírito Santo tem o melhor Ensino Médio do País e somos ainda o Estado que mais investiu em educação durante a pandemia”, afirmou o governador.

Casagrande reforçou que a educação já era prioridade do governo e recebe agora ainda mais atenção para reduzir o passivo causado pelos reflexos da pandemia. “A educação sempre foi prioridade por entendermos que ela gera oportunidade. Agora, com a pandemia e o afastamento dos alunos de sala de aula, estamos realizando esse esforço gigantesco para ampliar o acesso à Educação em Tempo Integral”, pontuou.

O Governo do Estado também tem incentivado a Educação de Tempo Integral nas Redes Municipais, por meio do Programa Capixaba de Fomento à Implementação das Escolas Municipais de Ensino Fundamental em Tempo Integral (PROETI). O programa estabelece o repasse direto aos municípios, no valor de R$ 3 mil por estudante ao ano, durante um período de três anos.

Somente com essa ação, devem ser ofertadas cerca de 30 mil vagas/ano, com investimento total de R$ 270 milhões neste período. A chamada aos municípios interessados está aberta até o dia 08 de novembro. Saiba mais no link: https://bit.ly/3pk9lGi.

“O que anunciamos hoje é uma marca importante. Avançamos com o Tempo Integral para mais municípios e conseguiremos atender a mais de 41 mil alunos, quatro vezes mais do que em 2018. Demos passos ousados, entendendo que é uma política importante. Propicia o aumento da jornada com uma metodologia diferenciada. Além desse anúncio, o Governo já desenvolve o PROETI, que consiste em apoio aos municípios para a ampliação do Tempo Integral”, lembrou o secretário da Educação, Vitor de Angelo.

Abaixo dados sobre a Educação de Tempo Integral no Estado:

Número de escolas

2018: 32
2019: 36
2020: 62
2021: 93
2022: 132 escolas

Número de alunos matriculados

2018: 11.266
2019: 12.051
2020: 20.376
2021: 28.359
2022: 41.544 alunos

Número de municípios com oferta:

2018: 23
2019: 27
2020: 34
2021: 49
2022: 75 municípios

Confira ainda: Apresentação expansão Tempo Integral

Leia mais:  Seag participa de videoconferência com ministra da Agricultura sobre o novo coronavírus
Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana