conecte-se conosco


Cidades

Vila Velha 487 anos: Arnaldinho Borgo anuncia meio bilhão em investimentos

Publicado

Meio bilhão de reais. Esse será o presente para os moradores e para a cidade de Vila Velha, que completará 487 anos de história nesta segunda-feira (23), quando também é lembrada a Colonização do Solo Espírito-Santense. Novas unidades de saúde, escolas, ruas e avenidas, quadras em escolas, armamentos, viaturas e novas tecnologias na segurança municipal e viária estão entre os investimentos anunciados. 

Arnaldinho Borgo está na mira do Ministério Público de Contas em ação sobre  uso das redes sociais – Folha Vila Velha
Será o maior pacote de investimentos anunciados de uma só vez pela gestão iniciada em 2021, com recursos próprios, convênios com o Governo do Estado e emendas parlamentares, com destinação de verba federal. Para o prefeito Arnaldinho Borgo todo conjunto de investimentos pensado e planejado com cautela, com objetivo de transformar a cidade, melhorar a vida das pessoas e proporcionar um salto da cidade em qualidade de vida e competitividade econômica.

“Todo investimento que vamos anunciar foi feito com muito estudo, cuidado, diálogo, está dentro do nosso planejamento estratégico e tem a digital dos moradores da nossa cidade, os maiores interessados em ter uma Vila Velha mais humana, segura, saudável, com educação de alto padrão, competitiva, com segura jurídica, mas acima de tudo, que ofereçam qualidade de vida e dignidade a nossa gente”, explicou.

Segurança

A Guarda Municipal de Vila Velha, patrimônio da cidade, receberá mais de R$ 3,5 milhões em investimentos. Caminhonetes para a ROMU, viaturas para o operacional, novos equipamentos de rádio e armas de airsoft para treinamento dos profissionais. Este é mais um passo importante para fortalecimento da instituição e melhoria da segurança em Vila Velha, como continuidade das conquistas do último ano.

Um dos avanços é a contratação de 15 novas viaturas Nissan Kicks, plotadas e equipadas, com cofre, completando a modernização da estrutura motorizada da Guarda Municipal e uma Van, com 16 lugares. Ao todo, serão 26 viaturas novas em 16 meses. Elas permitem maior presença nas ruas, mobilidade e agilidade, por possuírem cofre, além de garantirem economicidade – visto que por serem novas, geram menor necessidade de manutenção. As 15 novas viaturas devem ser entregues em até 90 dias.

A Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), especializada da GMVV, também será contemplada. Cinco caminhonetes novas L200 GLX, 4×4, cabine dupla, plotadas e equipadas com cofre, sirene e luminosos, tornarão o grupamento mais preparado para enfrentamento ostensivo da criminalidade. Os veículos diferenciados permitirão o transporte de escudos e armas longas, diferenciais do grupamento especializado.

Para permitir evolução e qualificação contínuos, foram adquiridos também armamentos airsoft para uso da Academia de Ensino e Formação da Guarda Municipal, a “Academia Azul”. São 25 pistolas e 15 rifles que permitem ações como simulação e treinamento em diversos cenários, auxiliando no desenvolvimento dos agentes, preparando-os para a ação no dia a dia.

Tecnologia

A tecnologia também é um aliado da segurança pública e um dos vieses de investimento da cidade de Vila Velha. Neste contexto, os guardas municipais ganharão aparelhos de rádio mais modernos, com tecnologia e acesso à internet, acesso a aplicativos e sistemas de segurança pública essenciais para a atuação célere nas ruas, comunicação instantânea e eficiente com outros GMs e com a Central. 

Desta forma, o objetivo é encurtar cada vez mais o tempo de resposta da Guarda Municipal, chegando o mais rápido possível onde o cidadão necessitar.

O secretário de Defesa Social e Trânsito, em exercício, major Rogério Gomes, explica que o conjunto de investimentos representa o novo conceito de segurança municipal promovida no município, onde a tecnologia vai auxiliar a Guarda Municipal, referência nacional, na atuação preventiva, sempre com inteligência, e estando um passo à frente da intercorrência. 

“Estamos trazendo o que há de melhor no mundo, como recomendou o prefeito Arnaldinho, para oferecer condições de trabalho a nossa Guarda e proteção aos nossos munícipes, turistas e quem busca Vila Velha para investir. É um novo momento onde estamos tornando a segurança da nossa cidade digital, ainda mais inteligente, no conceito 4.0”, enfatizou o major.  

Ainda sobre inteligência artificial, o monitoramento inteligente da cidade será feito com 22 novas câmeras, com tecnologia embarcada, capazes de detectar acidentes ou infrações de trânsito automaticamente. Elas também funcionam como aliado da mobilidade e fluidez do tráfego de veículos, uma vez que identificam a intensidade do trânsito e alteram, automaticamente, o tempo de abertura e fechamento dos semáforos.

Saúde

Sete novas unidades de saúde serão construídas na cidade para aumentar a porta de entrada no atendimento básico de Vila Velha. Até 2020 a cidade possuía 19, a partir do ano passado mais quatro unidades foram entregues à população: Ataíde, Divino Espírito Santo, São Torquato e a UPA de Riviera da Barra, entregue funcionando após 12 anos de construção. 

A dona Márcia da Silva, residente de Divino Espírito Santo, que mora em frente à Unidade de Saúde recém inaugurada, a espera pelo equipamento valeu a pena, segundo ela.

“Há muitos anos eu espero por essa Unidade de Saúde. Para mim, essa realização é um sonho! Eu estou muito feliz com o atendimento que as equipes de saúde prestam ao nosso povo”, disse.

Serão investidos R$ 41.612.094,51 milhões nas construções das unidades de Morada da Barra, Jabaeté, Praia das Gaivotas, Paul, Novo México, Rio Marinho e Riviera da Barra. Com recurso próprios e repasses do Governo do Estado e do Governo Federal, a estimativa é que essas unidades atendam, após entrega, 140 mil pessoas e empregue aproximadamente 315 profissionais entre atendentes, auxiliares, técnicos, enfermeiros e médicos. Além dos empregos indiretos, ainda não mensurado, com a contratação de equipes de limpeza e vigilância. 

Leia mais:  Com apoio do Bandes, empresa de mármore e granito investe no Noroeste do Estado

Para a secretária de Saúde do município, Cátia Lisboa, o aporte aplicado vai tirar a saúde da cidade dos anos de atraso, do escuro, para a modernidade. Vai abrir as portas da saúde básica aos munícipes e chega próximo do compromisso de oferecer em todas as regiões Equipes de Saúde da Família.

“Nosso planejamento é ousado, mas precisa ser porque como bem diz o prefeito, Vila Velha e o povo tem pressa. Captamos recursos, fizemos o dever de casa e vamos garantir as construções das sete unidades de saúde e equipá-las para que sejam modernas, acompanhem os tempos atuais de tecnologia e cuide das pessoas de forma ágil e com qualidade”, explicou a secretária.

Outros R$ 5.161.632,81 serão licitados para informatização de todas as unidades de saúde, assim como rede de comunicação e proteção de dados e equipamentos de modernização das unidades. O objetivo é implantar soluções digitais para atendimento e consulta, que no futuro, poderá ser feita também de forma remota. 

Para dona Maria da Conceição Martins, professora aposentada e munícipe da cidade, a população vila-velhense está ganhando mais saúde com as aplicações feitas em apenas 16 meses de gestão. 

“Não tínhamos essas estruturas antes. Esses investimentos e revitalizações foram uma surpresa para a gente. Não tenho o que reclamar! É muito bom! Eu sempre utilizei um serviço particular e quando usei o serviço público, me senti orgulhosa por essa assistência tão maravilhosa”, concluiu.

Educação

Os avanços na educação não param. A cidade vai receber quatro novas escolas, serão construídas 12 novas quadras esportivas e duas escolas vão ser ampliadas. E o Bolsa Aluno, maior projeto sócio-educacional da Prefeitura de Vila Velha, será retomado. O investimento é estimado em R$ 70 milhões e dão continuidade a valorização dos alunos, professores e munícipes. 

Jabaeté, Jaburuna, Ponta da Fruta e São Conrado II são os bairros que vão receber as novas unidades de ensino. Locais estratégicos para atender a demanda crescente de alunos matriculados na rede e o anseio da população. Quem também pode comemorar é a comunidade de Cidade da Barra e Jardim Colorado: as Unidades Municipais de Ensino Fundamental (UMEF) Alger Ribeiro Bossois e Ricardina Stamato da Fonseca, respectivamente, terão seus espaços ampliados para garantir melhor infraestrutura, qualidade e maior número de alunos matriculados.

E o esporte escolar receberá um grande investimento. Doze unidades municipais de ensino, que hoje não tem quadra, vão ter seus espaços esportivos construídos. Isto para garantir o acesso e a melhor experiência para os alunos da rede, que agora vão poder praticar modalidades esportivas em ambiente adequado. São mais de 70 projetos esportivos oferecidos pela Prefeitura de Vila Velha e que serão reforçados com essas novas construções.

“Realizamos o maior investimento da história da educação de Vila Velha em 2021. Muitos acreditavam que não era possível. Mas nós provamos que é possível sim, com entregas que beneficiaram famílias, alunos e profissionais da educação. E agora estamos provando mais uma mês que nosso trabalho é contínuo, não para. 2022 é outro ano histórico para a educação. Vamos entregar novas escolas, novas estruturas e continuar investindo nas nossas crianças”, afirmou o secretário Municipal de Educação, Rodrigo Simões.

Obras

Infraestrutura urbana para revitalizar vias e trazer nova urbanização a caminhos sem pavimento. Demandas antigas pela recuperação de ruas em bairros como Praia da Costa e Itapuã serão atendidas e outras demandas em vias que nunca receberam o asfalto em bairros como Barramares e Balneário Ponta da Fruta vão transformar a realidade dos moradores canela verde com planejamento e ação. Ação traduzida em obras que serão anunciadas nesta segunda-feira (23) de maio, em comemoração aos 487 anos da cidade berço da colonização espírito-santense. 

No total, mais de 60 vias receberão drenagem e pavimentação. Investimento que supera o montante de R$ 87 milhões, em mais de 30 quilômetros de extensão. Um destaque para a retomada do contrato de macrodrenagem do Canal do Congo que contempla a urbanização das vias das sub-bacias 4,7 e 8 (Avenida Primavera, rua Normília de Azeredo, rua Luiz Gonzaga e avenida Transamazônica).

Leia mais:  Sedu e Adires participam do Grupo de Trabalho de retorno às aulas presenciais

O presente embrulha outras obras que contemplam sete novos espaços de lazer em forma de assinatura das publicações dos editais de licitação. Serão lançados os processos da reformulação das praças de Paul, Coqueiral, Praia das Gaivotas, Vila Garrido, Glória (Chocolates Garoto), Itapuã (Plano 100), além da construção da Pista de Skate de Terra Vermelha.

E os anúncios englobam também a drenagem, pavimentação, construção de calçada e paisagismo do novo trecho da rua Humberto Serrano, via que por 40 anos foi fechada com a instalação de um imóvel que impedia a passagem de veículos, garantindo mobilidade e segurança ao bairro Itapuã.

Tecnologia e Inovação

Para estar cada vez mais conectado ao cidadão canela-verde as novas tecnologias estarão cada vez mais presente nas ações da prefeitura. Para isso vários investimentos serão anunciados pelo prefeito e alguns deles já estão em funcionamento. O vídeo wall, uma espécie de televisão gigante, foi instalada na Central de Monitoramento da Guarda. O equipamento permitirá acompanhar em tempo integral a rotina da cidade, por meio das câmeras de videomonitoramento. Mas não é só isso, essa inovação vai permitir o reconhecimento facial de criminosos e qualquer outro cidadão, com a instalação de duas mil câmeras, até o final do ano. 

Dentro do sistema implantado ainda será permitido integrar câmeras de bancos, shoppings, comércio, edifícios residenciais e empresariais. Tudo isso para que as equipes de segurança do Município, do Estado e da União sejam rápidas na prevenção e investigação de crimes. O videomonitoramento pulará das atuais das 212 câmeras para mil, espalhadas em pontos estratégicos, por toda a cidade. 

A Muralha Eletrônica, também será ampliada. Sistema de monitoramento e reconhecimento de veículos, atua de forma preventiva e repressiva, com objetivo de coibir furtos e roubos de veículos na cidade. Os pontos de monitoramento serão ampliados em mais de 100%, passando de 53 para 119. 

Além disso, os serviços oferecidos pela prefeitura estarão na palma da mãos dos canelas-verdes. Com o lançamento do aplicativo Vila Velha On e o novo portal oficial da gestão, as pessoas terão acesso a marcação de consulta, notícias, fotos e vídeos da cidade, pontos turísticos, boletim escolar e muito mais. O app, inclusive, já está disponível para download nas lojas virtuais dos sistemas operacionais Android e IOS.

De acordo com o secretário Marcelo Machado, o conjunto de investimentos para facilitar a vida das pessoas, tornar a cidade ainda mais acessível, digital, levando a prefeitura até o cidadão.

“Tudo o que está sendo anunciado foi planejado com detalhes e sempre com a mesma pergunta: o que e como essa solução vai mudar a vida das pessoas? Então estamos dando velocidade, conectividade, inteligência artificial aos serviços da cidade. Para cuidar das pessoas e estar cada dia mais diferente e inovador”, pontuou.

– Entrega do Painel de Monitoramento da Central da Guarda (Video Wall) 
– Ampliação do sistema Muralha Eletrônica (de 53 para 119 pontos de coleta de dados) 
– Ampliação do videomonitoramento (de 212 para 1 mil câmeras até o final do ano) 
– Reconhecimento facial (2 mil pontos de coleta) 
– Carteira do Autista 
– Novo Portal PMVV 
– Lançamento do APP
– Sistemas: Procon, Ouvidoria, Alvará Único, Vigilância Sanitária 
– Diário Oficial Eletrônico 

Habitação

Durante as comemorações do aniversário da cidade o prefeito também vai anunciar outras importantes entregas e investimentos. Duzentas e dezenove famílias receberão título de propriedade da tão sonhada casa própria. Pessoas que há anos esperavam reconhecimento e regularização da moradia. 

Canelas-verdes de Residencial Coqueiral, Riviera da Barra, Ataíde e de Guadalupe terão motivos para comemorar os 487 anos de Vila Velha. Além deles o prefeito vai autorizar a licitação da empresa que vai preparar a concessão de outros 3.500 títulos de posse aos moradores de Barramares, na Região 5. 

Para a secretária de Desenvolvimento Urbano e Mobilidade, Adriana Villa-Forte trabalho que mostra o compromisso com as pessoas que mais precisam de cuidado, atenção e, que antes eram esquecidos. Ela exaltou o trabalho técnico desenvolvido pela equipe técnica.

“Cada um desses títulos de propriedade foi elaborado com carinho e cuidado, pensado em como iria mudar a vida das pessoas que há anos batalhavam por reconhecimento. Vai além, ouve com atenção as necessidades, transforma uma atividade extremamente técnica, como a nossa, de engenharia, cálculos, projetos, em humana. Esse é um legado que o prefeito nos ensina todos os dias e que vamos aplicando na cidade, no trato com as pessoas”, explicou a secretária.

publicidade

Cidades

Vitória é líder em desenvolvimento humano no Brasil

Publicado

Vitória lidera o ranking de desenvolvimento humano, de grande porte, por oferecer sustentabilidade para os 370 mil habitantes. A capital foi assim classificada por um levantamento feito pela revista IstoÉ, publicada na última semana de junho deste ano. Para eleger a “Ilha do Mel” entre as principais cidades brasileiras, em 2021, o periódico destacou, por exemplo, o PIB de R$ 21,6 bilhões, o PIB per capita de R$ 59.693,66, e a renda per capita mensal de R$ 3,9 salários mínimos.

No indicador desenvolvimento humano, Vitória foi classificada como grande porte, à frente de Palmas (TO), Brasília (DF), Florianópolis (SC) e Niterói (RJ), no top 5 do ranking feito pela IstoÉ. Para alcançar esse grau, por oferecer sustentabilidade, a capital realizou ações importantes nas áreas de Saúde e Assistência Social, contribuindo para a retomada após o período crítico da pandemia.

Vitória destinou R$500,00 a famílias em maior vulnerabilidade social durante o período mais grave da pandemia por meio do Auxílio Municipal Emergencial.

“São diversas ações que promovem a cidade nesse patamar, com oferecimento de dignidade, igualdade e respeito aos moradores. Na pasta de Assistência Social, buscamos desenvolver iniciativas que reduzam as diferenças, como dar apoio para o restabelecimento de pessoas que viviam em situação de rua, ofertando emprego, renda, saúde, enfim, trazer de volta à sociedade. Para isso, além de termos equipamentos públicos que favorecem esse redirecionamento, também oferecemos melhor atendimento e mais vagas na área da Saúde, principalmente para aquelas pessoas que estão na fila de espera de especialidades, ou mesmo no primeiro atendimento nas Unidades de Saúde, tendo seis delas em funcionamento diário, incluindo sábados, domingos e feriados”, disse o prefeito de Vitória, Lorenzo Pazolini.

O Serviço de Acolhimento Emergencial Transitório, inaugurado em junho de 2021, aumentou para quase 200 o número de vagas para acolhimento das pessoas em situação de rua na capital.

“Não basta oferecermos auxílios em dinheiro para quem mais precisa. Essa é uma iniciativa que faz parte de um conjunto. Então, além de programas de apoio financeiro, temos ações voltadas para o mercado de trabalho, para o cuidado na Saúde, e em outras áreas. Esse ano, estamos distribuindo quase 30 mil tablets para alunos da rede municipal, que vão utilizar a tecnologia para reforçar os estudos, com atividades programadas e guiadas pelas escolas”, completou.

Auxílio

O município obteve capacidade para desenvolver o Auxílio Municipal Emergencial (AME), que destinou R$500,00 a famílias em maior vulnerabilidade social durante o período mais grave da pandemia. O valor foi pago em duas parcelas de R$250 e contemplou até 2.221 pessoas de Vitória, inscritas no CadÚnico e com renda familiar de até meio salário-mínimo per capita.

Leia mais:  Linhares registra 128 milímetros de chuva em 24 horas e equipes atuam para minimizar impactos

Em 2022, Vitória anunciou um programa para erradicar a pobreza, o “Vix + Cidadania”, para famílias da capital que vivem com renda per capita de até R$105. Para serem beneficiadas, devem possuir o Cadastro Único (CadÚnico) atualizado, prioritariamente não serem contempladas pelos programas federais de transferência de renda e cuja situação de vulnerabilidade as coloca em risco de violações de direitos e violência.

O benefício mensal de R$105,01, por pessoa, será concedido através de cartões magnéticos, do tipo vale-alimentação, para aquisição de alimentos, materiais de higiene pessoal e gás de cozinha. O investimento é de R$13,6 milhões e terá a capacidade de atender 5.424 famílias em situação de extrema pobreza e pobreza.

“Esse é o mais robusto plano da Assistência Social em todo o estado do Espírito Santo. Esse programa é o fruto de toda essa reorganização financeira implementada no município. É algo inédito no país. Nenhuma cidade adotou um política pública dessa magnitude para alcançar esse número de famílias em um único município”, destacou o prefeito Lorenzo Pazolini.

Abrigo

Em julho de 2021, foi inaugurado o Serviço de Acolhimento Emergencial Transitório, para atender a população em situação de rua, ofertando quatro refeições diárias, higienização e atendimento psicossocial, aumentando para quase 200 vagas para atendimento da rede socioassistencial a esse público. No dia 7 de junho de 2022, menos de um ano após a abertura do local, 13 pessoas fizeram um curso para garçom, sendo prontamente inseridos no mercado de trabalho, em forma de recomeço a partir da escolha de receberem o atendimento.

Desde o início da atual gestão, 124 residências foram entregues para famílias de baixa renda que tiveram que deixar suas casas em áreas de risco ou de interesse ambiental.

Moradia

Desde o início da atual gestão, 124 residências foram entregues para munícipes de Vitória, entre casas e apartamentos destinados a famílias de baixa renda que tiveram que deixar suas casas em áreas de risco ou de interesse ambiental. A atual administração da cidade iniciou, ainda, o maior programa de regularização fundiária da história do município. Já foram entregues 2119 escrituras, garantindo aos munícipes a propriedade dos imóveis.

Enfermeiro abastecendo seringa com vacina contra CoronavírusVacinação

Para a campanha de vacinação contra a Covid-19 foi preparada uma estrutura completa nos mais diversos formatos, como, imunização em salas de vacinação das unidades de saúde, em hospitais, em domicílios (para pessoas acamadas), postos volantes e por meio do agendamento on-line, a fim de evitar filas e aglomerações, garantindo a segurança e conforto de todos.

Leia mais:  Sedu e Adires participam do Grupo de Trabalho de retorno às aulas presenciais

Desde então, Vitória disponibiliza inúmeros pontos de vacinação contra a Covid-19 para o público-alvo da campanha, tornando a cidade que mais vacinou pessoas contra a doença no Espírito Santo e referência nacional em vacinação, com celeridade na aplicação das doses, transparência no processo de vacinação, recebendo inclusive pessoas de outros estados que imunizaram no município.

Vitória já aplicou mais de 1 milhão de doses da vacina, com toda a população adulta vacinada com a primeira e segunda dose, 104% dos idosos com a dose de reforço, 95% dos adolescentes imunizados e 67% das crianças com a vacina no braço.

Especialidades

A atual gestão tem trabalhado para a redução de filas de espera para consultas na área de especialidades, como por exemplo atender mais da metade da população que aguardava por uma consulta em oftalmologia, e zerou a fila dos que aguardavam atendimento em caráter de urgência. Em 2021, havia 15 mil pessoas aguardando por uma consulta ou exame oftalmológico. Hoje, há 7 mil pessoas esperando o atendimento. Com esse novo contrato, serão ofertados mais de 195 mil consultas e exames, uma ampliação em 70% no número de consultas, com investimento de cerca de R$ 2 milhões.

Outras especialidades já estão no mesmo caminho, como por exemplo a ampliação da oferta de ultrassonografia aumentando em, aproximadamente, de 25% a quantidade de atendimentos. A ação, da Secretaria da Saúde (Semus), visa diminuir o tempo de espera para melhorar o diagnóstico e o acesso e a qualidade do atendimento.

Vitória também está ampliando em 54% a oferta de atendimento especializado a pessoas com deficiência (PcD) e Transtorno do Espectro Autista (TEA). Estamos dando um salto de qualidade muito grande no atendimento, passando de 44.628 consultas para 68.628, com um investimento de R$ 3,4 milhões. Temos sempre que melhorar e avançar. Essa é uma luta que respeito muito e sempre fará parte de minhas pautas”, afirma o prefeito.

Casa Rosa - FachadaProteção às mulheres

Outro fator importante está no cuidado que a gestão estabeleceu para mulheres. Com redução de 43% do índice de feminicídios, entre 2020 e 2021, a proteção se expande quando sai da segurança e tem oferecimento de equipamento público para apoio às vítimas. Desde outubro de 2021, Vitória tem um serviço voltado para mulheres e famílias em situação de vulnerabilidade: a Casa Rosa, um Centro de Atenção à Mulher e à Família, que atende mulheres e seus filhos vítimas de violência, contribuindo com a ressignificação e superação de traumas e interrupção da cadeia de violência por meio de ações de acompanhamento e prevenção.

A atual gestão tem trabalhado para a redução de filas de espera para consultas na área de especialidades e zerou a fila de espera por consultas e exames oftalmológicos.

 

Continue lendo

Cidades

Carne irregular: veja sinais que podem indicar a má qualidade do produto

Publicado

Uma empresa de Vila Velha que manipulava carne suína embalada de forma irregular foi interditada nesta terça-feira (05)

Cerca de 15 toneladas de carne suína embalada foram apreendidas na Grande Vitória. Segundo as investigações, ao menos 40 supermercados adquiriram o produto, que era armazenado e manipulado de forma irregular por uma empresa de Vila Velha. O estabelecimento não tinha autorização para funcionar como frigorifico.

A apreensão foi resultado de uma ação conjunta realizada pela Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (Decon) e o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf). A empresa alvo da operação não teve o nome divulgado. 

A apreensão acende um alerta para os consumidores que, na agitação da rotina, muitas vezes não se atentam as questões de segurança e qualidade dos produtos. 

O superintendente do Procon de Vila Velha, George Alves, lembra que o Código de Defesa do Consumidor possui determinações para garantir a segurança do consumidor, que não foram respeitadas pela empresa que funcionava no município.

“A saúde e a segurança são situações que estão claramente previstas no Código de Defesa do Consumidor. É uma preocupação para que todos os consumidores tenham esses cuidados e os fornecedores muito mais”, disse.

Leia mais:  Serra inicia ações de incentivos a empreendimentos inovadores

George orienta que os consumidores fiquem sempre atentos aos selos de inspeção dos produtos para evitar comprar mercadorias que podem trazer danos à saúde.

“Já está tão caro! Nos últimos três anos o consumidor brasileiro perdeu mais de 20% o seu poder de compra. A inflação está alta, os juros estão altos, não é justo com o consumidor que, no momento que vai colocar o alimento na mesa, coloque sua segurança em risco”, afirmou.

Empresa manipulava carne suína sem autorização

A empresa de Vila Velha alvo da operação foi interditada na terça-feira (05). Segundo a polícia, ela não tinha autorização para funcionar como um frigorífico. A empresa possuía autorização apenas para realizar o entreposto comercial, isto é, comprar pedaços de carne embalados e revendê-los.

Segundo o titular da Decon, delegado Eduardo Passamani, a empresa fracionava os pedaços de carne suína e armazenava o produto sem se preocupar com as condições sanitárias.

“O entreposto poderia adquirir o produto totalmente embalado e revendê-lo, desde que não manipulasse o alimento. Não poderia abrir a embalagem. Essa empresa interditada fazia justamente o oposto. Ela fracionava os pedaços, armazenava sem condições sanitárias, sem licença para isso e os revendiam aos supermercados em embalagens com uma aparência de um produto aparentemente regular”, explicou.

Leia mais:  Linhares registra 128 milímetros de chuva em 24 horas e equipes atuam para minimizar impactos

As investigações apontam que, a princípio, os supermercados não sabiam que a empresa era irregular. De acordo com o delegado, a embalagem da carne não possuía o selo de inspeção. A carne era vendida embalada a vácuo, com rótulo e até logomarca.

O proprietário da empresa foi multado pelo Idaf e vai responder por crime contra as relações de consumo. Em caso de condenação, a pena pode chegar a cinco anos de prisão. 

Como denunciar irregularidades? 

Ao desconfiar de possíveis irregularidades, os consumidores devem procurar o Procon, acionar a Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor ou os órgãos de controle. Denúncias anônimas podem ser realizadas por meio do Disque Denúncia 181. Todas as informações são investigadas.

Continue lendo

São Mateus

Política e Governo

Segurança

Camisa 10

Mais Lidas da Semana